Go On 1x07: Any Given Birthday

quinta-feira, outubro 25, 2012

O difícil ato de ser um bom homem.

Um dos grupos mais disfuncionais da televisão voltou com um assunto que vem a ser o terror de muitas pessoas que sofrem perdas importantes na vida: as datas comemorativas. Dias que você deveria ficar feliz, mas fica remoendo o fato de ter perdido algo tão importante e se perguntando o motivo de comemorar alguma coisa se na realidade não está feliz.

Mas Ryan com seu jeito durão tenta resistir à tentativa do grupo de fazer algo pra ele no seu aniversario, o que, claro, não funcionou. Ele foi arrastado (obvio que ele tentou fugir, estamos falando de Ryan King!) para fazer uma caça ao tesouro.

Deixando um pouco de lado o Chandler Ryan, pode-se perceber um amadurecimento de algumas relações entre os coadjuvantes. Mr. K e Anne, que antes não se comunicavam pela repulsa da moça, encontraram algo em comum. Na verdade, tenho percebido que os roteiristas gostam do estilo da Anne. A personalidade da personagem e o trabalho da atriz vem fazendo ela participar de plots que contribuem muito para a estória.

E no meio de toda essa bagunça que se meteu, Ryan ainda tem seus amigo. Steven, que eu lembro de ter reclamado de não tê-lo visto no último episodio, apareceu dopado e foi influenciado pela Sonia e sua tristeza que ela reverte em fofura. Agora eu reconheço, o Steven fez alguns bons episódios no começo, mas neste ele ficou muito isolado. Estou permitido a pedir mais aparições da Carrie? Ela é simpática e linda!

E para resolver toda aquela bagunça de aniversário, eles, sem querer foram parar em um quarto de hotel que havia sido reservado pela Janie, antes de morrer. Deixando o Ryan, que já tinha, como sempre, admitido que estava errado e começando a se divertir com todo a coisa do  “aniversário”. Gosto quando ela aparece, e nesse caso ela mostrou pra ele que ele tem que ser um homem bom, mesmo que ela não esteja ali para apreciar aquilo.

Chego a pensar o quão difícil seria passar por uma situação em que o famoso (tem até uma foto em uma lavanderia!) Ryan King está passando, mas sei que se tivesse que passar por isto, escolheria ter a companhia deste estranho, mas amável grupo de reabilitação.

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. To adorando Go On e fato de colocarem a mulher como "fantasma", mais ele sabendo que a coisa da cabeça dele foi uma otima jogada, iria odiar se resolvessem levar pro lado espiritual.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe