Merlin 5x02: Arhtur's Bane (Part 2)

domingo, outubro 14, 2012


O peso de tanto conhecimento

Encerrando com chave de ouro a premiere desta quinta temporada, a segunda parte de Arthur’s Bane provou o que eu havia dito na review passada. Merlin retornou mais sombria, madura e adulta. E visto que a série já se encontra em seu quinto ano, isso não é de se espantar, pelo contrário. O amadurecimento da trama vem na hora certa, para provar que a série ainda tem muito potencial a ser explorado.

Desta vez, temos a divisão dos acontecimentos restringida a dois lugares: Camelot e a fortaleza comandada por Morgana. No primeiro local, acompanhamos o desenrolar da execução de Sifa. A garota suplica por misericórdia, mas Guinevere se mantém firme em sua decisão. Questionada por Gaius se aquele não era um ato extremo demais, a rainha revela seu plano original, provando o quão inteligente e poderosa se tornou. O enforcamento de Sifa é, na realidade, uma isca para atrair o verdadeiro responsável pelos problemas: Ruadan.

E, concluindo a participação especial de Liam Cunningham na série - pelo menos por enquanto -, o personagem surge em uma tentativa de resgate à sua filha, que acaba não dando tão certo. Durante a fuga, ele é atingido por um golpe de Elyan, e acaba falecendo nos braços de sua filha. Torço para que a história dela não termine aí, e não descarto uma futura aliança com Morgana, para se vingar da rainha.

De volta à fortaleza gelada, Merlin e Arthur conseguem se infiltrar com sucesso. Organizando rapidamente um plano de fuga com Percival, eles reúnem os guerreiros lá confinados e organizam um motim. Arthur e Merlin, então, partem em busca de Gwaine. O paradeiro do cavaleiro é revelado, assim como a identidade da estranha criatura mostrada na primeira parte. A tal chave procurada por Morgana na verdade se trata dessa criatura, um Diamair, que guarda todo o conhecimento em sua mente. Depois de salvar Merlin, ela dá a ele o direito à uma pergunta e o jovem feiticeiro pergunta sobre o futuro de Arthur. A resposta adquirida é vaga e enigmática, pois a criatura revela que o motivo para a queda do rei, é ele próprio.

A situação que se encontra o Diamair também serve de paralelo para as posições de Merlin e Guinevere atualmente. Ambos sabem muito mais do que podem dizer a Arthur, e por terem de esconder isso dele, acabam tomando decisões que prejudicam as pessoas que possuem magia. Guinevere agora, além de acobertar Merlin, também sabe da existência da profecia que Arthur deve padecer sob as mãos de um druida. Vai ser interessante ver como os dois vão lidar com essa informação agora.

O confronto entre Morgana e Arthur também ocorre dentro da fortaleza. A feiticeira, que parece ter passado por maus bocados nos últimos três anos, adotou uma personalidade extremamente vilanesca e cruel. Ela consegue se sair melhor no duelo, graças ao uso da magia. Mas, pouco antes de derrotar Arthur, é apunhalada pelas costas por Mordred, que se mostra contrário à Morgana. Se na profecia mostrada na primeira parte ele aparecia como sendo o causador da morte de Arthur, agora ele surge como seu grande salvador e termina consagrado como um cavaleiro de Camelot.

O episódio apresentou um ritmo constante e empolgante, como há muito não se via no seriado. A hora em frente à tela se passou tão rápido que quando os créditos apareceram eu quase não acreditei já tinha terminado. O cuidado com as paisagens naturais e as locações foi excelente, padrão BBC de qualidade, sabem? Dá gosto de ver o cuidado que os produtores da série vêm tendo com Merlin. Os efeitos especiais não estão 100% ainda, mas quando colocados na equação final, acabam nem tendo tanto peso. O dragão albino de Morgana, por exemplo, mostra bem que nem tudo que se refere a esse campo está perdido.

Com mais 11 episódios pela frente, é provável que se tenham alguns fillers como já é de praxe da série. É aqui que minha curiosidade aumenta. Quero ver se eles vão voltar manter o tom mais sério neles, também. Por enquanto, só nos resta aguardar e torcer para que mais coisa boa venha por aí! Até semana que vem!

P.S. 1.0: Quando o Diamair revelou a barra de ser uma criatura detentora de todo o conhecimento, eu não consegui me segurar. ET Bilú veio com tudo na minha mente, e fiquei esperando, de verdade, que ele terminasse dizendo pra Merlin “buscar conhecimento”.

P.S. 1.1: Ainda sobre o ET Bilú, rolou um momento Brokeback Mountain ali na caverna entre ele e o Gwaine, ou foi impressão minha? #PercivalNãoCurtiu

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe