Last Resort 1x02/03: Blue on Blue/Eight Bells

domingo, outubro 14, 2012



Last Resort e seus dois últimos episódios: uma decepção?

Infelizmente, sim. Estava bastante emocionado pela série ter entregado o melhor piloto da fall season, mas isso foi até conferir o segundo e o terceiro episódio, que me broxaram completamente.

O problema não é que os episódios foram ruins, o problema foi a condução e a falta de desenvolvimento dos personagens. Até agora, não sabemos NADA e não conhecemos NINGUÉM e ninguém repetiu o primeiro nome dos personagens nesses dois episódios, só no Piloto. Ou seja, só sei que o capitão se chama Marcus e o XO se chama Sam. Até a loirinha, a tenente, que esteve super em alta no segundo episódio só foi fixada em minha mente no terceiro episódio.

Não sei como o programa se tornará interessante se a única coisa que acontecerá na ilha será forças armadas atacando semana após semana. Porém, isso que era interessante no piloto e que toca a série para diante. Pelo menos no terceiro episódio, a coisa ficou mais pessoal e manteve-se mais dentro da ilha, com o ‘governador’ trocando seus prisioneiros por armas.

Porém, mesmo assim, não estava legal. Da mesma forma que o segundo episódio serviu para NADA, o terceiro também não teve uma condução legal. Os personagens estão muito precários, ficam dando muito tempo de tela para alguns (o bebê chorão que tem a asiática como sua babá) e claro, não parecem estarem lidando com um desastre mundial.

A tenente parece competente em um primeiro momento, mas sempre passa a ser meio burra no meio do episódio, para voltar a ser inteligente no final. Tipo assim, decide-se minha filha. O mais interessante até o momento nesse plot todo é o velho que não concorda com a autoridade de Marcus, que agora está fora da cadeia e com certeza vai começar a tacar o terror para cima dos soldados para depois tirar Marcus do poder.

Aquele momento ‘resgate’ que aconteceu no terceiro episódio nem devia ser comentado, mas vou lá: Parecia que eles estavam fazendo qualquer coisa além de tentar salvar os prisioneiros. Só quando os três apareceram em cena que me lembrei do propósito de toda a ‘guerra’ acontecendo por baixo d’água. Ou seja, conduziram mais uma vez a storyline de maneira equivocada.

Não dava para se importar com os personagens. Não os conhecemos. Nem sabemos o nome deles direito. Acho que se concentrassem em apresentar um personagem por semana, como é o formato de Once Upon a Time, seria bem mais interessante. 

A conspiração que está acontecendo nos Estados Unidos parece estar se tornando o centro de algo, mas até agora não serviu para muita coisa. Fico no aguardo. Sem contar que Autumn Reeser está sendo completamete mal utilizada até o momento.

O problema de Last Resort então se encontra em: desenvolvimento precário de personagens e mal uso da narrativa. Espero que consigam melhorar essas questões, afinal até o público norte-americano já está percebendo os defeitos da série. A cada episódio a audiência cai mais do que na anterior, sendo que nem estreou com uma ótima audiência, para começo de conversa. Ainda continua na esperança de que a série melhore, até porque, ela é cheia de potencial. Só precisa conseguir usá-lo. 

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Concordo inteiramente com a review, embora só tenha visto o segundo episódio, que me deixou sem vontade de continuar. Ainda vi a review, mas achei que não valia repetir o sacrifício que foi ver o segundo.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe