The Voice: Analise de Times Parte 2

terça-feira, outubro 09, 2012


Segunda parte crocante.
Team Xtina.

 Aquile é uma grande promessa pelo menos para min, sua BA foi totalmente oposta a de Jessie e mesmo assim fez muita justiça com a musica. Ambos apresentaram Your Soung de maneiras bem diferentes, Aquile foi doce, emocional, e apostou em seu ótimo timbre enquanto Jessie foi agressivo, explorando notas altas e com pouca emoção. Realmente eespero Aquile nos lives e acho que se Aguilera for esperta vai investir nele.

 Beat Frequency é a minha dupla favorita de TODO programa e olha  esses mereciam chegar aos lives pois o estúdio deles de E.T não sai da minha cabeça.Que dupla, que vozes,  que combinação, que tudo. Duplas nunca tem sorte no programa e só uma dupla passou para os lives (a pior diga-se de passagem) me fazendo ter medo por ambos ainda mais com Xtina que eliminou The Line na temporada passada.


 Dez Duron vem fechando o meu trio predileto do Team Xtina, olha para alguém que não conseguiu virar ninguém na temporada passada para o que Dez apresentou agora palavras não são suficientes.O cara veio muito melhor e no estilo pacote completo.

 Team Blake

 Blake mais que sortudo conseguiu abocanhar Cassade que de fato é sua maior aposta de finalista. A versão de Torn da garota reinou no Itunes ao lado de Toxic, de fato os quatro terem virado para ela foi algo esperado desde o inicio da música onde la já mostrou a que veio.

 Gracia veio como a country mais forte do programa até agora usando palavras de Adam e Blake, não achei a menina tudo isso e na verdade achei ela muito parecida com a RaeLLyn, pelos comentários e o estilo de Blake acho que a menina já garantiu um  Top3.

 Suzanna vem para terminar o Team Blake, voz e timbre impecáveis aliada a um song choice brilhante deu nisso ai. Essa linda que vai AHAZAR até os lives shows e fica aqui a dica de quem não ouviu o estúdio dela ein.

Talvez Você Curta

1 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe