30 Rock 7x03-05: Stride of Pride/Unwindulax/There’s no “I” in America

terça-feira, novembro 06, 2012





7x03: Stride of Pride

Outro episódio divertidíssimo de 30 Rock, usando da ironia ao tocar no assunto: será que somos realmente engraçados? Acho que não há duvidas sobre isso, já que a série continua viva e boa depois de sete anos. Sempre é um alívio ver uma série que consegue sobressair depois de tantos anos na telinha e atualmente 30 Rock é uma das únicas a conseguir tal feito.

Ver Liz Lemon mais felizinha e social, agora até encarnando a Carrie Bradshaw e ainda tentando participar de brunches depois dos anos 90, fica claro que Criss é o melhor namorado que ela já teve, mesmo que provavelmente veremos menos e menos do personagem nessa última temporada.

O mais interessante, porém, foi o plot de Jenna, mentindo sua idade para pareceber mais velha. Até pouco tempo atrás, grande parte de sua neura era ficar mais jovem e ser vista como uma pessoa mais jovem pelo mundo. As coisas agora deram uma mudada, algo que não achava que iria acontecer.

Sempre é legal quando Jack fica angustiado com algo e foi ótimo vê-lo tentando entender todas as facetas dos outros homens que fazem parte da Pokemon da namorada. Até Cece, que nunca ganha nenhum destaque, conseguiu até ofuscar Alec Baldwin e Tina Fey nas suas respectivas cenas com os atores.

7x04: Unwindulax

A Jenna da semana passada, que viu a oportunidade de mentir sua idade para conseguir bons papéis e contratos foi embora, e a Jenna que conhecemos bem, aquela louca que faria qualquer coisa para ser amada está de volta. Convenhamos que já vimos isso antes, mas foi legal por causa dos safados que gostam de pregar uma peça na loira.

Por outro lado, estava demorando em que a série finalmente tocasse na questão da eleição 2012 nos Estados Unidos. Obama e Romney. Todo mundo que está acompanhando a situação sabe que a eleição está um pouco maluca em termos de quem você irá votar. Perceba, porém, que a série não tomou lado de ninguém, fez piadas tanto com os democratas e os republicanos. Uma coisa de louco que Jenna acabará sendo a tiebreaker entre os eleitores, mas vamos ver como isso será desenvolvido no próximo episódio.

Convenhamos que Jack foi muito inteligente, levando Liz em um evento republicano para conseguir que ela perca a paciência e faça com que todos os convidados da festa façam uma grande doação por causa de um inimigo comum. Muito corporativo e político esse cara.

Tivemos também muitos cameos nesse episódio. Kellan Lutz, Don Cheadle, Gary Cole e Amy Sedaris. Pena que só o primeiro conseguiu mais tempo em tela, quando na verdade, deveria ter sido o contrário.

7x05: There’s no I in America

Dando sequência ao 7x04, sabia que veríamos algo épico em forma de algum tipo de debate para conseguir o voto de Jenna. Claro que nada falado serve para a eleição em si, até porque não ia adiantar eles fazerem argumentos inteligentes, Jenna não ia entender mesmo. Convenhamos, porém, que o nível do humor estava altíssimo, e se pensarmos bem, Mitt Romney realmente seria o candidato ideal para Jenna.

Por outro lado, a resolução do episódio foi simplesmente a resolução de quase todos os outros episódios. Tanto Liz quanto Jack percebendo que ajudou um ao outro, de acordo com suas personalidades e ideologias. Foi uma escapatória bem simples, dentro de um episódio completamente hilário. A verdade é que isso é algo que já vimos durante toda a série e já estava na hora de mudar um pouco a narrativa ou finalmente consolidá-la.

Outro ponto alto da semana foi Pete tendo seu momento de esperança, achando que o beijo que aconteceu com a guardinha quatro anos atrás iria acontecer novamente, por acha que Obama iria ganhar novamente. ‘O beijo foi uma prova de que tudo pode mudar’, de acordo com ele. Mesmo que o careca acabou não conseguindo o que queria, a esperança é a última que morre e agora Ken sabe muito bem disso.

P.S: Liz toda ninja correndo pelo estúdio enquanto Jack andava normalmente foi hilário.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe