Person Of Interest 2x04/2x05: Triggerman/Bury The Lede

terça-feira, novembro 06, 2012



2x04

Sei que estou me repetindo, mas é inevitável afinal Person Of Interest também se repete ao decepcionar voltando mais uma vez ao lugar comum após os excelentes dois primeiros episódios.

Triggerman não poderia ser um episódio mais burocrático, que não é sequer inventivo na sua situação, se mostrando formulaico em cada um dos seus mínimos detalhes. A estrutura habitual da série - introdução do caso da semana, reviravolta e solução - quando não vem acompanhada de pequenas variações, é muito frágil.

Embora aqui ou ali haja uma preocupação em exibir elementos recorrentes, como a reaparição de Elias, e como fica claro que o mafioso ainda tem poder sobre os criminosos da cidade, ou Finch mencionando sem perceber um termo de Root, bad code, ressaltando novamente que existe uma conexão na maneira de pensar de ambos.

Espero que, já que não parece ser uma pretensão dos roteiristas criarem uma série com continuidade, que ao menos recuperem um pouco da criatividade na hora de construir suas tramas semanais.

2x05

Bury The Lede consegue ser melhor que seu antecessor - o que não é difícil - por abraçar uma trama recorrente da série, os policiais corruptos, ao mesmo tempo em que conseguiu criar um caso com uma estrutura mais criativa.

A trama do HR, ao mesmo tempo em que avança por causa das prisões e da revelação de seu líder, se mostra fraca em uma análise um pouco mais cuidadosa pelos mesmos motivos. Qual fora o impacto de descobrirmos que o líder do grupo de policiais corruptos de NY é um personagem que sequer conhecíamos?

Seria muito mais eficiente se o novo personagem fosse apresentado com mais cuidado e desenvolvido ao longo de alguns episódios, criando a impressão de que as pistas foram plantadas ao longo da temporada, diferente do que parece ser nesse episódio, onde o gerente de campanha do candidato a prefeito surge em uma cena rápida apenas para logo depois sabermos quem ele é de verdade. É uma falha assustadora do roteiro, que deixa apenas a possibilidade para que essa revelação feita de forma atrapalhada seja bem utilizada para construir os futuros episódios.

A estrutura adotada no caso da semana voltou a lembrar as pequenas variações com que estes eram construídos na primeira temporada. Se em outros episódios tivemos perpetradores que se revelaram vitimas, múltiplos alvos entre outras surpresas, dessa vez vimos uma "assassina" acidental que devia ser protegida por Reese sem que ele pudesse se aproximar. Essas pequenas variações é que faltavam nos episódios mais recentes, elas sempre funcionam como um pequeno elemento de novidade, que fazem parecer com que os casos da semana sejam menos repetitivos já que pequenos detalhes estruturais sempre se revelam como uma novidade.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe