Fringe 5x07/08: Five-Twenty-Ten/The Human Kind

terça-feira, dezembro 11, 2012


No fim, apenas uma coisa realmente importa...


Quando penso em Fringe, nesses meses, vendo esses últimos episódios, não consigo deixar de sentir um aperto no coração, eu não gosto muito de ficar falando nisso, é chato, repetitivo e até mórbido ficar pensando em cada episódio, que o fim está próximo, é algo estranho como me apeguei a essa série e acho que o fato dessa ultima temporada me lembrar exatamente que é a ultima faz com que seja ainda mais difícil lidar com isso, é o fim, eu tento aceitar, compreender e ficar bem com isso, nós, fãs de Fringe tivemos sorte, não é possível dizer sobre qualquer série que ela teve uma temporada final, meu deus, é quase impossível dizer que tivemos um episódio final!

Fato é que este é um momento muito complexo para as séries na TV aberta, principalmente aquelas pequenas séries que te fazem pensar, que são séries critica e não apenas procedurais enlatados onde tudo vem mastigado para o publico, mas sim séries que você termina de ver e fica alguns minutos olhando para a tela, seja de seu notebook, computador ou televisão, você digere e pensa nos  eventos que acabou de presenciar, não me entendam mal, não vejo nada de errado com series que servem apenas para distração e divertimento, mas acho que deve haver um equilíbrio, e o que vemos é que séries que tentam instigar seu publico a se tornarem seres pensantes cada vez mais sofrem com a queda de audiência e iminente perigo de cancelamento... Mentiria se dissesse que meu coração não se parte com isso.

Mas primeiro de tudo devo comentar do que realmente chamou a minha atenção: Um dos anões de Once Upon a Time apareceu em Fringe, se você não conhece vale a pena dar uma lida nas reviews, ótima história, personagens e tramas.  O “Atchim” porém não teve muita importância, limitando-se a explicar para Walter como funcionava a tecnologia que poderia fazer com que materiais sólidos transformassem-se em gás, só não entendi porque não utilizaram isso depois no âmbar, seria uma boa, não? Essa e aquela outra tecnologia da Etta que fazia com que o Ambar virasse gasoso novamente, sem duvidas Walter seria capaz de aumentar a duração do efeito.

Falando sério agora, acho muito interessante que cada personagem esteja tendo seu momento de destaque durante os episódios. Walter, Olivia e Peter pareciam estar cada vez mais estar se separando, mas como já havia previsto isso fez apenas com que eles voltassem a ficar mais unidos do que nunca...

Peter sem duvidas é o maior destaque até agora, nesses dois episódios pudemos ver uma das mais importantes partes de sua saga, primeiro seu auge, com Peter sendo capaz de derrotar os Observers somo moscas, todo o plano da Maleta foi genial, assim como poder relembrar daquele primeiro episódio de Fringe, que não pode ser considerado um dos mais interessantes, mas mantem-se em nossos corações justamente por ser o primeiro... O maior problema da breve jornada de Peter foi que ele não estava querendo salvar o mundo, ele queria vingar Etta, claro que uma coisa levava a outra, mas as motivações eram diferentes e talvez isso pudesse fazer com que as coisas tivessem um rumo bem diferente, afinal, a morte de Windmark poderia levar tanto ao fim dos Observers, como a uma maior dominação deles...

Claro que também tem o fato de que Peter poderia perder, para sempre, todos os seus sentimentos e me pergunto, ainda assim, sem sentimentos Peter iria atrás de vingança para Etta, afinal, o que é vingança senão apenas outro sentimento? Ou então ele iria atrás dessa vingança, já que o sentimento se tornou um eco em sua cabeça? Essa seria uma boa discussão se estivéssemos tempo, mas a série está andando rápido e com a ajuda de Olivia, Peter conseguiu deixar sua vingança de lado e se lembrar do que realmente importa, honrar a memória de Etta salvando o mundo, e se isso significa desistir dos “observer-Powers” que seja...

E assim como Peter, Walter também luta para manter sua humanidade, já que sente seu “antigo eu” está voltando a tona, não bastasse dar um chega para lá na Nina Velhinha e totalmente amorosa, se lembrando dos bons dias (quando ainda tinha apenas 70 anos) e se esfregava loucamente com Willian Bell nas praias e ambos viviam um intenso amor de verão, Walter fez a recalcada e disse na cara dura que Bell apenas usou o corpinho e depois a dispensou quando quis... Claro que depois dele ver a foto que Bell tinha no cofre de uma jovem nina (#60tinha), fez a Serena e voltou todo arrependido, dizendo que Nina tinha razão e que Bell tinha a amado e tudo o mais...

E Olivia continua não tendo muito destaque e é disso que tenho medo, sinto em minhas entranhas que alguém do Trio principal irá morrer no Series Finale, e Olivia anda apagada, o que significa que nos últimos episódios ela deve ter um papel gigantescamente importante, talvez até mesmo se torne a nova face da Revolução, tomando o lugar de Etta nos cartazes espalhados pela cidade... Ainda assim achei bonitinho a conversa dela com a “sábia mulher negra levemente obesa” que a ajudou a compreender que ela não sabe tudo... A cena da fuga também foi muito boa, Olivia MacGyver foi genial e amei muito ver ela fodona bad-ass novamente!

E agora já temos “A Coisa” aka Beacon/Farol/Sinalizador/qualquerCoisaQueSejaAquilo e um gigantesco imã, realmente eu não tenho ideia do que isso vai se formar, mas se for um megazord, vai ser o dia mais feliz da minha vida!! Outra coisa que é possível notar no episódio 7 foi que enquanto Walter e Nina conversavam a câmera focou bem no rosto de um “tatuado” e não consigo deixar de pensar que ele pode ser o Tal Donald...

O Glyph Code do episódio sétimo foi:

E do oitavo:


“TRUST” (Confiança) e “PLEAD” (Alegar, Reivindicar); no primeiro sem duvida se refere ao sentimento de confiança que vimos durante o episódio, seja de Walter confiando em Peter de que ele poderia o manter como ele está e o impedir de se tornar como era antes, de Olivia de que pode ajudar Peter; no segundo o buraco é mais embaixo e provavelmente diz respeito a Olivia, tomando um pouco amis as rédeas da situação e fazendo com que o plano de certo, pegando o imã e ajudando Peter a se tornar humano novamente...

Enfim, faltam cinco episódios para o centésimo e ultimo episódio de Fringe, ainda tem muita coisa para ser desvendada, muita coisa para ser feita, muita coisa... E aquele tick-tock constante, nos lembrando que o fim está próximo e que daqui a pouco mais de um mês Fringe estará finalizada.

Talvez Você Curta

7 comentários

  1. sinceramente, acompanho fringe desde os primordios e essa temporada eh td menos a serie que na segunda e terceira temporada fez perde a cabeça..eh uma temporada arrastada, mto arrastada para o final duma melhores series que ja vi..olivia apagada parecendo uma menina com medo..kd aquela mulher que colocava medo nos bandidos e que era forte, ta que perdeu a filha, mais msm assim n eh a olivia que td mundo se acostumou a ver..


    p.s.: sabe como vai ser o final ao meu ver??
    este plano eh p reconstruir uma maquina do tempo para voltar na epoca da invasão dos observadores.

    ResponderExcluir
  2. Morri de rir com a review. Fazer a Serena.. montar um Megazord.. huahuaua


    Eu não tenho duvida que vai acabar com eles fazendo alterações na linha do tempo fazendo com que os Observadores nunca tenham invadido.


    Eu como eu li um fã americano dizer, vai acabar com a Olivia acordando no tanque do primeiro episódio da série.

    ResponderExcluir
  3. Meu filho voce quer que eles salvem o mundo em 3 minutos? Eles tem que contar a mitologia/enredo da serie, como e porque (pelo menos) usar a maquina do tempo (mas não acredito muito nessa hipótese, acredito que os roteiristas não vão ser tão preguiçosos #hope)

    ResponderExcluir
  4. Não sei o que vai ser o final de fringe erro TODAS as minhas teorias então parei. Maaaas já to com uma tristeza no coração que já vai acabar que não sei se fico feliz que a serie vai ter um encerramento ou triste de pensar que poderiamos ter mais 2 temporadas de conspirações.

    ResponderExcluir
  5. Se antes de terminar mostrar mais uma vez a galera do outro universo (BOlivia, Walternate, Lincoln, etc.), e voltar a passar a intro clássica de Fringe (aquela azul das temporadas interiores), eu vou estar mais que satisfeito.

    ResponderExcluir
  6. que enredo?? este horrivel?? minha filha digo eu..fringe estar tão decepcionante que n espero nada..

    ResponderExcluir
  7. Como diria Walter (ou não), que falta de fé. kkkkkk. Serio, acho que os roteiristas não vão "decepcionar" na series finale.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe