Grey’s Anatomy 9x09: Run, Baby, Run (Fall Finale)

segunda-feira, dezembro 17, 2012



Só do carro com a noiva não ter batido e deixado muitos feridos, já podemos ver algum progresso.


Assim como aconteceu há um ano atrás, Shonda deixou um grande gancho para nos deixar loucos na expectativas pelos novos episódios. A showrunner mais amarga do mundo vinha fazendo um episódio tranquilo sem fortes emoções, mas com um final destes as coisas voltaram a ficar tensas. Por um breve momento, fiquei com medo de Shonda meter os pés pelas mãos mais uma vez, causando mais um acidente catastrófico e desnecessário, mas as críticas sofridas recentemente devem a ter calejado. Tenho que confessar que desta vez ela acertou e o casamento da Bailey, para o qual eu estava cagando, ganhou importância e me deixou tenso. Nos 48 do segundo tempo, quando todos nós achávamos que a teríamos uma fall finale feliz, a medicina colocou em cheque toda a cerimonia. Apesar de eu torcer um pouco o nariz para a Bailey reclamando do casamento sem parar, gosto de ver a personagem voltando a ser retratada como a médica dedicada que não consegue separar a vida pessoal da profissional. Já foi a medicina que estragou o seu primeiro casamento e é ela mais uma vez que faz Bailey “fugir” de tudo. O fato da paciente ser a Adele, a mulher de Webber, foi muito importante para eu me importar com tudo e entender as motivações da personagem, que tem uma linda amizade com o ex-chief e não tinha muita escolha do que fazer. A narração de Meredith ao final do episódio, deu a entender que Bailey seguiu seus instintos e resolveu não dar continuidade a uma casamento com chances de fracasso, mas eu acredito que no próximo episódio ela vai voltar e finalmente se casará com Ben (mas é só um palpite e nem tenho nada de concreto que me leve a esta conclusão).

O episódio como um todo foi realmente muito bom e mantém Greys num ótimo momento. Além do casamento, a cirurgia de Derek e a participação de Neve Campbell foram os maiores destaques. Gostei da irmã de Derek mostrando para a Meredith o quão distante ela se coloca em relação à família do marido e, principalmente, de como ela conseguiu ganhar a confiança da médica. A trama da gravidez de risco é uma boa escolha para o casal e acredito que Shonda saberá não exagerar, dosando bem o drama dos dois, que já sofreram demais e merecem boas notícias. Só fiquei com um pouco decepcionado de Meredith não ter levado Zolinha para conhecer a tia.

Como não amar Callie? Adoro esta mulher que ao fazer algumas piadas acabou dando a ideia de fugir para Bailey e ainda colocou a esposa no seu devido lugar. Entendo perfeitamente o lado de Arizona, é realmente difícil, principalmente para uma mulher, conviver com todas as peculiaridades de não ter uma perna, mas simplesmente adorei Callie mostrando o quanto a perda da perna vem afetando a vida de ambas constantemente. Todo o dia é dia de reclamar da vida, mas o dia de um casamento deve ser apenas de festa.

A trama de Karev e Jo foi boa e colocou ainda mais tensão na relação dos dois. É muito bom ver a dificuldade de ensinar e desafiar os alunos sendo explorada de forma tão legal. Sem dizer que eu adorei a canalhice do roteiro ao colocar os dois indo juntos ao casamento. Estava tão na cara e é tanta cara de pau de Shonda que eu adorei. Destaque também para Stephanie, a residente favorita de Cristina vem ganhando corpo na trama e acabou se revelando muito bonita ao se arrumar para o casamento.

Até metade do episódio Cristina vinha tendo pouco destaque no episódio, mas a qualidade de atuação de Sandra Oh é tão grande que em apenas uma cena ela consegue roubar o episódio para si. Como não se comover com Cristina assumindo que quer dar mais uma chance para ela e Owen? Sem dizer que finalmente entendi o propósito todo do processo ao hospital, só que não, esta trama ainda não me convence ou soa plausível. Depois de tanto drama, é difícil imaginar Cristina e Owen navegando por águas mais calmas e fica um pouco provável que o casal logo se animará e encomendará um bebê à cegonha.

Eu realmente não imaginava que ficaria ansioso para o retorno de Greys em 2013, mas, mais uma vez, os roteiristas da série trabalharam e fizeram o improvável. Assim como na última temporada, o drama de um personagem que não está entre os meus favoritos conseguiu me mobilizar. Fazendo um balanço da temporada até aqui, estou bastante satisfeito com a série, que soube se recuperar muito bem e ainda inserir novos personagens que aos poucos vem nos ganhando.

Talvez Você Curta

2 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe