Parenthood 4x09: You Can't Always Get What You Want

quinta-feira, dezembro 06, 2012



Você precisa saber escolher melhor, Sarah.

Finalmente, depois de oito episódios, o relacionamento de Sarah e Mark começa a ter um fim. Não havia duvidas, desde o começo da temporada, com a apresentação do novo personagem e com o anúncio do próprio ator de que não poderia continuar na série por muito tempo, que esse clima de lua de mel precoce iria acabar em breve.

Na verdade, demorou até bastante tempo para finalmente chegar o momento. Com a grande presença de Hank nos primeiros episódios e o beijo, achava que tudo já estava caminhando para o final do relacionamento de Sarah e Mark, mas Parenthood resolveu dar uma esfriada no ‘caso’ entre os dois para que só agora algo voltasse a acontecer.

Em tese, nada aconteceu. Não há nenhum problema em deixar Sarah buscar o cara em um bar já que obviamente ele nem sabe acertar o vaso para mijar, e em tese, também não há nenhum problema em querer trabalhar quando tem um evento. Claro que Hank não pensou em Sarah quando aceitou cobrir o evento, já que completamente se esqueceu de que ela iria viajar no mesmo final de semana.

É totalmente compreensível então que Mark fique tão puto da vida. Mesmo falando não, Sarah, insistente, como sempre, continuou a tentar achar soluções para conseguir fazer as duas coisas. Sarah, me desculpa, mas tem duas de você no mundo? Pois é.

Tirando um pouco do drama da série, que obviamente só com Kristina a cota é altíssima, como não rir loucamente da ryca louca atrapalhando todas as sessões de gravações de Crosby para reclamar sobre o caro na vaga dela? Achava que não ia dar em nada, mas a louca sambou lindamente na minha face, mostrando que sabe usar a lei quando necessário e que provavelmente vai dar uma dor de cabeça para os Bravermans.

A série fez algo muito diferente essa semana: Finalmente deu menos foco no plot de Kristina, sem contar que conseguiu desenvolver bem a problemática de Max, começando com ele todo bonitinho na reunião do conselho da escola reclamando sobre a falta das máquinas de venda automática, já que obviamente foi por isso que ele decidiu ser presidente da turma.

Não tinha duvidas de que quando o assunto ‘baile’ fosse mencionado, Max iria fazer a festa com aquele martelinho. O bonito, claro, foi ele entendendo novamente que há outras pessoas além dele na casa e que ele precisa fazer concessões para alegrar outras pessoas, principalmente Kristina, que está passando pela maior barra do mundo.

Outra personagem que ganhou destaque foi Julia, sofrendo da carência de trabalho. Sempre a acho uma ótima pessoa, mas não ficar feliz pelo trabalho do marido por causa da falta de trabalho dela mesma foi demais. Claro que um pouco de ciúmes ia acontecer, mas não esperava uma reação tão exagerada de Julia.

E por último, o casal sonífero ataca novamente. Amber e Ryan são fofos e lindos juntos, por causa do último, claro, mas demoram demais para desenvolver alguma coisa para os dois. A única coisa que descobrimos nesse episódio é que o amor deles está tão forte que agora até dividir o mesmo chiclete eles dividem.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe