The X Factor US 2x26/27: Final

terça-feira, dezembro 25, 2012


Chegamos ao fim de mais uma temporada de The X Factor.


É pessoal, nós sobrevivemos de novo! É fim de ano novamente e isso quer dizer que The X Factor chegou ao fim e posso dizer, com certeza, que essa temporada foi bem superior a anterior, mas o programa ainda precisa comer muito arroz e feijão para ser considerado satisfatório.

A verdade é que muitos pontos negativos que apontei temporada passada continuaram nessa e eles vieram a tona nos live shows. A guerra de egos, a imparcialidade na hora de julgar os candidatos, a injustiça... Estava tudo lá.

Mas não podemos citar apenas os pontos ruins, The X Factor também teve seus bons momentos, e eles já começaram nas primeiras audições.

Nessa temporada o programa veio com uma bancada renovada, adicionando a rainha do pop Britnwey Spears e a diva teen Demi lovato. As caras e bocas de Britney Spears e o jeito safado e briguento de Demi Lovato animaram bastante o programa e trouxeram ótimos momentos. Os vídeos das duas na final deixou isso bem claro. Foi uma pena Demi Lovato ter sido uma jurada ótima, falando tudo o que pensa, inclusive quando sua opnião ia contra a dos outros jurados, sendo também muito divertida, mas ter sido uma mentora tão ruim.

Demi se perdeu com seus acts, sem saber direito que caminho seguir e que decisões tomar. Diferente de Britney Spears que fez um grande trabalho com Carly Rose, mesmo tendo sido uma candidata sem muitas surpresas.

Claro que grande parte do que os candidatos fazem é decisão da produção, mas acho sim que os mentores tem uma palavra no final, mesmo sem participar muito.

Mas enfim, já falei demais e acho que está na hora de avaliar as apresentações uma última vez nessa temporada, vamos lá.

BEST PERFORMANCE


Carly Rose Sonenclar – Feeling Good  1  2  3  4  [5]
E mais uma vez Carly fez uma apresentação explosiva com Feeling Good. Concordo que essa tinha sido uma das melhores apresentações da Carly, exatamente por ser diferente do que ela normalmente faz, e ela conseguiu fazer de novo, fez até melhor.


Tate Stevens  1  2  3  4  [5]
A audição do Tate foi realmente a melhor apresentação que ele fez no programa. Acho que naquela época a apresentação tinha muito mais emoção, mas aqui ela não perdeu nada em qualidade, Tate mostrou toda a qualidade de seus vocais e provou que merece estar na final do The X Factor.


Fifth Harmony – Anything Could Happen  1  2  3  4  [5]
Antes mesmo de elas aparecerem na tela eu já tinha escrito na minha página do Word “Fifth Harmony – Anything Could Happen”. Era a escolha óbvia, era a música que as trouxe para a final... É a música que pode levá-las a vitória. Harmonias incríveis, vocais incríveis, mais entrosadas do que nunca. As Fifth Harmony realmente são outras agora e elas, definitivamente, vieram com sede de vitória para essa final.

DUETS


Carly Rose Sonenclar & LeAnn Rimes  1  [2]  3  4  5
Não me entendam mal, eu adoro a Carly e a LeAnn… Individualmente. Carly começou super bem, com ótimos vocais, mas quando LeAnn entrou tudo virou uma bagunça, notas altas se desencontrando, as vozes não combinaram. Não era possível nem identificar a letra da música. Com certeza a pior apresentação da Carly... Bem na final.


Tate Stevens & Little Big Town – Pontoon  1  2  [3]  4  5
Me conta quem decidiu que Tate ia cantar essa música que eu vou atrás pessoalmente. A única coisa que me fez aguentar até o final da apresentação foi essa review, pelo contrário não teria conseguido. Música chata, Tate desafinou pela primeira vez e a voz dele, definitivamente, não se encaixou na música... Mais um péssimo “dueto”.


Fifth Harmony & Demi Lovato – Give Your Heart a Break  1  2  3  4  [5]
E aí, pela primeira vez no The X Factor USA, um “dueto” dá certo. Muitos podem não gostar, mas Demi Lovato tem uma voz incrível e isso não se pode negar. Demi Lovato junto com o Fifth Harmony foi algo realmente sensacional. As vozes das garotas se mesclaram perfeitamente, foi uma apresentação divertida e mesmo Demi Lovato ter tido bastante destaque na apresentação isso não tirou spotlight das garotas, muito menos de Dinah que encerrou a música com mais uma de suas notas incríveis. Nem liguei por ser a segunda música da noite que as garotas já cantaram anteriormente, até porque foi bem diferente da primeira vez.

$5 MILLION DOLLAR SONG


Carly Rose Sonenclar – Hallellujah  1  2  3  [4]  5
Carly provou nessa apresentação o porque dela ser, e sempre foi, a favorita para o prêmio. Um show de controle vocal e beleza. Aí vocês se perguntam, por que então você não deu nota máxima? Hallellujah é uma música extremamente emocional, com muito significado, e a Carly ainda não tem bagagem suficiente para entregar uma apresentação... Faltou aquela coisa que dá arrepios.


Tate Stevens – Tomorrow  1  2  3  [4]  5
Sou suspeito para falar dessa apresentação, porque sou fã da música. Tate a executou muito bom e é a prova de um candidato constante, que quase nunca decepcionou. Mas aqui digo a mesma coisa da Carly, faltou o fator 5 milhões de dólares, aquela emoção que eles deveriam estar colocando nas apresentações.


Fifth Harmony – Let It Be  1  2  3  [4]  5
Não fui o maior fã da escolha musical… Se teve uma coisa que as trouxe até aqui foram as músicas pop atuais e mudar isso bem agora me incomodou um pouco. Mas deixando isso tudo de lado, as garotas fizeram um trabalho incrível, Dinah e Camila dominaram e foi uma delícia de assistir e de escutar.



Acho que, de longe, essa foi a melhor noite que o The X Factor americano teve em toda sua história de live shows, a disputa foi apertada, mas se eu fosse escolher, meu Top 2 seria Carly Rose Sonenclar e Fifth Harmony, mas como não sou eu que escolho, as coisas foram um pouco diferentes.

O Fifth Harmony, infelizmente, ficou com o terceiro lugar. Estava torcendo muito por elas e acho que seria uma grata surpresa vê-las pegando, pelo menos, o segundo lugar, mas ainda coloca muita fé nelas e espero que elas façam muito sucesso. E claro, vê-las pegando algo como o segundo lugar quando os favoritos de Simon era, claramente, o Emblem3 seria lindo.

No final das contas, o que muitos não esperavam aconteceu. Tate Stevens foi coroado o vencedor do The X Factor, passando a perna em Carly Rose que sempre foi a grande favorita, mesmo Tate tendo pego o primeiro lugar diversas vezes no ranking.



A verdade é que a produção da final foi bem fraca. Não teve apresentações relevantes, não teve grandes participações dos ex-acts. A primeira temporada por pior que tenha sido fez uma final 30 vezes mais digna do que essa.

Mas essa foi a segunda temporada de The X Factor. Instável, mas ainda melhor que a primeira. Com um ar renovado e bem mais divertida, com um ótimo quadro de jurados, mas não tanto assim quando se tratavam de mentores e quando achavam que eram melhores que todos os outros, inclusive melhores que seus acts.

LA Reid já confirmou sua saída, o que me deixa feliz, já que nunca gostei dele. Mas também não acredito que Britney continue. Ela foi contradada para alavancar a audiência e não conseguiu isso, seu contrato obeso também não deve ajudar muito. Acredito que Demi continue, mesmo com todos os seus erros, até porque acredito que ela trouxe mais audiência para o programa do que a própria Britney e Simon gosta bastante da garota. Só nos resta saber quem vem para completar a bancada ano que vem.

Muito obrigado a todos que me acompanharam nesta temporada de The X Factor, nos vemos de novo ano que vem!

Talvez Você Curta

4 comentários

  1. Discordo na parte de Carly não ter passado emoção em Hallellujah, me arrepiei todo com ela cantando, e achei uma das melhores apresentações vocal dela, PERFEITA.

    Mas mesmo assim, ótima review ;)

    Obs: Nunca que Demi trouxe mais audiência que Britney, antes de começar o x-factor tudo que se falava era ver como seria Britney julgando, depois mudou pra como Britney vai se sair nos lives shows e ajudando seus acts, etc...

    ResponderExcluir
  2. eu acho que de início a Brit poderia até ter sido a principal aposta e o que levou muita gente a assistir, mas no decorrer do programa até o final, eu acho que a Demi segurou muito melhor as pontas. Mesmo não sendo muito boa como mentora, ela era divertida e crítica na medida certa, trazendo um certo ânimo pro programa junto com as 'brigas' com o Simon. Já a Brit eu achei que ficou meio apagadinha e que a participação dela não fez a grande diferença como se esperava. Bom de qualquer forma é a minha opinião, hahhahahha..a review tá excelente, e concordo que esperava mais do último episódio !

    ResponderExcluir
  3. E acabou sendo, quando que essa mula vai falar alguma coisa. 1000000000 vezes a Demi, péssima mentora, mas excelente jurada, e a Britney, deixa pra lá....

    ResponderExcluir
  4. "quando que essa 'mula' vai falar alguma coisa" Olha o nível da criança kkkk, tenho até medo, pelo menos Britney conseguiu ir até a final com um act, já a Demi...

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe