Modern Family 4x14: A Slight at the Opera

sexta-feira, fevereiro 08, 2013

E foi assim que eu me senti ao terminar esse episódio de Modern Family.

Modern Family nos entrega mais um episódio hilário. E eu penso que somente essa frase basta para relatar o meu sentimento sobre a série, e por extensão, a temporada. Tudo foi tão consistente com o que vínhamos acompanhando, que não pareceu apenas mais um episódio avulso. Esse humor único que Modern Family nos presenteia, descontraído, porém ao mesmo tempo cheio de críticas à sociedade, é um deleite.

No episódio de hoje, chamado “A Slight at the Opera”, tivemos as mais diversas situações hilariantes, e eu sinto muito respeito pelos roteiristas que conseguem desenvolver tudo isso em apenas 20 minutos. Quero começar falando que foi muito engraçado ver Claire não se tocando que Haley e Dylan estavam começando a “formar” uma família. Ela estava muito ocupada tentando forjar um acidente trágico. Eu vou confessar que já tinha esquecido que a Haley ainda estava com o Dylan    . Mas eu sempre gostei do garoto, principalmente depois do episódio da viagem à Disney.

Outro plot interessante foi o da peça (dai o nome do episódio). Cameron sempre foi obsessivo com esse tipo de coisa e esse é um lado muito caricato dele que eu gosto bastante. A única coisa que eu não sabia era que o Luke tinha vocação para cantor. Achei muito cortês da parte do Manny deixar o Luke ser o astro principal da peça. O melhor mesmo foi a crítica mirim aparecer e o Cameron achar que uma crítica negativa no Jornal da Escola iria acabar com a sua carreira.

A outra parte do episódio foi dedicada ao golfe, musicais que fracassaram e relação paternal. Phil, como sempre, precisa da ajuda do Jay para alguma coisa. Dessa vez é aprender golfe para poder fechar mais contratos. O que ele nem Jay esperavam era que Mitchell iria aparecer acompanhado do Peper, para disputar uma partida. Todo mundo ali sabia que aquilo não era somente um jogo, mas sim uma vingança do Mitchell contra o pai, que nunca o apoiou em nada. Achei essa parte um pouco dispensável, admito, mas amei as cenas finais com todo mundo chorando e querendo abraçar os seus respectivos filhos.

Maturidade talvez seja a palavra que melhor define esta temporada. Nós tivemos um ápice, a 1ª temporada, e depois a série veio decaindo... Até chegar na 3ª, que foi algo à parte, muito diferente do que a série veio apresentando até aquele momento. Não vou usar a palavra ruim, porque isso ela não foi, mas talvez nem de longe tão boa quanto o resto da série. A série aprendeu com os seus erros e inovou. Hoje acho que a série tem tudo para continuar a melhorar, o gráfico atual de Modern Family é uma curva, basta torcermos para que esse gráfico não esteja na mesa de um planejador de montanhas-russas.

Observações:

- Não poderia acabar essa review sem comentar as cenas da Gloria e da Alex. Amei as tiradas da menina para cima da vó (ou seria a madrasta da mãe dela?), e as suas troladas sensacionais.

- Papai apareceu nos 46 minutos do 2º tempo, será que ele vai ficar para mais alguns episódios?

Talvez Você Curta

2 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe