Nikita 3x09: Survival Instincts

domingo, fevereiro 03, 2013


“Sometimes, no matter how much you wanna help someone, you just can't.”

É quase uma verdade absoluta, o ser humano receia mudanças. Quando eu falo de mudanças, não estou me referindo a uma troca de celular ou geladeira, são as mudanças drásticas que o homem tanto evita. Algumas são para melhor, outras nem tanto, mas as piores normalmente vem contra a nossa vontade, são inesperadas e problemáticas. Não era dúvida para ninguém que a mão do Michael seria um problema e que o personagem precisaria de ajustes, mas estou impressionado como a série conseguiu trabalhar essa trama de forma correta. Nenhum drama em excesso, nenhum drama escasso.

“Survival Instincts” foi sobre amor e como ele nos afeta. Eu achei que ficou muito clara a intenção do roteiro, já que tivemos a volta do parceiro romântico da Alex, Sean. Mas eu fiquei sinceramente emocionado apenas com as cenas finais entre Michael e Nikita, porque se você olhar para trás, irá ver o quanto os personagens se desenvolveram e evoluíram. Quem não se lembra da 1ª temporada, que está tão fresca nas nossas mentes, onde único trabalho do Michael era caçar e eliminar nossa amada Nikki?

Para os que se esquecem das coisas num piscar de olhos e já não se lembravam mais o porquê do clima frio entre Alex e Sean, eu vou recordá-los. No episódio três dessa temporada, True Believer, Sean resolveu sair da Division porque temia que o Governo eliminasse todos que ali trabalhavam, como ele não é bobo, convidou a Alex para se juntar a ele. Ela, obviamente, não aceitou e ficou esse clima estranho entre esses dois, que já não se viam há um mês. Achei ótima a cena final com a “cota de pegação da CW”, porque já fazia algum tempo que não víamos mamilos e abdomens na série. Item essencial pra quem que quer se manter nessa emissora. Hart of Dixie, que todos afirmam ser a concorrente direta de Nikita em relação às séries que irão ser canceladas esse ano, tem 20% de shirtless durante o episódio, digo e repito, tá na hora de Nikita aumentar isso aí.

Já o caso da semana envolveu um ex-treinador da Division, que era especializado em sobrevivência em ambientes inóspitos e hostis, Ray. Em minha opinião o caso foi bem aquém do que estamos acostumados, com alguns furos, como por exemplo o policial baleado no tórax que volta a ativa no dia seguinte; Sim, ele podia estar de colete, mas eu revi a cena três vezes e não foi o que me pareceu. Também fiquei irritado com essa recente mania de “picar” as coisas para deixar tudo melhor explicado (coisa da CW, aposto), como por exemplo o Owen se fazendo de burro: “Hum, então quer dizer que se um homem supostamente morto aparecer vivo vão fazer perguntas... Oh, e pode chegar na Division >:o”

Já falando no Owen, tudo indica que ele irá aparecer mais nos próximos episódios, já que o Michael parece decidido a não ir mais para o campo por causa da sua mão. Eu não fiquei surpreso quando o Birkhoff falou que poderia ter uma alternativa, porque ele me parecia muito evasivo sempre que alguém perguntava de uma alternativa. Voltando para o Owen, eu acho que ele não é um parceiro tão bom quanto a Alex, que ainda está na reabilitação. Espero que logo ela volte ao campo.

Observações:

- Amanda, por onde andas e o que estás fazendo?

- Tanto amor sobrando nesse episódio e esqueceram de colocar um pouco de Birk e Sonya.  

Talvez Você Curta

4 comentários

  1. Não curto esse Sean, moh sem graça.

    ResponderExcluir
  2. As coisas foram "picadas" por um motivo. O Owen não estava na reunião onde alguns descobriram que o governo iria acabar com a Division caso ela fosse descoberta. E naquele momento ele percebeu isso pela conversa.

    ResponderExcluir
  3. Mas não precisa saber que o Governo quer acabar com a Division. Se um homem que deveria ter sido morto pelo Estado aparece, isso vai chegar na Division, o que com ou sem Governo querendo atacar, é ruim.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe