The Voice AU 2x21: Live Finals Part2

sexta-feira, maio 31, 2013


E aí? Será que emocionou?

É incrível, semana sai semana entra e The Voice Austrália não decepciona, continua a impressionar e se reinventar. Em um panorama geral o que vemos são os candidatos tentando a todo tempo se reinventarem e mostrarem sua versatilidade como artistas, e quem não tem feito isso tem ficado para trás na corrida pelo ouro. Muitas vezes parece que a competição está definida, que já existem grandes nomes em cada time, aí somos surpreendidos pelos outros, em uma semana em que os favoritos não vão muito bem. É sensacional! Além de sermos sempre presenteados com grandes vozes e apresentações a franquia australiana também não perde sua emoção e surpreende ao entrar na reta final do jogo. 

A dinâmica dessa semana foi muito bacana e permitiu dividir o programa em dois blocos a parte "um barzinho um violão"-"uma eliminação uma canção", com os quatro salvos na semana passada se apresentando em performances bem intimistas e sem muitos efeitos, com a exceção de Alex Gibson que foi muito "WTF", e a segunda parte aonde contamos com as outras apresentações em geral, entre elas o melhor vocal de Celia Pavey até agora na competição, a ousada e sensual performance de Miss Murphy, E todo  o carisma de Harrison Craig conquistando mais uma vez nossos corações.  


A Noite começou com a eliminação de Caterina flop Torres e mais um pimp de Luke Kennedy, só que dessa vez sem merecer. O cantor continua na linha pop anos 80/90 com a intensão de provar que também consegue ser versátil. Eu digo que novamente para mim não funcionou. O cantor não foi bem, forçou a voz em alguns momentos, e digo mais, Simon Meli teria feito um trabalho muito mais interessante com essa música. No refrão eu quase não ouvia a voz do cantor, só ouvia o back vocal. Enfim, mais uma semana de escolhas erradas pode custar ao candidato a sua vaga na final, é preciso tomar muito cuidado nessa hora.


E depois da já esperada eliminação de Tim Morrison, tivemos a impecável e passional performance de Sr. Steve Clisby. Nossa, que voz, que ternura, que performance envolvente, é incrível como é tudo muito classudo e bonito de se ver quando ele sobe ao palco. "New York State of Mind" foi um daqueles acertos que você fala... Aí sim hein Delta! Acho que não gostava tanto de nada dele desde "Walking in Memphis", os baixos registros que ele tentou buscar no final da canção também foram ótimos. Enfim, fica aqui a minha torcida para que possamos ser presenteados com mais uma semana desse grande talento na competição.


Depois tivemos o momento WTF da competição. Após a acirrada briga entre Jac StoneMitchell Anderson para ver quem continuava na competição, vimos Seal pela primeira vez na competição meter os pés pelas mãos. Há algumas semanas já que ele vem tentando realizar uma mudança no perfil de Alex Gibson que sinceramente não sei se o rapaz se sente muito confortável com isso. Porém, essa semana o treinador levou tudo à níveis muito grotescos, o que foi o plot da academia? Isso sem contar a apresentação, acho que toda essa reformulação do cantor fez ele perder muito do encanto que tínhamos por ele, que era a sua fragilidade, e que acreditem se quiser, se ele tivesse investido nesse seu lado mais frágil, teria combinado muito com a música. Não gostei, flopou em um momento em que não podia flopar e vai deixar a competição. 


Fechando o combo das eliminações da noite tivemos a triste e já decretada saída de Michael Paynter da competição. Sério, eu fico abismado, como que Joel Madden conseguiu pegar um candidato que era favorito a ganhar a competição e deixá-lo sair no primeiro "Live Show"? Sinceramente não sei o que dizer, a única explicação que tenho é que foi de propósito, para que Danny Ross pudesse reinar! E como reinou hein! Em uma das apresentações mais emocionantes da noite o cantor novamente matou no peito mais um classicão, dessa vez Neil Young, e nos presentou com uma performance linda e de fazer chorar até o mais durão dos espectadores. De flop para franco favorito à grande final, quem diria hein?! Muito bom!


E abrindo os trabalhos das apresentações dos salvos pelo voto popular, tivemos todo o glamour e talento de Miss Murphy, em sua poderosa e cativante performance de "Killing Me Softly". Nossa, para mim foi catártico! A muito tempo que venho esperando por uma performance assim, mais ousada dela, e aquele R&B da semana passada só me deixou com mais água na boca. Foi muito bacana ver a cantora pela primeira vez dançando no palco, deixando aquele perfil velho e estático para trás. Ela estava bonita, sensual, arrasou no vocal como sempre e simplesmente hitou. Palmas à Rick Martin e todos os envolvidos na mudança.



Semana sai semana entra e honestamente não consigo entender como que Michael Stangel ainda continua na competição. Se fosse na franquia americana eu super entenderia, sua história tem um super apelo emocional, etc. Então fica a ideia de que ele só continua aqui porque não tem nada melhor! Não é supresa para ninguém que o #TEAMJOEL é o mais fraco, e como toda semana alguém vai mal e flopa, ele sempre acaba sobrevivendo por manter uma certa constância em suas apresentações. Constância que acabou ficando chata com o passar do tempo, todo programa parece que ele está cantando a mesma música, não inova, não sai do lugar. Não coloco a minha mão no fogo, mas acho que até as seminais ele não chega.


Quem também não sai da zona de conforto e está começando a me irritar é Celia Pavey. Nossa eu lembro que quando começou a temporada, não se falava em outra coisa, só nessa menina, Harrison e Luke eram meros coadjuvantes perto dela, mas Delta veio desgastando tanto a imagem dela de lá pra cá, não inovando, fazendo a mesma coisa toda semana, que hoje já não possui mais nem 50% do favoritismo que tinha. Para a  sua apresentação essa semana ela escolheu um cântico igual em sua "Blind Audition", a música explorou muito bem os seus vocais, acho que desde "Scarborough Fair" que não via ela cantar tão bem. Porém, para mim não basta, para Celia voltar a ser uma grande favorita na competição, tem que voltar a nos surpreender, assim como fez no início da temporada, e o que mais me frustra é que ela tem muita coisa bacana no Youtube, Gorillaz, Regina Spektor, Beatles, Adele, nossa! Custa fazer algo mais atual no programa?


Quem também não foi muito bem das pernas no segundo "Live Finals" foi Kyiomi Vella. A moça que tinha arrasado e feito uma das apresentações mais inesquecíveis semana passada, não conseguiu acertar na escolha musical essa semana. Melhor, conseguiu, só que a versão meio que deixou a desejar. Acho que a música do The Naked and Famous é a cara dela, indie, agitada, contagiante, eu só não entendi o porque dela e Joel Madden optarem por essa versão mais intimista da canção. A voz dela é linda e todos nós sabemos, mas acho que o que todo mundo quer ver é a artista, e o que ela irá trazer "de novidade".


Se Alex Gibson esqueceu de nos emocionar essa semana e nos levar para aquele lugar que só ele consegue fazer, Mitchell Anderson se encarregou disso. Se ele já tinha dado um show ao som de Beatles, essa semana então ele deixou o seu coração no palco ao cantar linda "What Becomes of The Broken Hearted". E o bacana é que mesmo o cantor fazendo uma apresentação emotiva e mais passional (em homenagem a sua mãe), nada consegue ficar intimista e pequeno ao som de sua voz, é tudo sempre um show e incrivelmente profissional. Ponto para o cantor que com certeza volta na semana vem.


Após a dubiosa escolha musical para Jackie Sannia na semana passada, Delta Goodrem resolveu se redimir do fatídico episódio e colocou a menina para cantar Natalie Imbruglia. Acho que tanto eu quanto vocês tínhamos um conhecimento muito limitado em relação à cantora, bem como a candidata, que apesar de nunca ter ouvido falar ada música, assumiu a tarefa, e carimbou que o palpite de Delta estava correto. A música caiu como uma luva para a sua voz, por mim eu ficava o dia inteiro ouvindo a sua versão de estúdio. A menina que ficou para trás na outra semana, encostou em Steve e pode ter garantido seu lugar na semifinal.


Para a sua semana de despedida Simon Meli, o grande rocker da competição, resolveu mostrar um lado mais sensível da sua música, e para um rockeiro fazer isso não existe escolha melhor do que Elton John. Cá entre nós... Caroline who? Sério, o cantor deu um banho na versão da americana. Além de demostrar toda uma sensibilidade, que eu não esperava de sua performance, não perdeu em momento algum sua personalidade e carisma com o público. É isso que eu falei na semana passada, o cantor conseguiu fazer tudo que Delta propôs para Tim Morrison e ele não conseguiu. Infelizmente já era tarde demais para o cantor reverter o jogo e a sua carta como terceiro lugar no #TEAMRICK já estava marcada.


E para fechar a noite o melhor estava guardado. Essa semana além de toda a emoção que estamos acostumados a sentir nas apresentações de Harrison Craig tivemos um fator surpresa... Sua apresentação foi mais divertida do que nunca. O cantor subiu ao palco com um único propósito, provar que conseguia ser o melhor no estilo, afinal com ele cantando Michael Bublé e Luke cantando George Michael, o embate entre os dois candidatos ficou bem claro para o público. Pois é, novamente Harrison saiu na frente, sua voz, seu carisma, sua presença de palco, é tudo extremamente encantador, devo confessar que até a sua tentativa frustrada de fazer uma dancinha no palco me cativou, seu carisma é tanto que não tem como resistir.


No mais é isso meus caros, foi um a ótima noite de apresentações e tirando a corrida isolada de Harrison Craig pelo ouro no #TEAMSEAL, parece que depois dessa semana o meio de campo realmente embolou nos outros times. No #TEAMDELTA Celia Pavey vem se desgastando semana após semana, Steve e Jackie continuam muito empatados e a cada semana crescendo mais, embolando o meio de campo. No #TEAMRICK Miss Murphy encostou muito em Luke Kennedy, que não tem feito muito bem no pop, e já não coloco mais a mão no fogo por ele. #TEAMJOEL então não tenho nem o que falar, uma semana um está na frente e o outro flopa, na outra o que flopou entra no top10, tudo muito embolado e realmente não existe a possibilidade de fazer previsões, não existem favoritos, qualquer avulso pode chegar as finais.

#TEAMJOEL como eu disse está muito confuso. Com a eliminação de Michael Paynter, que era o front-runner da equipe, as coisas ficaram bem embaçadas no time e já não sabemos mais quem pode chegar as finais. Depois de fazer Bjork semana passada, eu super achei que Kiyomi Vella estava na frente, mas com a fraca performance dessa semana ela viu não só Danny Ross alcançar o Top10 no iTunes como Michael Stangel chegar na sua cola, então existe a possibilidade até dela deixar a competição semana que vem. 

#TEAMDELTA parece que foi bem melhor essa semana conseguiu hitar todas as apresentações no iTunes, e apesar de vir perdendo o seu favoritismo semana após semana, Celia Pavey ainda é nome garantido na semifinal. A briga fica mesmo entre Jackie Sannia e Steve Clisby que tiveram ótimas apresentações, e estão super empatados no racking do iTunes, com ligeira vantagem para a menina, mas eu não me arrisco em prever uma vitória dela, afinal nós sabemos como o público australiano gosta de Steve.

#TEAMSEAL apesar de não se destacar como um todo, vem sendo bem pautado toda semana, e nessa mais uma vez o favoritismo de Harrison Craig foi confirmado. Quem foi muito bem também e carimbou o seu passaporte pelo menos até as semifinais foi Mitchell Anderson, que emocionou o pais com a sua apresentação. O grande flop da semana foi mesmo Alex Gibson, que não tem jeito, vai mesmo deixar a competição semana que vem após o fiasco que fez essa semana.

#TEAMRICK parece que resolveu embolar um pouco o meio de campo. Tinha Luke Kennedy como franco favorito para chegar às finais pelo time, mas deixou o mesmo sucumbir após duas semanas cantando pop. Ele descolou de Harrison lá em cima, e veio colar com Celia aqui embaixo, isso sem falar no detalhe que Miss Murphy quase encostou nele essa semana e começa a ser uma ameaça sólida na corrida pela grande final. Quem realmente não conseguiu sair do lugar comum foi Simon Meli, que cumpriu muito bem o seu papel até aqui, como terceiro do time, mas não conseguiu surpreender e semana que vem deve deixar a competição.

Ficamos por aqui então, sabendo que essa semana não teve nenhum save, e que o sistema de eliminações será igual ao dessa semana, ali nos quarenta e cinco do segundo tempo. O que achei bom, porque assim mantém um suspense maior sobre quem está indo favorito ou não para a final, não fica sem graça igual na primeira temporada em que todos os que foram levados pelos coaches para as semifinais, não conseguiram chegar ás finais. Semana que vem estamos de volta para comentar as semifinais do The Voice AU, até lá!


Talvez Você Curta

10 comentários

  1. Eu não acho q a Celia esteja degastada, eu acho que as coisas estão emboladas sim, mas mesmo com a péssima escolha da Delta ela , junto com o Luke e o Harrison, estavam com 3 músicas no top100, é só a Delta escolher algo melhor! Mas eu estava vendo a edição e parece que a Delta tava querendo o velhinho que canta bem ao invés dela, mas agora nessa ela chegou e falou acho q vc tem potencial para ganhar isso e acho q ela vai melhorar na próxima semana. Quanto a kiyomi acho q ela fica pq ela tava com duas músicas no top100 enquanto os outros com apenas uma e como as outras músicas tbm contam, acho q ela ta na vantagem hahaha espero.
    Eu concordo com vc quando vc fala q o team Joel é o mais fraco, mas pra mim são as apresentações mais esperadas, eu amo a kiyomi e o Danny ross, acho que dos outros times gosto assim só da Miss murphy.
    Aguardo sempre a sua review vê se faz isso mais rápido guri, ninguém q eu conheça assisti, sinto como tivesse discutindo o episódio com um amigo hahahaha
    valeu! #momentoforeveralone

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkk acontece, só demoro um pouco porque o site do the voice au demora para disponibilizar os videos, mas assim q disponibiliza eu posto aqui. rsrs O que foi miss murphy essa semana hein?!

    ResponderExcluir
  3. foi muito bom!! mas cá entre nós este prêmio ta mais pro Harrison, luke e celia. Eu não acho q Harrison seja tão favorito assim, pode ser muito da canção, pois antes só dava celia, depois só Luke e agora é harrison liderando itunes. Eu acho q foi a escolha musical q esta interferindo nestes resultados! Ta tudo muito legal e imprevisível diferente das outras franquias e do ano passado q eu sabia q a karise ia ser a campeã na blind audition hahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Mas o meu preferido é o team joel, kiyomi e dany ross ta na minha playlist até hj hAHAHA

    ResponderExcluir
  5. Cara, dá pra resistir com tanto talento sambando na cara da sociedade?
    Eu concordo contigo em todas as apresentações, e ainda acrescento: A verdadeira campeã é Celia, porque era desconhecida do público até antes do show. E Harrison também era, eu sei, mas pimparam ele desde o começo com sua história. Luke já é bem conhecido no meio artístico de lá, já fez musical e tudo. Por isso a verdadeira campeã é
    http://userserve-ak.last.fm/serve/500/88865773/Celia+Pavey+celia.png
    http://www.youtube.com/watch?v=XGzsPcpCeAA

    ResponderExcluir
  6. Realmente The Voice AU sempre se reinventa e a cada semana ,os cantores nos surpreendem ....para o bem ou para o mal..
    .pois essa semana alguns me surpreenderam negativamente... veja o Luke, não foi bem não... cadê a potência da voz dele? sei não... essa semana periga dele sair... e o Alex Gibson? que começo que foi aquele? desafinou demais... e a Kiyomi? eu tambem estava na fissura depois da semana passada... não foi mal... mas estava esperando uma outra performance daquelas.
    E teve os grandes destaques : Harrison, adorei . esse menino é extremamente carismático ! Danny Ross foi bem demais! Depois dessa noite, com certeza ele fica. Mitchel Anderson tbm arrasou! E Miss Murphy ? que voz !! ( apesar daquele rapper que o Rick colocou... o Joel tirou as palavras da minha boca... para que aquele cara?!) E o Steve Clisby? Adoro!
    A Celia , adoro a voz dela, mas precisa dar uma sacudida mesmo nela, ah esqueci de falar, a música que ela cantou semana passada , Jolene , me fez ouvir novamente o Cody Belew.... aquele sempre arrasava em cada apresentação.
    acho q essa semana fica assim:
    Team Rick: Miss Murphy e Simon Melli
    Team Seal: Harrison e Mitchell
    Team Joel : Danny e Kiyomi
    Team Delta: Steve Clisby e Celia

    ResponderExcluir
  7. cho q vc está certa no placar, apesar de querer q Jackie fique tbm! rsrs ñ quero q ninguém saia, são tds mt bons! Mas Miss Murphy foi espetacular! rsrs

    ResponderExcluir
  8. tenta ver samson da celia no youtube, é lindo!

    ResponderExcluir
  9. Todos são bons mesmo!! E cada um ao seu estilo ,não é q nem no US, que pelo jeito vai ser country ,,,

    ResponderExcluir
  10. Parabens, Jairo... muito bons comentários. concordo com tudo qur vc postou...

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe