Hawaii Five-0 4x02: A'ale Ma'a Wau

quarta-feira, outubro 09, 2013

Que refúgio belo na China! Seria uma pena se…


Quem se perguntava sobre a situação de Kono e Adam teve a resposta logo no início do episódio. Num flashback que quase enganou, as cenas do casal minutos antes de Kono receber o aviso do primo de que a porra ficaria séria  Yakuza sabia o paradeiro dela e de Noshimuri foram só amor. Bem, depois da pancadaria da diva com os japas (alegria ver Kalakaua em ação!), Adam tentou dar um perdido na moça para protegê-la mas não teve jeito: a eterna membra do time Five-0 irá até o inferno com o ex-Yakuza. Ou assim nós shippers esperamos.

Esse foi só o aquecimento de um episódio com a boa e costumeira dose de socos e pontapés. Pelo visto, Peter Lenkov e sua turma avaliaram o que dá certo na série e estão apostando nisso. Assim, no segundo episódio dessa temporada foi usada a fórmula mágica: ação, DRs de McDanno, humor e excentricidade de Kamekona e Max, tensão com a trama principal e muito sol, ondas e biquinis.

No caso da semana, um texano bem estereotipado já deu início ao capítulo tirando de cena o aparentemente inocente rapaz que o buscara no aeroporto. Com a destreza do “Sr. Smith” (Tim Daly), tudo indicava que seria um caso de gangues, mafia e etc. Ahm... não.

Claro que só McGarrett e seus colegas para resolver o mistério. E foi direto da partida de beisebol em que o time de Gracie (patrocinado por papai Danny e tio Steve) perdia para o dos pupilos de Catherine que o atual trio Five-0 teve de sair para começar a investigação. O destaque vai, é claro, para os momentos cômicos no campo. Steve e Danny voltaram inspirados para lavar a roupa suja em qualquer lugar!

E falando em roupa suja, foi basicamente o que o ex de Catherine, Billy Harrington (Justin Bruening), levou para lavar na conversinha com Steve sobre o futuro da carreira da moça – já tinha até esquecido que ela tinha uma, a propósito. O conflito ganhou bastante destaque, sendo resumido em: Steve concordando que a namorada trabalhasse pro ex; o ex querendo o apoio de Steve; Catherine com medo de topar a parada porque deve no cartório; Danno colocando lenha na fogueira. Nada tão emocionante quanto a investigação da semana.

É, porque a coisa começou a ficar mais complexa quando descobriram que Joe Smith era na verdade Ray Harper, um policial. Por que estaria o texano matando vários e apavorando geral? (vide a cena da manteiga de amendoim).

A resposta para essa pergunta só não era mais esperada que o resultado do teste de DNA entregue por Max, logo no início do capítulo. Claro que foi Danno quem levantou a bola, depois de perceber que o parceiro estava escondendo algo. E não rolou muito suspense: Wo Fat não é irmão de Steve e ponto final. Quer dizer, reticências. Qual é a de Doris McGarrett nessa história, então?

Enquanto ficamos sem saber, nos contentamos com os desdobramentos do caso Smith/Harper. Sem perder a pose de Chuck Norris do Texas, o tiozão demorou para revelar ao pessoal da Five-0 Task Force que suas atitudes tinham um motivo nobre. Acontece que Amanda (Kristi Lauren), filha de Harper, havia se envolvido com o rapaz errado – mais babaca do que perigoso – e acabara sendo sequestrada por conta de uma entrega de grana aos bandidos que dera errado. Ninguém sabia o paradeiro da jovem e o pai estava disposto a matar o presidente para descobrir.

Com a conversa de policial do bem de McGarrett, Harper acabou topando fazer parte da operação de resgate de Amanda. O namorado perdedor serviu de isca e todos chegaram aos criminosos para buscar a princesa. Só que... em H50 nem sempre tudo é fácil, e a menina Amanda havia sido vendida pelos traficantes. Resultado: muito tiroteio, pancadaria e sede de justiça.

Sem muito lenga-lenga, como já é comum na série, o caso foi solucionado. O time Five-0 + Harper encontrou Amanda no contêiner antes que este fosse para além-mar e todos foram felizes para sempre.

O felizes para sempre inclui Steve e Cath em uma cena romântica com a aparente resolução do conflito sobre o novo emprego da morena; Gracie ganhando a partida de beisebol, infâmia já esperada do episódio; e a alegria de Danno com o feito histórico da filha – e o novo possante já estreado por McGarrett.

As maiores emoções virão das aventuras de Kono e Adam e das polêmicas a serem desvendadas sobre Doris-Wo Fat. Mas, é possível que sejam lançadas em doses homeopáticas na temporada. Por enquanto, um bom episódio, ideal para matar as saudades que ainda existem no início do novo ano da série.

Talvez Você Curta

5 comentários

  1. Queria que o Steve levasse a Cath pra 5.0 .

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha deixado de assistir H5-0 depois do pessoal do seriemaniacos abandonar as reviews. Não desista, eu vou por em dia e comentar :)

    ResponderExcluir
  3. Ok, não desistirei. Faça o mesmo: continue assistindo ;)

    Obrigada pela leitura e pelo apoio moral rs ;*

    ResponderExcluir
  4. Não acho que ela mereça. Mas, sou suspeita pra falar, não suporto a personagem. :P

    ResponderExcluir
  5. Eu já sou suspeitar por adorar. Aquele corpicho, aquele carrão e acho-a muito meiga.rs

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe