Revenge 3x05: Control

quarta-feira, outubro 30, 2013


Para ter novamente o controle, às vezes precisamos abandona-lo.


Às vezes, pra não falar todo tempo, fico impressionado com a qualidade que Revenge apresenta semana após semana. Não vamos considerar muito a 2ª temporada, mas vamos nos focar mais nesta 3ª. Não importa se o episódio tem eventos fantásticos, sambadas ou acontecimentos que elevam ainda mais o nível de expectativas, a série consegue intercalar episódios com ritmo mais, digamos, frenético com episódios mais tranquilos e mesmo assim, o nível de expectativa continua o mesmo.

Depois de todo o plano construído desde o início da temporada até o episódio passado ter ido pelo ralo, em Control vimos as coisas começando a voltar ao eixo. Por um momento achei que veríamos o fim do relacionamento entre Emily e Daniel. Mas com uma grande reviravolta, Emily consegue dar a volta por cima e mostrar como é que sua banda toca. Fiquei muito feliz com esse toque dado ao relacionamento dos dois, ela contando coisas do seu passado e de como era sua família. Só achei meio estranho o cara na foto, que deveria ser o David Carke, não parecer em nada com o ator que interpreta o pai da Emily.

Paralelamente a isso, vimos o desenrolar da história da sabotagem do carro do Conrad. Adien não pensou direito no final do episódio passado e acabou soltando que o Jack foi quem tinha sabotado a Ferrari. Mas com Emily descobrindo isso, o moço teve que investigar mais e descobrir que foi o Patrick. #BOOM. Mas já falo disso. O que me deixou satisfeito foi a desculpa que o Adien deu para ter colocado a culpa no Jack. Fiquei convencido e achei válida a justificativa. Apesar dele querer o Jack longe, ele precisava da confiança do Conrad para continuar na casa, então ele uniu o útil ao agradável.

Então vamos falar o Patrick. Finalmente mostrando as garras e pra desgosto da mãe, filho de peixe, peixinho é. Fiquei completamente surpreso ao saber que Patrick tinha sabotado a Ferrari do Conrad, mas os motivos não ficaram claros. Quando Charlotte apareceu na mansão, confessando tudo, a princípio tinha acreditado, mas depois vendo o sorriso estampado no rosto de Victoria sabia que não se passava de uma armação.

Sobre Patrick ainda, ele e Nolan se pegando loucamente na piscina. Nolan fez burrada investigando o passado do primogênito da Victoria (que sabe que ele é gay), mas, mais uma vez, achei uma das melhores justificativas. O resultado foi o perdão e agora estão se amando loucamente. Mas uma coisa que esperava era que Patrick falasse para Victoria quem era a pessoa que ele tinha conhecido. Fiquei esperando por isso, porque quero ver a cara da Victoria quando descobrir que é Nolan.

Olhando para o núcleo boring da série, Jack cada vez mais próximo de Margaux (que ainda não entendi o seu sentido na série). Ela, teve o lançamento da sua revista, o que foi altamente reprovada por seu pai que inventou uma baita de uma mentira pra não comparecer ao evento. Mas no final, serviu pra Victoria falar que ela pode passar a vida sendo controlada ou aprender a controlar. Margaux, ouça a Victoria, ela sabe o que fala.

Não me canso das cenas com a Victoria. Adorei e morri de rir com ela conversando com Charlotte sobre a Emily e o Jack, produzindo os sons:
Charlotte: Jack?
Victoria: hum rhum...
Charlotte: Meu Deus.
Victoria: hum rhum...
Sem contar, que ver Victoria e Emily dialogando sempre é uma coisa fantástica e não me canso de falar isso nos textos. As duas são simplesmente as melhores personagens da série. Sem elas e todo esse ar de rivalidade, a série não seria a mesma.

Ponto1: Pra que aquela caixa preta que Emily pediu pro Nolan guardar? Seria para seu plano no casamento?
Ponto2: Viva o Daniel. Já não basta ser manipulado pela mãe, Emily sabe usar o moço e, agora, a Margaux prova ser bem persuasiva no futuro.
Ponto3: Charlotte apareceu no episódio só pra levar a culpa.
Ponto4: Parabéns para a trilha sonora. Revenge sempre acerta nesse quesito e Ribbons & Detours no final do episódio deu um toque especial nas cenas.

Então é isso! Próximo episódio é o Dissolution e vai ao ar no próximo domingo, 03 de novembro.

Talvez Você Curta

14 comentários

  1. Acredito que a foto seja da família da Emily verdadeira, afinal ela foi até a casa do Jack procurar pela foto.

    ResponderExcluir
  2. Tbm tive essa mesma impressão.

    ResponderExcluir
  3. Era a família da Emily verdadeira, afinal David Clarcke era uma figura pública ela não poderia mostrar a foto dele para o Daniel

    ResponderExcluir
  4. A foto que ela mostrou era a família da Amanda Fake, não dela, por isso ela foi na casa do Jack pegar.

    ResponderExcluir
  5. A foto, obviamente, era da Fake Amanda (ou verdadeira Emily, como preferirem, rs). Obviamente ela não poderia mostrar foto do David Clarke, senão denunciaria sua identidade. O que não faz sentido é o fato dessa foto está guardado na casa do Jack, já que só recentemente ele descobriu toda verdade. Será que após a morte, ele nunca mexeu nas coisas dela e viu a foto?? Na epoca ele ainda achava que ela era Amanda. Faria mais sentido essa foto estar guardada em poder da propria Emily.

    ResponderExcluir
  6. Não tinha prestado atenção nisso.
    Valeu pelo toque!

    ResponderExcluir
  7. Não tinha prestado atenção nisso.

    ResponderExcluir
  8. Realmente, não tinha prestado atenção nisso.

    ResponderExcluir
  9. Sobre a foto, não tinha reparado em ser a verdadeira Emily.


    Eu achei estranho essa questão da foto, por isso que falei sobre ser o David Clarke. E o que você falou faz sentido, se as duas trocaram de identidade, acredito que seria muito arriscado as fotos do passado verdadeiro das duas estarem cada uma com a sua.

    ResponderExcluir
  10. Pois é, rs. É o tipo de furo em Revenge, que aparentemente pode passar despercebido, mas eu tava vendo os coments pela net e todo mundo comentando sobre essa confusão! Lol
    Mas o Jack é tão mané, que é capaz de mostrarem um flashback dele pegando a foto na mão e nem prestando atenção que a pessoa na foto nao é o David Clarke kkkkkk

    ResponderExcluir
  11. não foi o pai da Margaux que inventou uma mentira... ele simplesmente disse que não iria, foi ela que inventou a mentira pras pessoas, por vergonha... e tem esse lance da foto... cara, vc realmente assistiu ao episódio????

    ResponderExcluir
  12. Assisti sim, não é pra menos que escrevi o texto. Só não ficou claro pra mim esses pontos.


    E como conversei com o Wander abaixo, se as duas trocaram de identidade, não seria um risco as duas manterem fotos verdadeiras de seus pais?

    ResponderExcluir
  13. Discordo de você nesse ponto tbm...
    Elas não são máquinas, são pessoas... o fato de terem trocado de identidade não muda o que viveram ou sua relação com o passado... ou vc não acha que o passado da Amanda real define toda a sua personalidade e presente?! Ela é extremamente ligada ao pai e não consegue se desvincular dele... tanto é que manteve por muito tempo a foto tirada dele na cadeia, no dia em que ele morreu!
    Acredito que com a Amanda fake seja a mesma coisa... o fato de ela ter mudado de nome não a faz simplesmente se esquecer da própria família e é bastante coerente que ela tenha mantido uma foto dos pais!

    ResponderExcluir
  14. Eu não discordo de você. Mas acho que se está numa trilha de vingança como o da Emily, qualquer erro pode ser fatal. E deixar Amanda ter uma foto dos verdadeiros pais assim, tão fácil de ser achada, põe em risco tudo.


    Se fosse uma coisa escondida, como toda a caixa da Emily fica, acreditaria mais, mas isso não me convenceu.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe