Agents of S.H.I.E.L.D. 1x08: The Well

sexta-feira, novembro 22, 2013


O fundo do poço.

Creio que muitas pessoas estavam ansiosas para este episódio de Agents of SHIELD, a trama que seria ligada ao filme do Thor trouxe várias pessoas a verem, ou voltarem a assistir a série, e espero que tenhamos mais tramas relacionadas, como com o próximo filme do Capitão América, que será bem focado na SHIELD. Mas ainda assim, haviam algumas pessoas que, como eu, estavam preocupadas em como seria desenvolvida as coisas para fazer com que a “trama do filme” de encaixasse a série... A verdade é que, ao terminar de ver o episódio é notável que tudo foi apenas uma sacada de Marketing e teria sido qualquer outro episodio com ou sem filme do Thor, e ainda assim teria sido um fantástico episódio.

Claro que, se quisessem ter mesmo feito um crossover com o filme poderiam ter facilmente colocado Darcy (a interna) e seu interno ali, isso sim teria sido um crossover e teria sido interessante de se ver, porém não foi o que vimos, então tudo, como sempre, foi apenas referenciado e vimos apenas um cenário do filme, totalmente destruído.

A trama real do episódio envolveu sim um artefato Asgardiano, que estava na terra há anos e poderia ter tido um episódio somente para si, e por isso não considero este episódio como um “crossover” com Thor como foi dito por ai, mas continuo defendendo que foi um ótimo episódio.

Verdade seja dita, eu Amo Fitz-Simmons, gosto bastante de Skye –mesmo considerando ela uma “falsa” Eliza Dushku – May é diva e rainha das redes sociais, e Coulson é fantástico... Ward, contudo, sempre esteve lá, aquele típico personagem de séries de ação, e não, esse episódio não me fez mudar de opinião quanto a ele, pelo contrário, mostrou que ele é realmente o típico cara durão, que sofreu no passado e agora tenta ajudar inocentes, o que diferenciou isso foi que a trama foi bem construída, e em alguns momentos até bonitinha.

Logo no inicio do episódio sentia que conhecia o casal Norueguês de algum lugar, logo notei que o homem avulso havia feito a extinta Secret Circle, porém a loirinha... Quebrei a cabela o tempo todo e no final me lembrei que ela havia feito a Kat em Alphas e fiquei totalmente chocado, em Alphas sua personagem sempre foi bonitinha, feliz e legal, excitada sobre tudo e divertida, enquanto em AoS ela era uma paranoica louca cheia de raiva! A participação do Professor de história nórdica que na verdade era Asgardiano também foi bonitinha e interessante.  Inclusive espero que ele possa voltar futuramente, já que Asgard sempre pode render mais histórias.

Outra coisa que gostei bastante foi o grupo de Haters dos Gods. Normalmente nos quadrinhos sempre vemos vez ou outra grupos de pessoas que odeiam algo, e normalmente se tornam algo tão terrível quanto eles. Nos X-Men temos os Purificadores, por exemplo, um grupo extremista religioso que acredita que a Raça mutante deve ser exterminada por não serem “a vontade de Deus”. Assim, ver que nem todo mundo ama os super-heróis e alguns os temem tanto a ponto de irem a situações extremas para combatê-los é algo que a série realmente precisa. Ainda mais se o universo da Marvel irá colocar os Inumanos (como dizem por ai) para serem os “mutantes” de seu Universo Cinematográfico, será fantástico se SHIELD ir por esse caminho e também tratar dos assuntos raciais quanto ao preconceito sofrido por essa nova raça de pessoas com habilidades especiais.

Mas voltando a SHIELD, os Gods Haters se apossaram de um pedaço de um cajado que deixavam eles com força super-humana e um ódio incontrolável em seus coraçõezinhos. Quantos mais pedaços, mais força e mais ódio. Ward tocou em um e ai tudo começou a ficar pior, ele se lembrou de toda a historinha do poço, mas o que realmente foi fantástico nessa trama toda foi Melinda May pegando o caçado INTEIRO e simplesmente lutando loucamente, afinal, ela sofre com o que viu como A CAVALARIA todo o dia, então suas memórias ruins de ódio não são praticamente nada.

E na finalização do episódio, todos os shippers de Coulson + May e Skye + Ward foram a loucura, quebraram a televisão e se jogaram na cama sobre seus fofos travesseiros, chorando. A verdade é que, não acho que tenha rolado nada ali além de bebedeira total, mas se tiver não deve ter significado muito, ainda assim, a série ainda está desenvolvendo a relações entre os personagens e duvido que coloquem qualquer casal tão cedo na trama. Assim, o maior mistério continua sendo Coulson, que já está tão obvio ser um LMD (Life Model Decoy, aka Robôs da SHIELD com aparência humana) que já começo a acreditar que nem seja isso e ele acabou sendo ressuscitado pela “The Hand”, usado para ser um assassino, depois recuperado pela SHIELD e sofreu lavagem cerebral para voltar a ser o Coulson que conhecemos, porque somente isso para explicar... Ou ele é um LMD mesmo, afinal, todos eles são conhecidos por serem bem... Felizinhos.

E é isso crianças, esta é provavelmente minha segunda e ultima review de SHIELD, espero que tenham gostado da viagem, e até mais...

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe