Person Of Interest 3x07: Perfect Score

sábado, novembro 09, 2013




Person Of Interest sempre conseguiu variar bem seus casos da semana, recorrendo a estruturas além de uma vítima com problemas ou um criminoso a ser pego. Depois de três temporadas é dificil manter essa variação e assim aparentemente a nova idéia será misturar tramas isoladas numa conclusão unica.

Novamente, assim como nos episódios das duas semanas anteriores, há um casamento entre duas histórias distintas. A idéia é interessante, mas dessa vez a execução não é. O caso do hipnotizador charlatão não poderia ser mais burocrático, e ainda parece indeciso sobre como encara seu protagonista. Hayden Price é mantido numa linha entre o vilão e mocinho com problemas, ou pelo menos essa é a dúvida que o episódio tenta criar, mas isso jamais funciona pois seus atos não condizem com essa idéia.

Se em certos episódios Reese se mostra bastante propenso a interferir muito mais que o necessário dependendo do quão moralmente corrompido - o casal em Reasonable Doubt, deixados por ele para se matarem - ou injustiçado de alguma forma é o protagonista da semana, aqui onde essa interferencia caberia muito bem, ele age como se fosse mais um caso qualquer. Era apenas um ladrão que roubou de policiais corruptos sendo enganado por uma ladra - sempre um plot twist desnecessário. Não seria incoerente ver Reese não se importando com o resultado das ações de Hayden e sua namorada.

O fato da fraca trama da semana se relacionar com a do HR torna o cenário um pouco melhor. Se antes essa trama parecia uma reminiscência de algo que teve seu auge na primeira temporada e devia ter terminado ali, agora volta a ser interessante. Carter é uma personagem cada vez melhor desde que começou a investigar o HR por conta própria. Exatamente por isso essa trama agora é mais aceitável pois não vemos Reese e Finch resolvendo esse problema, afinal eles que tem de lidar com conspirações governamentais, uma máquina consciente e uma psicopata, então é mais pertinente que uma policial resolva sozinha o problema de uma gangue com policiais corruptos.

Esse formato que vem se tornando recorrente se mostra bastante funcional, ajudando até a melhorar tramas soltas que seriam sem graças. Finalmente essa temporada esta encontrando um rumo.

Talvez Você Curta

13 comentários

  1. Jeferson Huffermannsábado, 09 novembro, 2013

    Tenho visto um ódio por esse episódio no tumblr que não dá pra entender. O pessoal reclamando da inconsistência da série (sério que ceis perceberam só agora!) e comparando com AHS, enquanto eu achava essa crocância sem limites!
    Tenho que concordar com Sue e vc Leo, que coisa chata se referir como Catias ou Neides, e ainda concordo com uma punição por ficar andando fantasiado pela escola, que falta de respeito! Ainda mais se vai ficar descontando toda raiva reprimida nos aluninhos.

    E bom, já dá pra mandar fazer a faixa de pior professora do mundo pra Prof. Xu (como dito no grupo no facebook)

    ResponderExcluir
  2. Elton Elton Pedroso Correasábado, 09 novembro, 2013

    Esse episódio foi maravilhoso, não entendo como pode estar dividindo opiniões. Achei tão melhor que o 5X02. Glee é comédia, tem coisas nonsense, mas duas coisas que aconteceram nesse episódio não desceram. O Blaine falando do coral rival novo (não consegui guardar o nome porque Chord), dizendo que eles se apresentavam o dia inteiro e nem estudavam. Sério que eles vão enfrentar nas nationals gente com 30 anos ainda no High School? ¬¬ E também a repetição de plot da casal com a menina ingênua que vai ser abalado pela líder de torcida.


    P.S. 1: Spin off de glee só se for CSI: Ohio, com Lea Detetive <3

    P.S. 2: Starchana <3

    ResponderExcluir
  3. ri muito e fiquei com muita vergonha alheia vendo esse episodio, quase coloquei a cabeça debaixo da terra de tanta vergonha, se for pra escolher entre ser gaga e katy posso ser a kesha?

    ResponderExcluir
  4. Acho super incrível como eu sempre leio seus reviews (<3) e quase sempre concordo 90% com o que você diz (acho que durante season 4 teve só um epi q eu discordei TOTALMENTE da sua opinião xD). Mas ai do nada, vem um epi em que nossas opiniões divergem muito. xD


    Eu achei o epi super chato. Dormi durante ele. Mal me arrancou risadas. Não curti Marry The Night e Applause (só a versão acapella em que eu consigo finalmente ouvir Marley que salvou essa budega <3). E achei Roar meio meeeeeh. E amei MUITO Wide Awake (que foi sua menos favorita xD)


    NY tem uma coisa impressionante, só me apresenta personagem interessante/legal (Acho que só Dani que eu ainda não senti nada de especial com a personagem e pra mim se sumisse não ia mudar nada e eu nem ia perceber) como Starchild, Adam, Isabelle, Brody e Cassandra sambista. Mas ainda assim, acho a parte mais chata da série. Começa cena NY e da vontade de dormirzzzzzzzzzz. Não teve até agora nenhuma trama interessante pra mim lá, desde Season 4... Ohio que salvou a S4 de Glee pra mim. :3



    Outra coisa que divergimos, você parece que não curte muito Gaga (ou odeia, whatever) enquanto eu amo ela. Hehe xD. Você está adorando Sam/Penny enquanto eu ainda to tentando entender a importância de Penny no mundo, porque nossa. Acho ela muito fofa, mas não acrescenta em nada na série. (E eu meio que não ligo pra Sam e só para os abs deles, então... :P)


    Discordei do que você falou de Marley também. Ela já tinha percebido que Jake queria tentar algo a mais a convidando para a casa e elogiando a peruca, e isso tá na cara. E ela aceitou ir na casa, mas no momento em que Jake tentou fazer um movimento a mais, ela o parou e disse que não está pronta para isso. Ela esperava que ao falar isso Jake iria respeitar ela e parar. Mas quando ele começou a fazer mimimi de "estou esperando ~taaaanto~ tempo" ela realmente necessitou fazer as caras de choro e questionar se Jake realmente gosta dela, porque ela estava magoada e panz. Entendo que você adora e defende a moça, assim como eu, mas não achei nenhum real motivo pra criticar dizendo que ela foi cara de pau ao fazer cara de choro após ir pra casa de Jake, ela não queria sexo mas queria ir pra casa do namorado pra namorar, ela só pensou que ao falar "não" tudo se resolveria e Jake não ia insistir/fazer mimimi e eles poderiam voltar a ficar sem tentar algo a mais.


    Mas enfim concordamos em algo Jake e Will super babacas no episodio. E Unique e sua frase de "orange is the new black and unique is the new gaga". xD


    Como disse antes, acho incrível como do nada a gente discorda de tudo enquanto tem vezes que concordamos com exatamente TUDO. xD


    Continue com o bom trabalho. :3

    ResponderExcluir
  5. Valeu pelo comentário, Fontes, sempre bom quando a gente pode ver tantos pensamentos diferentes e expor as divergências numa boa :D


    NY pra mim é bem isso que você falou sim, tem muita gente bacana, mas alguma coisa não clica, talvez por ter menos gente no núcleo, parece que é só pra preencher o tempo do episódio e complementar o tema que na verdade pertence a Ohio. Mas depois que Santana foi pra lá, comecei a gostar bem mais e nessa temporada tenho aproveitado melhor as cenas.


    O lance da Marley é o seguinte: se o cara tá rejeitando TODOS os seus programas e fazendo insinuações maliciosas sobre perucas, acho que ela já devia ter deixado claro que não ia rolar antes de ir. Não precisava ter dado corda e deixado pra chorar e dizer "então você só tá comigo pra pegar nos meus peitos?" na cama, até porque nem foi essa a abordagem dele. Jake é babaca, mas não um completo babaca, então a reação dela e a ordem de como tudo aconteceu é que me irritou, não a atitude de não liberar em si. De qualquer forma, ainda sou Team Marlene e espero que Jake consiga todo o sexo que ele precisa com a Bree pra deixar a coitada ter histórias melhores longe dele :D

    ResponderExcluir
  6. Gostoso! Lindo e escreve bem. Não case com a noite, case comigo #Roar

    ResponderExcluir
  7. Não entendi a comparação com AHS, que pra mim só tá meio corrida...

    ResponderExcluir
  8. Tendi o seu ponto de Marley, mas é que fico pensando que se ela simplesmente cortasse logo tipo "não vai rolar Jake, sorry", ele ia entender, apesar de ficar bolado. Mas ai, ele ia continuar com suas vontades e etc, ai Marley sempre teria q falar um "nope, não vai ocorrer" e eles iam começar a sair/ficar menos, porque a cada make out/saída Jake ia/está tentando mais e mais conseguir sexo. Então eu não vejo muitos problemas em Marley ter cortado o clima durante eles se pegando. Porque se cortasse o clima antes, mais cedo ou mais tarde eles iriam estar se beijando em outro local/momento e ia rolar essa mesma coisa, pq Jake parece estar no cio. A única solução que eu vejo pra Marley não agir meio "opa, dei a entender q ia rolar? q pena, não vai" seria se eles parassem de sair e só ficassem juntos na escola/quando estão acompanhados. ._.

    ResponderExcluir
  9. Tendi o seu ponto de Marley, mas é que fico pensando que se ela simplesmente cortasse logo tipo "não vai rolar Jake, sorry", ele ia entender, apesar de ficar bolado. Mas ai, ele ia continuar com suas vontades e etc, ai Marley sempre teria q falar um "nope, não vai ocorrer" e eles iam começar a sair/ficar menos, porque a cada make out/saída Jake ia/está tentando mais e mais conseguir sexo. Então eu não vejo muitos problemas em Marley ter cortado o clima durante eles se pegando. Porque se cortasse o clima antes, mais cedo ou mais tarde eles iriam estar se beijando em outro local/momento e ia rolar essa mesma coisa, pq Jake parece estar no cio. A única solução que eu vejo pra Marley não agir meio "opa, dei a entender q ia rolar? q pena, não vai" seria se eles parassem de sair e só ficassem juntos na escola/quando estão acompanhados. ._.



    AI, COMENTEI ALI EM CIMA NO LUGAR ERRADO. APAGA AQUELE. ;w;

    ResponderExcluir
  10. Continuo meio dividido com esse episódio...
    Mais uma vez o núcleo NY foi levado na medida certa sem "Rachel nos poupando de ver seus ensaios de Funny Girl e a inclusão sem grandes alardes dos convidados como Demetria e Lambreco".
    As vezes acho que só eu que já estou de saco cheio de Marley e Jake, alías, to de saco cheio do núcleo colégio por que continuam repetindo histórias que ja aconteceram, Marley e Jake é nada mais que Rachel/Finn/Quinn na segunda temporada... Além do mais, não engulo essa chatice toda da Marley, pelo menos Rachel tbm era egoísta e queria tudo pra ela <3

    tirando isso, as musicas foram boas tbm, inclusive, aplausos pra performance de Applause, fazia tempo que o ND não fazia uma apresentação tão boa, digna de competições, realmente curti essa apresentação, Roar tbm, mas só pq inclui o nucleo NY.

    ResponderExcluir
  11. O vídeo do Sam é uma referencia a esse aqui que a Gaga lançou pouco antes de Applause..

    http://www.youtube.com/watch?v=7g4XAyESHos

    ResponderExcluir
  12. Leo. eu realmente amo seus comentários, amo mesmo. Mas nesse eu tenho que discordar em um ponto.
    Sam com certeza conseguiu agarrar seu pedaço de fama das mãos gélidas de Lea Michele (sorry haters) nesse episódio, mas a verdadeira estrela foi Unique. Acho que a interpretação do personagem vem melhorando gradativamente pq estão deixando ela mais espontanea(?). E nesse epi a King Latifah se superou nas caras e bocas (quem não amou a cara dela quando Marlene falou que o Jake tinha "mudado"), nas tiradas rápidas, nos planos mirabolantes (inclusive de invadir o zoologico de Ohio, quando a cidade nem mesmo possui um), nas interpretações nas músicas e a cereja do bolo colocando Jakeboy em uma fantasia de gato.
    Sorry Sam, mas Unique levou essa de lambuja. Estou aqui imaginando os filhos dela com o Ryder. (YES FOOLS, Eu shippo Rynique até a morte).

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe