The Originals 1x07: Bloodletting

quinta-feira, novembro 14, 2013


O retorno do filho pródigo. 
Essa semana, The Orignals já começou com tudo, me deixando ansiosa pelo o que estava por vir. Sem enrolações, Klaus e Elijah lindamente invadem a Fight Night organizada por Marcel e exigem saber onde a Hayley está.

E é aí que a sambada começa. Todo mundo crendo que realmente fora o Marcel que sequestrou a lobinha quando, na realidade, ele não teve nada a ver com a história. Eu já estava imaginando quando é que o Tyler ia aparecer, então não foi uma surpresa assim tão grande descobrir que era ele quem estava por trás disso.
Pra quem não sabe, o Tyler era/é um personagem de The Vampire Diaries que já conhecia a Hayley e é um híbrido, como o Klaus. Mas tem alguém que assiste TO que não assiste TVD?

Enquanto isso, os Originais acham que ela na verdade fugiu para encontrar a sua família. Foi de partir o coração a carinha do Elijah quando o Klaus diz que eles não foram bons o suficiente para a Hayley. Pelo menos os dois finalmente falaram do elefante na sala: Elijah gosta da Hayley. E Klaus obviamente reagiu a isso sendo passivo-agressivo.

Eu fico surpresa com o quanto eu não gosto do Tyler, considerando que eu amava ele antes de toda essa história com o Klaus. E qual é a dele? Acho ele tão inútil e mimimizento. Agora ele quer criar híbridos? Ah, vai ficar com a Caroline, vai... Tyler ficou tão desesperado e obcecado em acabar com o Klaus que não percebeu que está se tornando tão cruel quanto.

Já entendi qual é o propósito da Hayley na série: ser um saco de pancadas. Fala sério, a garota só se fode, desde o primeiro episódio. Podiam arranjar plots mais legais pra personagem do que sofrer e ir atrás da sua família.

Não sei o que pensar sobre o Marcel com a Rebekah. Não consigo ter certeza se ele está sendo genuinamente sincero ou se só está manipulando ela pra conseguir o que quer. Bom, talvez seja os dois. De qualquer forma, ele conseguiu o que queria: Rebekah está do lado de Marcel, bancando a agente dupla pra ajudar a acabar com o Klaus. Além dela, Marcel conseguiu o Tyler como aliado. Diria que Klaus está em uma enooooorme desvantagem.

Concordo que o Klaus seja um filho da puta e tudo mais, mas não consigo não gostar dele. O coitado é simplesmente mal compreendido e amargurado com a vida, tenho dó e até entendo. 

Enfim, foi um bom episódio, fiquei contente por ter compensado pelo anterior, que eu critiquei bastante. Até semana que vem.







Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe