The X Factor (US): 3x14/16 - 1980s Week Performances

segunda-feira, novembro 25, 2013


Passa no crédito ou no débito??? -> Passa na zoeira, porque ela não tem limites!

Demorou mas eu consegui! Depois de uma semana de viagens a negócios businessman, finalmente pude colocar em dia os episódios que perdi desse reality que cada vez samba mais em nossas caras e prova que a zoeira nunca tem limites.

O episódio já começa com uma bomba (boooooom) que é a eliminação de Carlos Guevara que piadas a parte foi realmente uma surpresa. Ele não era o melhor cantor, nem de longe, mas tinha um carisma absurdo. Era deficiente e por isso achei chocante a América (do Norte) começar enxotando ele da competição. Tem tanta gente ruim que essa fica sendo a única maneira do programa continuar a trolagem sem fim.

Eu odeio o tema. Podem me chamar do que for, mas eu não gosto quando eles viajam o tempo e cantam "músicas que marcaram gerações". Adoro quando eles cantam o top 10 da Billboard e tenho dito. #Mejulguem

Diante de tanta chatice dos anos 80, o programa começa a cansar e se mostrar a mesma coisa de sempre e por isso as eliminações roubam a cena jogando injustiças na nossa fuça e nos fazendo chorar porque nada daquilo depende de nós. E como os Estados Unidos da América não sabem votar, nos resta acompanhar acreditando que nem sempre quem vence, faz sucesso (#beijo5harmony!).









Chata, chata e chata. Ela tem tanta voz e canta tão bem, mas eu achei tudo chato. Eu sei que era a intenção, mas ficou muito datado como um filme chato que passa muitas vezes na sessão da tarde. Por tudo que ela é, fica difícil criticar até porque não existem falhas técnicas, só é chato.


Eles claramente escolheram começar com os piores. Já disse o quanto não gosto dele e saber que toda a comunidade latina que mora nos EUA vai votar nele até o fim me frustra. Ele não é bonito, não canta bem e nada do que foi mostrado era novo ou bom, Paulina pedófila está apaixonada e Simon foi sábio quando disse que ele precisa de controle. Ele não sabe o que está fazendo lá porque simplesmente não pertence aquele lugar. Quando penso nas pessoas que já saíram fico com vontade de bater nele. Paulina afirma que o que precisa melhorar são as feições, eu acho que precisa melhorar tudo!










Se o apelo de Carlos não foi suficiente para mantê-lo na competição, parece que o de Rion vai mantê-la na competição por muito tempo. O timbre chorado dela é cada vez mais irritante, mas a apresentação foi legal com os cara tocando tambor atrás, o X que ela ganhou na avaliação foi só por causa disso.










Que música legal! Já disse aqui o quanto gosto das apresentações delas. Simon entendeu que o caminho era enxergá-las como as novas 5harmony (como Demi faz questão de lembrar) e investiu toda criatividade, cor e energia em suas apresentações. Parece que esse caminho não agradou e o público esquizofrênico desse programa eliminou as garotas sem nenhum motivo aparente. Sério que vale a pena deixar o Carlito e a Rion? Alguém acha que eles tem futuro mercadológico ou algum espaço no cenário musical americano? Fico triste e tão chocado quanto Simon.










Tim -  todas amam, mas todas sabem que ele não vingará. Me pergunto, em voz alta: QUAL A NECESSIDADE DE MOSTRAR QUE ELE É AMIGO DO CAST DE MODERN FAMILY? Seria essa uma tentativa de dizer que ele é alguém legal? A menina Sarah chegou a fazer parte da plateia do show pra torcer por ele. Ou eles estão tendo um caso ou é uma estratégia ridícula, que qualquer maneira foi ridículo. Mas a música é famosa e ele mandou bem porque é um dos melhores cantores. Discordo do Simon quanto a dançarina atrás, achei fenomenal a dança que ela fez! Ah....Paulina, para de dizer que você gostou dos seus acts porque essa é sua obrigação. 










 Khaya tem a melhor voz feminina do programa. Ouso dizer que é até melhor do que a de Lillie mcloud, não somente por causa do alcance, mas pelo timbre que já foi comparado ao de Amy Whinehouse e com razão. Ela tem um frescor que não consigo ver em Lillie. A menina arrasou nas duas músicas que cantou e mereceu ficar, até porque ela merecia nem ter estado entre os 3 piores.










Restless Road Acredita mesmo ser a melhor coisa do programa e isso já estourou o saco. Eles não são legais como parece e nem cantam bem como parece. A música é famosa e por isso dá pra aguentar, diferente de algumas que tivemos que ouvir nesse programa. O primeiro deles fazendo voz grave é um efeito que não funciona mais já funcionou?  Os três ficam sempre perdidos no palco e isso precisa ser arrumados. Eles estão fazendo suas camas, sabem que não vão ganhar, mas tem muita chance de fazer um sucesso absurdo com muita ajuda de autotune e um bom produtor. Destaco o trabalho dos backings que mais uma vez salvam a harmonia de todos os grupos.










Não vou dizer que a apresentação de Rachel marcou minha vida ou minha geração mas ela entregou um trabalho digno de não estar na berlinda. No Segundo dia, eu não vou dizer que ela apelou cantando From this moment, mas ela não foi perfeita em todas as notas como Khaya. Uma das melhores coisas que passaram pela terceira edição do The X fator se despede da maneira mais injusta de todas. Em sua última dança, alcança belas notas agudas e tem um estilo delicioso de se ouvir, um timbre country que eu odeio em qualquer um menos nela.

Qual foi a minha dor enquanto ouvia que Carlito estava salvo ou que Jeff cantaria por mais uma semana. Muito triste descobrir que os americanos não possuem nenhum senso de noção na hora de votar, se isso não for mais uma manobra dramática por audiência.










Elona caiu.
Acho que esse foi o momento de maior tensão desde a dança das cadeiras. Ellona, ou EllonaPoder como gosto de chamar é a diva dessa edição. Consagrada nas internet todas, cada vez mais se prova como algo pronto no programa. É a que dança melhor e não sofre pra cantar enquanto dança como o menino Josh. Elona mandou bem, apesar da música ser estranha.











Ele dançou e cantou. E fez isso tudo mandando bem. Não acho que ele seja um dos meus favoritos, mas vejo que ele está crescendo na competição. Simon é esperto em notar o potencial dele em se tornar uma estrela. Não que eu tenha vontade de baixar a apresentação dele e ouvir no meu carro, mas diante de tanta coisa ruim que tivemos que ouvir, foi divertido ver ele se encontrando no palco.









Posso não falar muito sobre ele? Chato. 










Eu discordo de Demi e Kelly, Eu adorei eles começarem separados por uma parede. Acho ainda que eles poderiam ter se ensaiado uma coreografia onde interagissem mesmo sem se ver, mas isso é coisa da minha cabeça. Diferente de Josh, todas as versões do casal teriam um espaço no meu carro. Acho que Sierra cresce em cada programa, se revelando como artista e fazendo a dupla crescer junto com ela. Foi uma linda apresentação e se eles continuarem assim aumentam suas chances, mas como não sabemos o que esperar de quem vota nesse programa, meu medo cresce por gostar tanto deles.


Tento imaginar o que faz alguém votar no Jeff eliminando uma girlband de grande potencial e botando na berlinda duas das melhores cantoras da competição. Acho bom não mostrarem a ordem da votação, que acabou com toda a graça da segunda temporada, mas essa ausência de termômetro faz com que qualquer um possa ser eliminado na próxima semana. Termino triste porque essa zoeira perdeu a graça e é difícil pensar que a partir de agora será assim, até ganhar alguém que eu odeio.

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe