The Mindy Project 02x09/10 : Mindy Lahiri is a racist / Wedding Crushers

quinta-feira, dezembro 12, 2013

Racismo e casamento de ex-namorado.

The Mindy Project está caminhando sobre as águas tranquilas de uma boa fase. Já perdi as contas de quantas pessoas se renderam a esta temporada, assumindo ainda que esta é a melhor comédia desda temporada da TV Americana. A série vem realmente agradando e acertando, seja no desenvolvimento do elenco principal, quanto nas participações especiais.

Em “Mindy Lahiri is a Racist” contamos com a participação especial de Larence Tate e de Jenna Elfman, que soube muito bem interagir com o elenco, Chris Messina que o diga. A história do episódio começa quando Danny é divulgado em um site racista, e os parteiros Brandan e Duncan Deslaurier usam isso para tentar promover o candidato que eles querem no congresso e conseguir alguns clientes (não tenho certeza de que parteiros tenham pacientes).

Claro, que o assunto ficou extremamente delicado, principalmente quando qualquer coisa dita pode ser usada contra você. E como tudo tava indo de mal a pior, nada melhor do que o Danny pegar a consultora de relações públicas e resolver as tensões entre eles. Enquanto isso, Mindy era sincera com a Tamra, levando a menina pro lado dos parteiros. Tamra inclusive, vem se destacando pouco a pouco na série, e é sempre agradável vê-la com algum destaque.


Paralelamente, Morgan estava em conflito com o Dr. Cliff, que por mim, já pode virar fixo. O desenvolvimento da história dele com o Morgan, só me vez perceber a importância do enfermeiro na série, que consegue sempre ser bizarramente engraçado, e pra mim, foi um dos personagens que mais cresceram na série. Quanto a participação Glenn Howerton, o cara é profissional, e não me canso de vê-lo em ação.

Mindy soube dialogar sobre o problema e ainda usar o Dr. Peter como exemplo, dando mais espaço pro médico na clínica, sendo que ele inclusive, já ganhou nossos corações. E Morgan e Cliff fizeram as pazes, deixando em aberto a história do casal Clindy, que todos nós estamos esperando.

O episódio “Wedding Crushers” trouxe de volta Tommy Dewey, o Josh ex-namorado viciado e infiel da Mindy, que agora, está recuperado e convidou a sua ex para seu casamento. Casamento de ex-namorado da Mindy sempre resultam em grandes história, e já sabíamos que tudo seria engraçado quando o convite explodiu porpurina e estrelinhas na Mindy.

Como companhia, Mindy levou o Dr. Peter, que sabe muito bem se compartar em casamentos e se tornou uma companhia divertida. Geralmente, o Dr. Peter tem se saído bem quando é colocado junto com a Mindy, e a conexão que eles tem quando o assunto é términos é realmente fofo.

Depois que o Dr. Peter pegou a noiva e destruiu o casamento, a Mindy teve um momento realmente fofo com o Josh, com toda aquela onde de realizar os rituais para usar drogas e falar sobre como queriam mostrar que estavam melhores. E depois te tentar concertar as coisas ainda tivemos um momento de Dr. Peter vulnerável, e vê-lo sendo fofo com a Mindy é sempre agradável.

Bom, estava ansioso pra chegar até aqui e poder falar dele: Max Minghella! Dificilmente leio spoilers sobre participações, e foi uma surpresa bem bacana ver o protagonista de um dos meus romances favoritos participando da série, principalmente quando ele faz um personagem tão fofo. Se não assistiram
Elvis e Anabelle e gostam de um romancezinho bacana, corram e assistam.


Não dá pra ser mais meigo que ser o irmão mais novo, criado pelo irmão mais velho, que mora longe, é gay, e veio trazer um presente do pai que ele reencontrou. Claro que a história começou na tensão de não sabermos que o Danny sabia sobre o Richie ser gay, e tudo se torna muito mais adorável quando vemos um Danny que leva isso numa boa. Mas aceitar a relação do irmão com o pai, e ainda, ter uma relação com o pai, o Danny jamais levaria numa boa.

Se eu assisti a cena em que o Richie fala que o Danny foi seu pai de verdade com lágrimas nos olhos? Pode ser. Mas foi extremamente comovente ver o Richie dizendo aquilo para o Danny, que apesar de ser tão durão, sustenta um amor fraternal único e muito bonito pelo Richie. Passei a admirar mais o médico.

Enquanto isso, vamos seguindo com a segunda temporada, e peço desculpa pelo atraso, mas fim de ano tem se tornado extremamente complicado. É bom perceber que ainda tem várias histórias que os roteiristas podem usar sem medo e isto é extremamente importante para o desenvolvimento e continuidade da série. Espero poder ver o Richie mais vezes, fica a dica roteiristas.

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe