Person Of Interest 3x12: Aletheia

quarta-feira, janeiro 15, 2014



Após muito tempo adicionando cada vez mais ameaças, grupos e pessoas com interesses conflitantes mas sempre com o objetivo comum de controlar a criação de Finch, Person Of Interest vem mostrando aonde queria chegar desde o começo.

Esquecer completamente por uma longa sequência de episódios as tramas isoladas se provou uma boa escolha. Mesmo que não tão interessante quanto seu antecessor, Aletheia é um ponto marcante na série por se a conclusão de uma sequencia de eventos que trouxeram mudanças irreversíveis ao cenário estabelecido.

Remover Reese do centro da ação nos mais recentes capítulos se mostrou uma excelente decisão, tornando tudo mais perigoso para Finch e Shaw que tiveram que agir sem nenhuma ajuda, exceto pela intercessão divina – e por divina me refiro a Máquina atráves do corpo que ela possuiu, Root - que os salvou da morte. Agora, no momento em que Finch precisa de toda ajuda que puder, o ex-agente da CIA decide tornar seu afastamento definitivo, imagino que a ausência dele será uma oportunidade para tornar qualquer situação futura em algo muito mais arriscado do que seria se Reese estivesse lá.

Analisando em retrocesso, a temporada até aqui seguiu um caminho bastante interessante com a sua narrativa. Se no começo – literalmente nas primeiras cenas da temporada – vemos como tudo parece correr bem para Finch e companhia. Lidando com dois casos ao mesmo tempo sem muitos problemas, criando a impressão de uma equipe com Shaw, Finch, Carter e Reese. Em poucos episódios essa sensação de segurança foi destruída e uma nova dinâmica foi criada. Root fugiu do controle de Finch e agora age como uma extensão da Máquina – o melhore momento de Aletheia é quando ela transmite uma mensagem da Máquina, mas agora o faz falando em primeira pessoa - , Carter morreu e Reese desistiu de seu trabalho.

Abandonar a fórmula para seguir um longo arco que mudou o cenário da série se provou uma ótima ideia, criando a melhor sequencia de episódios de Person Of Interest. Não acredito que os casos isolados estão mortos de vez, mas não seria surpresa se forem raras as ocasiões em que veremos essas histórias.


PS: Onde está o Urso? Entendo que diante de tudo que aconteceu não havia muito espaço para um alivio cômico, mas podiam ter dado uma utilidade pra o cachorro.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe