New Girl 3x18: Sister III

quarta-feira, março 05, 2014


Sobre Intimidade e Novos Relacionamentos

Terminando a sequência de episódios com a participação de Linda Cardellini, "Sister III" foi bem acima da média dos outros dois, com o elenco um pouco mais entrosado com a novata, e a divisão de espaço para os personagens na medida certa, o episódio conseguiu fluir e desenhar histórias realmente interessantes. A primeira delas foi a de Jess e Nick, que intimidados pelo relacionamento entrosado de Abby e Schmidt começaram a ter inseguranças sobre o seu, e bem sabemos que não se toma nenhum decisão na vida de um casal baseada em insegurança. Esse era o maior erro que os dois poderiam cometer, agora sem retorno.

A cena dos dois dividindo o quarto e indo dormir juntos foi uma das coisas mais divertidas do episódio, Jess encarando os pés sujos de Nick e o seu lindo vestido de dormir foi impagável. Isso fora todas as noias de Nick e todo o seu medo de intimidade. Agora, o show mesmo ficou por conta das cenas que Zooey Deschanel protagonizou sozinha, o plot do elevador me fez rir descontroladamente, ela tem esse poder de prender a nossa atenção quando está sozinha em cena, apenas sendo fofa ou maluquinha. A sequência do hotel funcionou perfeitamente para mim, os cortes da câmera, a trilha sonora, ela pedindo as coisas no telefone... Perfeito!


Enquanto Jess e Nick não se davam muito bem Abby e Schmidt foram um show a parte. A cena de abertura com eles se pegando no brunch já situou o ótimo tom do episódio. e as jóias exóticas feitas por ela foram um detalhe à parte, ver Schmidt sangrando e usando aquelas coisas bizarras no pescoço, realmente valeu o episódio. Quem pareceu não estar muito feliz em ver o personagem seguindo em frente na vida e se comprometendo com novos relacionamentos foi Cece que estava toda trabalhada no recalque. A cena deles dois conversando e ela se desculpando pelas sandices, foi realmente muito fofa, ainda acredito nos dois.

A parte boa do roteiro do episódio, é que ele soube linkar à uma coisa um grande desencadear de fatos e montar vários plots para todos os personagens, como o relacionamento amistoso agora criado entre Cece e Coach. Ri muito dessa fase viado do Coach, me lembrou muito o personagem de Damon Wayans Jr. em Happy Endings, do qual tenho muitas saudades. Tudo funcionou, a cena deles revirando o lixo na casa de Schmidt, a cena da cafeteria no final, em que ela fica mandando ele se controlar, mas sem dúvidas o must foi quando eles foram atrás de Abby naquela visinhança fudida. Eles batendo atrás do carro e depois se assustando com o cara que morava dentro dele, foi muito engraçado, ótimo timing!


E por último claro, vamos falar de Winston, que finalmente voltou a ganhar um plot sozinho, sua sequência de exercicios preparatórios para o teste foi super bizarra e hilária, a cena em que ele está pendurado na corda conversando com Ferguson foi muito boa. E a parte em que ele transforma o quarto de Jess em uma academia, dois minutos depois dela sair de lá... Ótimo! Lamorne Morris é o típico ator de stand up, tem timing, faz caras e bocas em todas as cenas, cria bordões, tem roteiro inteligente... é só deixar ele em cena que ele domina. Toda a história do trauma dele com os anéis foi hilária e super típica de Winston, que sempre tem um trauma do passado para superar. Ele na praia conversando com o menininho... Épico!

No mais é isso meus caros, foi bom fechar todo esse arco da irmã de Jess com um saldo positivo de humor, saber que tudo isso acrescentou algo à série, e acabou encaminhando a história para um nível maior de maturidade. O roteiro está lidando com Ness com muita delicadeza e dando tempo ao tempo, estou ansioso para ver como irá ficar esse novo arranjo no loft, e como Jess e Nick lidarão com o fato de terem que morar juntos, agora obrigado. No mais queria dizer que é bom estar de volta e com as reviews em dia, e espero que a falta de vontade não se repita e que o humor da série colabore para o interesse. Até semana que vem!



Talvez Você Curta

10 comentários

  1. Sol,


    Tudo bem, ainda absorvendo o que assisti, foi tudo muito rápido e quando vi, já havia terminado e fiquei pensando nas várias hipóteses que podem estar nas entrelinhas desse episodio. Existem várias perguntas a serem respondidas em minha cabeça e gostaria de compartilha-las com você e todos que leem suas ótimas reviews e analises sobre audiência (que comentarei depois).


    Primeira pergunta seria porque o vice comissário esteve na delegacia se o caso a principio era simples? Porque Elena "fingiu" tentar se matar e depois fugiu para fazer um servicinho para Lazarus, deixando Beckett viva? Como ele a contratou direto sem passar pelos capangas dele? será que com a exigência de Beckett em conhece-lo o levou a tomar essas providencia, ou seja certificar-se de que ela Elena mesmo quem estava na casa?


    Pra mim teve mão de Bracken desde o inicio, ou seja, ele armou tudo pra ela, não acha? Ali nada foi mera coincidência de uma operação que deu errado. Analisando estes aspectos e comparando com o final, cheguei a conclusão que sim, era importante para Bracken pagar sua dívida com ela, para ficar livre para se candidatar a presidência. Concordo com vc que agora é um outro jogo e acho tb que ficaria divertido Castle ficar em algumas situações de perigo, não acha? Ele precisa fazer um pouco de exercícios (rsrsrs).


    Enfim, um episodio marcante para a série e que demonstra todo o talento de Stana e tudo o que ainda ela pode render (mas sem machucar muito...).


    Sobre audiência, não entendo como a série baixou sua media no mês de fevereiro com três episodio muito bons. Pra mim Castle é visto por muito mais gente que isso e deve estar acontecendo uma "certa" migração para a Internet, principalmente aos Domingos que passa na CTV e o pessoal já espalha os episódios.


    Bem é isso, queria deixar um pouco de Castle com minhas teorias sobre o episodio


    bjkas


    Ricardo

    ResponderExcluir
  2. Sol, foi um episódio pesado, com certeza. Tudo bem que colocaram a Stana em primeiro plano, desta vez, mas acho que Nathan Fillion voltou a ser mal utilizado. Eu concordo com o Ricardo: tá na hora de colocar Castle em perigo. Afinal, a série leva o nome dele. Eu amo o romance deles, torci cada minuto, vibrei e chorei com cada gesto e declaração de amor, porém, deve se ter mais foco no personagem principal (e uma maior presença da família dele, de Lanie e até Gates). E ficaram algumas dúvidas quanto à maneira do Bracken enviar Elena para salvar Kate. Então, acho que o homem é mais diabólico do que a gente pensa.

    ResponderExcluir
  3. Pura adrenalina esse episódio! Tão linda a carta de Kate p/ Castle (quase chorei! rs). O comentário de Ricardo logo abaixo faz sentido: pareceu armação do Senador mesmo... só não entendo como um homem tão diabólico "perdeu a chance" de matar sua inimiga (pq devia a ela??? pq ele teria uma atitude "correta"?). Enfim, roteiro maravilhosoooo e Stana, mais uma vez, INCRÍVEL! Amei, amei! Bjus...

    ResponderExcluir
  4. Olá, Sol, não sei como vc conseguiu se recuperar tão rápido...
    O episódio me deixou cheia de dúvidas quanto as "intençÕes" do Bracken em salvar a Beckett. Mais ainda quanto ao Vulcan Simmons, Qual é seu envolvimento nisso tudo?Seria só um peão no jogo do Bracken? E, Vulcan S. sabe quem é Lazarus, realmente?E Helena Markov? É só uma mercenária a serviço do Bracken ou foi infiltrada? Enfim, achei que o episódio deu uma embaçada no plot principal de série.
    E, Ricardo, discordo de vc. Essa é a temporada que o Castle mais correu riscos. Praticamente todos os episódios da 6ª temporada tem algum risco pra ele.
    SPOILER
    No próximo ele também correrá risco de morte ou vc acha que a Beckett vai deixar barato esse beijo da gueixa?

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkk
    Val, ótima colocação sobre o crime que Kate vai cometer com o Castle no próximo episódio.
    Sobre este, nem te digo nada, pensei em tudo que vc disse e mais um pouco. No caso da Elena eu fico pensando qual o verdadeiro trabalho dela, porque ela é um p@#$ assassina, então ela não foi contratada para este trabalho meia boca, então se ela foi contratada para ser a faxineira oficial do Braken? A casa vai cair.
    Sobre o Vulcan, tenho certeza que ele sabe tudo, e se quiserem puxar o histórico desta parceria, poderiam dizer que Bracken procurou por ele na época do assassinato por ele ficar sabendo do que ouve, no boato. Afinal ele era traficante de rua na época dos sequestros e do assassinato da mãe da Beckett.
    Achei sensacional o que fizeram com o caso do senador para oferecer maior grandiosidade ao maior vilão de Castle, que até meados desta temporada, na minha opinão, o 3XK estava superando. E não podia né?!
    Episódio daqueles que vc assiste até cansar, porque foi genial para não se entendiar com o replay.
    bjks.

    ResponderExcluir
  6. Hey Ricardo, sdds! Desculpa não ter respondido os comentários da semana passada, mas tive alguns problemas (ainda de saúde), mas enfim... Ká estamos.


    Achei genial sua observação, não tinha avaliado por este ponto. Faz todo sentido pensar que Bracken está no ano de eleição e que limpar a casa antes do inicio da campanha e pesquisas. E faz mais sentido ainda pensar que Elena aparece disfarçada e seu grande diferencial para chamarem a Kate foi o maldito idioma russo, e se o codinome e as características de Elena foi proposital? Né!?

    Torcendo muito para que a próxima temporada, (porque eu sei que Castle vai renovar), que seja iniciada com esta trama do senador. Acho digno.

    Episódio genial, e com direito a replays eternos.

    Mas você não acha que é muita maldade desejar que o Castle corra mais perigo do que ele já pastou neste começo da sexta temporada?
    Ainda que pra mim, sei não, mas ainda acho que o cliffhanger desta pode ser o Rick quase morrendo.
    Quem aposta comigo?
    bjão.

    ResponderExcluir
  7. Hey Fátima. tudo bem?
    Olha, em vários episódios eu questiono a participação do protagonista de forma mais ativa, porém neste em específico eu vou discordar de você.
    Não acho que o Castle deveria participar mais porque neste caso teria amarrado o episódio a uma investigação e momentos mais "calmos", o que seria bem complicado de administrar se a intenção do episódio foi exatamente mostrar AONDE Kate precisará se meter para duelar com seu inimigo.
    Acho que a dúvida sobre a Elena é intencional e acho que ela volta na trama ou será mensionada quando este plot vier a tona novamente.
    Eu respondi ali em cima para a Val o que eu acho da Elena, vê lá se você concorda.
    bjks.

    ResponderExcluir
  8. Hey Jana, tudo bem?
    Acho mesmo que o Ricardo acertou em cheio e se não acertou vamos ligar para o A.M agora! kkkkk

    Adrenalina a ponto de provocar para respiratória e cardíaca hein?!
    Sobre o senador não matar a Kate... Lembra que eu comentei o quanto o episódio me lembrou o filme Os Inflitrados? Então... exatamente por trabalhar as questões da "moral" que existe na máfia.
    É lógico que neste caso estamos falando de uma organização, mas o conceito é o mesmo, ele tem suas regras, principalmente porque ele ACREDITA ser o homem que age pelo BEM MAIOR, então ele não aceita que este "seu jogo" seja jogado sem moral.
    bjks.

    ResponderExcluir
  9. Solange, quando eu digo mais foco no protagonista é porque, em alguns casos, eles dão mais brilho a Kate. Mas sinto falta de momentos que exijam mais do Nathan. Eu gosto quando mostram Castle mais maduro ou então fazendo arte sem a ajuda dos policiais. O plot da
    Beckett é mais pesado e profundo porque a personagem é uma pessoa
    fechada, desconfiada e durona. O Rick é mais solar, bonachão, mas não
    deixa de ter seus momentos de maturidade. Sem falar da parte romântica, que, meu Deus, o homem sabe fazer declarações e gestos de amor, né não? Temos que considerar que, sozinho, é claro, Castle, não vingaria como série. Mas, enfim, os dois se complementam. Por isso que dá certo e AMO DEMAIS esse show.

    ResponderExcluir
  10. Sol,


    Sdds sim, Espero que agora já esteja tudo bem com você.


    Quanto ao Castle, acho que não seria maldade nenhuma ele fazer um pouco de "exercícios" e deixar Beckett um pouco preocupada.... rsrsrsrs... e poderia acontecer no próximo episodio, ela arrependida da bronca que deu (foi isso que vi na prom), pois acho que ele estava ajudando na investigação... rsrsrs


    Mesmo porque, nos últimos episódios ele praticamente se dedicou ao casamento e Beckett correndo atrás da solução dos casos...


    Aliás, um parenteses, esqueci de comentar uma coisa... Lembra em Target quando Beckett disse que não conhecia aquele lado dele e ele disse que era assim qdo mexiam com quem ele amava, pois bem, acho que faltou um pouco disso nesse episodio... pois apesar de seu nervosismo na delegacia, achava que ele deveria ser mais incisivo, principalmente com Gates e com o capitão da narcóticos. Pelo menos seria assim se fosse comigo.


    Mas o divertido mesmo em Castle é justamente essa alternância nos episódios um tenso e outro divertido, mesmo porque muita repetição enjoa, por isso estou propondo um pouco mais de ação para Castle como foi em Cops e Robbers ou em Target.


    Quanto a aposta, podemos sim aposta nesse cliffhanger de final de temporada. Porém no momento ainda estou sem uma idéia sobre o que poderia ser, vou esperar o próximo episodio pra ter responder... Acho que seria algo divertido ou um suspense na cerimonia de casamento.


    Ah, não sei se seria aqui ou no Blog, mas o que você acha de fazer um concurso sobre o que Castle e Beckett irão falar em seus votos de casamento. o que acha?


    Melhoras em sua saude, parabéns pelas legendas e


    bjkas


    Ricardo

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe