Grey’s Anatomy 10x22: We Are Never Ever Getting Back Together

sábado, maio 03, 2014


Em um ótimo episódio, chegou a hora que todos estavam esperando na temporada.


Depois de muita enrolação, tramas desinteressantes, plots repetidos e muitas vezes absurdos, a temporada com o objetivo de dar o adeus para uma das melhores personagens de Grey’s Anatomy chega ao seu clímax. Colocar os holofotes em Cristina durante toda a temporada não funcionou muito bem e até descaracterizou um pouco a personagem, porém nunca é tarde para se redimir e este momento finalmente chegou. Finalmente tivemos um bom episódio de verdade e que ainda foi capaz de fazer uma das coisas mais difíceis, fazer a audiência se conformar com o adeus de Yang e entender que o destino da personagem não poderia ser melhor e mais coerente com ela.

O retorno do Dr. Burke parecia ser uma das coisas mais sem propósito que a série já fez, mas ao invés do previsível desfecho dela resolver ir embora para reatar seu romance com ele, a volta do personagem veio para dar a Cristina o que ela sempre quis. Cristina Yang não precisa do amor de um homem ou de uma família para se senti feliz porque tem um imenso amor pela medicina e sua ambição, que é latente desde o piloto da série, só poderia levá-la a um futuro brilhante. Por mais que ela sempre tenha gostado de ser reconhecida como a cirurgiã badass que é, Cristina não precisa mais do que recursos para viver sua lua de mel com a medicina, explorando novas técnicas e provando ser realmente extraordinária no que faz. Chegou a hora da personagem se conformar com as derrotas que a vida lhe trouxe tanto no âmbito profissional como no profissional e o remédio para fechar todas estas cicatrizes é a oportunidade de liderar um sofisticado e promissor hospital em Zurique. Por mais que as notícias sejam ótimas para a personagem e para a temporada, que com certeza trouxe os piores momentos de Grey’s Anatomy desde sua estreia mas que agora poderá se encerrar com um pouco de dignidade, as notícias são péssimas para o desnecessário futuro da série, que dificilmente conseguirá se recuperar de uma perda como esta. Na minha opinião, Sandra Oh é o grande destaque do elenco da série em termos de atuação e Cristina sempre foi a personagem que mais rendeu bons dramas e gostosas risadas. Assim, os roteiristas terão que trabalhar muito para que a série consiga se reciclar e para que a série volte a fazer seu público feliz.

Por mais que o restante do episódio também tenha sido bem satisfatório, pouca coisa foi capaz de tirar o foco da jornada final de Cristina Yang. A separação das gêmeas foi um caso médico bem interessante, mas que não teve o destaque necessário para emocionar. De qualquer forma ver uma menina perder a irmã com quem sempre teve uma grande ligação, é a metáfora perfeita para o que o destino reserva para Meredith, que em breve terá que aprender a viver sem a companhia da sua melhor amiga. Da sua pessoa.
 Sinceramente não entendo onde o roteiro quer chegar com Karev. Fica meio óbvio que ele logo retornará ao hospital, mas esta trama é tão avulsa que nem consegue criar alguma expectativa futura para o personagem. Depois do retorno de Burke, será que não seria o momento de lavar a roupa suja com Izzie?

No restante da série, tivemos médicos frustrados com o casamento com a Fundação Harper Avery, médicos frustrados com o próprio casamento e um médico decepcionado com as atitudes da sua namorada, com quem pretendia se casar. Além disso, Arizona e Callie começam a escolher bons e maus nomes para o bebê que pode vir em breve e os internos começam a temer um possível corte. Seria pedir demais se eu quisesse que só Jo sobrevivesse ao corte?

Com um bom episódio, Grey’s Anatomy se despede de uma fase importante e se prepara para entrar em um novo período. Ao som de uma calma e doce versão de Like a Virgin, podemos nos despedir da personagem que mais emocionou ao longo destes 10 anos e a música, já cantada e dançada pela personagem, trouxe o clima perfeito para isto. Cristina é uma pessoa que precisa de novos desafios e apenas deixando o Grey Sloane Memorial Hospital ela seria capaz de aproveitar todo o seu potencial.


Sai Cristina Yang. Entra Amelia Sheperd. 

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe