Drop Dead Diva 6x11: Afterlife

domingo, junho 15, 2014

Um novo começo

Semana passada quando Ian apareceu no final do episódio, fiquei contente por saber que quem o interpretaria seria o Jeffrey Pierce. Com o mesmo desafio que a Brooke Elliott teve seis anos atrás em interpretar uma modelo loira no corpo de uma gordinha, Jeffrey assume um papel arriscadíssimo, com pouco tempo para desenvolvê-lo em tela e uma legião de fãs pedindo o Jackson Hurst de volta. Apesar da revolta clara dos fãs, Jeffrey Pierce não tinha como saber da reação dos fãs, mas confesso que estou não só aliviado como também encantado com a sua atuação. Pra quem está acostumado com o Grayson interpretado pelo Jackson há tanto tempo, é notável o jeito de falar, a expressão corporal o tom da voz, o jeito e inclusive o olhar apaixonado dele para Jane, como se ele realmente fosse outra pessoa. É perceptível em certos momentos na fala de Ian/Grayson o quão próximo ao Grayson/Grayson ele é. Jeffrey deve realmente ter estudado os maneirismos do Jackson e até o momento só tenho elogios para a atuação.

Sem poder iniciar um contato íntimo logo de cara, Jane precisa correr contra o tempo para salvar Ian, que acabara de ser executado e milagrosamente retorna à vida. Descobrindo que era um gerente no Costa Mar Country Club e que era um belo mulherengo que estava dormindo com a mulher do Presidente do Clube, mais especificamente a suposta vítima, Ian Holt se vê preso no meio de uma história da qual não faz a mínima ideia e prestes a encarar novamente a dose mortal. Foi ótimo ver a dinâmica de Jane e Ian junto a Owen e como Jane se deixou levar completamente pela emoção nesse caso, inclusive confessando para Stacy que não se sentia esperta num momento como aquele. A descoberta das qualidades e diferenças do novo corpo, todo o fingimento pra tentar arrancar respostas da esposa do presidente acrescentaram bastante pra essa nova situação de Grayson. Se tivéssemos mais temporadas certamente as coisas seriam desenvolvidas lentamente, mas só temos três episódios pra aproveitar os “resíduos mentais” de Ian e acreditarmos que tudo finalmente dará certo entre os dois. Seguindo as pistas até o atual presidente do clube, não demora muito para a mistério dos cartões utilizados na noite do assassinato ser resolvido. Recorrendo ao caro colega do Presidente, o Vice-Governador, Jane e Owen conseguem suspender a execução de Ian
Kim certamente roubou todos os casos interessantes dessa temporada, em parte não só pelo ótimo trabalho que a Kate Levering faz interpretando-a, mas também pelo crescimento que proporcionaram para a personagem. Dessa vez saindo em defesa de Nadine, que faz parte do Grupo de Dança Compton e alega ter tido sua coreografia pela Imperatriz Katia, estrela do pop super famosa e que lota shows. Com a crítica acusando-a de ter roubado a coreografia da Imperatriz, e não o contrário, Nadine é constantemente surpreendida no tribunal com as supostas “provas” de direitos autorais e acaba se encontrando diante de uma indenização por violação dos mesmos. Durante todo o caso não deixei de notar as claras referências à Lady Gaga com as roupas extravagantes, as indiretas sobre cópias ou até mesmo os “Little Soldiers”, fãs vigorosos da cantora. Com Paul se infiltrando entre os fãs para recolher informações e descobrindo que não é a primeira vez que a Imperatriz é acusada de roubar uma coreografia, o caso não se estendeu além do que devia, encontrando a solução da “descaracterização” da Imperatriz Katia, que por baixo de toda maquiagem e roupas extravagantes não passa de uma pessoa normal que poderia entrar em qualquer lugar e não ser reconhecida.
Um relacionamento que tem irritado bastante uma parte dos fãs é o de Stacy e Owen. Se muitos achavam que a história de Grayson e Jane não andava, essa então está parada e os roteiristas estão empurrando a história com a barriga, literalmente. Com ataques relacionados aos preparativos do casamento, fica difícil dizer se Owen está mesmo com o pé atrás ou não. Aquela última cena deixa isso em aberto e não tenham dúvidas de que será explorada melhor no próximo episódio. Owen Ainda teria sentimentos por Jane? Ou é tudo pelo choque de saber que Grayson não morreu há muito tempo e ela já está nos braços de outro? E um cliente ainda por cima? Com apenas dois episódios, em momento algum duvido que a série vai se despedir com um BANG.

PS:
- Não tivemos nenhum plot específico para o Paul, mas a participação dele até o momento tem sido bem vinda.
- Onde está Teri? Será que ainda a veremos antes do final?
- Aqui o promo do penúltimo episódio "Hero" que vai ao ar hoje, dia 15.



Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe