Orange Is The New Black 2x04: A Whole Other Hole

sábado, junho 21, 2014


Pra você correr pro banheiro com um espelhinho na mão! 

Em toda montanha russa decente, o carrinho começa subindo até que chega um momento em que a subida acaba e o carrinho para por um momento. E é nesse momento que a tensão aumenta porque a gente sente que o perigo vai de fato começar. Quando eu terminei de assisti o episódio essa foi a sensação que eu tive. Admito que não foi um dos episódios mais emocionantes da temporada, mas o tempo todo a tensão se fez presente no ar.

Quero deixa a história de Morello pra depois, antes quero falar sobre o quão brilhante é a série que consegue discorrer por horas sobre a importância de saber tudo sobre os buracos vaginais. Um tema tão forte e difícil é colocado com tamanha naturalidade que convence e diverte de uma maneira genial. Tenho certeza que você, mulher, acabou de ver o episódio e correu pro banheiro com um espelhinho na mão!

Gente, como eu amo essa nova Piper. Ela chega ao ponto de prostituir a menina asiática por um cobertor! Eu quero ver mais dessa atitude toda reprimida, não aguentava mais lamentos. Não fiquei com pena de Soso porque ela é super irritante e quero mais que sofra pra aprender o que é vida real.

Vee é a grande vilã da temporada e a tensão da parada na montanha russa está cada vez maior. O medo da queda está subindo pelas paredes e dois grandes embates vem por ai: o primeiro contra as latinas e o segundo conta Piper. Vee se mostra muito manipuladora e consegue ler fácil o jogo da prisão. Piper pode ser bad ass mas precisa ser mais política ali dentro e construir mais alianças para sua própria sobrevivência.

O ápice da tensão nesse episódio veio com Morello e sua comovente história. Conhecemos o tal do Christofer e vimos que de fato, ele existe. Afirmo categoricamente que ela não merecia estar em uma prisão, antes precisava estar em uma clinica psiquiátrica. Se Crazy Eyes detinha o posto de louquinha do presídio, depois desse episódio ela vai ter que se contentar com o segundo lugar. Em todo tempo, fiquei esperando uma merda enorme acontecer.

Uma boa história se constrói desse jeito, um plot que vem sido trabalhado desde a primeira temporada ainda consegue enganar e trazer várias reviravoltas no momento certo. Estávamos completamente no escuro, sem saber o quão doida ela era. Sinceramente, fiquei esperando uma morte em algum momento do episódio.
A atriz vestida de noiva, molhada na banheira estava pronta para uma morte plasticamente linda. Podia ter sido uma morte dela, do Christofer ou da noiva dele, mas a morte não veio. O que veio foi uma merda enorme que vai dar muito ruim, porque ela com certeza deixou algum vestígio dentro da casa e isso não terminou nesse episódio.

Um prêmio dessa série é a qualidade das atrizes que nem são tão conhecidas, mas que conseguem entregar muita verdade em atuações incríveis. Kate Mulgrew, Uzo Aduba não estão ganhando prêmios por aí atoa. O episódio termina com um plano detalhe focando o olhar angustiado de uma alma que sofre em plena loucura e carência insana, clamando pelo fim de sua solidão interna. Apertem os cintos, porque essa série vai decolar.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Bom, eu me decepcionei com o desfecho da invasão de Morello como na primeira temporada me decepcionou o caso da chave de fenda acabar sem maiores consequências. Espero que essa cadeia não vire colônia de férias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei decepcionado com o desfecho da história, mas aquela prisão é desde sempre uma colônia de férias...convida elas para passar uma semana em qualquer prisão no brasil pra ver o que é dureza...

      Excluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe