Orphan Black 2x09: Things Which Have Never Yet Been Done

sábado, junho 21, 2014


"Make everything louder Do it 'till my skin vibrates"

Que episódio maravilhoso, nem sei por onde começar, teve quase tudo que amo em Orphanzinha, só faltou Paul e toda a sua sensualidade, mas como ele não é mesmo essencial, não fez falta, o que quero é sangue, mentira eu quero é rir com essa série, ser feliz e ter respostas, todos os lindos que eu queria apareceram nesse episódio, seja para nos brindar com suas ótimas atuações ou para mostrar a bad ass (helloo Donnie), mas o mais importante é que tivemos Helena e Alisson, sambando.

Qual clone escolho para começar? Claro que não sei mas será Cosima, a clone que mais amo não me importar, quero mais é que ela se exploda, mas já vi que isso não acontecera se depender de Kira e do cosplay de Albiere, que concordou em doar sua medula para titia Cosicosi, não precisava, mas se é pra ser vai ser. Claro que não esquecerei de citar Delphine, que subira de cargo, só posso parabenizá-la pelo feito. Mas falando sério, eu amo Orphan preta mas fica evidente o quanto eles pecam em desenvolvimento de personagem no caso das duas, não saem do mesmo lugar, podem ate se amar, mas não tem nenhuma característica que as tornem reais e possíveis de se importar.

Sarah é a personagem que tem mais destaque na série, eu sei que ela é protagonista, mas mesmo sendo protagonista, ela é uma personagem forte, que evoluiu, de ladra a uma mulher que agora entende que tudo tem consequências, pode não ser a mais inteligente mas sabe que existem prioridades e que ela deve seguir tais prioridades, o melhor é que ela não precisa de nenhum relacionamento amoroso para ser forte ou ser uma personagem interessante, em muitos momentos o melhor de Sarah vinha do relacionamento dela com Helena, tão diferentes, mas que necessitam estar juntas para descobrir o que as cercam e ate o porquê de Kira ser essa coisinha que dá medo.

O que falar de Alisson e Donnie, melhor casal da série, é incrível como Taty consegue ter química com todo mundo, por mais que eu odiasse Donnie, de uns episodios para esse, ele começou a ficar legal e nesse ele se consagrou, junto de Alisson sambando na cara de Vic e aquela policial de nada, ele se sentindo o máximo, fiquei feliz por ele, e agora o quero com Alisson sambando na carinha de geral, melhor casal da série, só não havia necessidade da bunda dele aparecer, mas a gente perdoa. E aqui eu toco de novo naquele assunto do desenvolvimento, foi cuidadoso o desenvolvimento de Donnie, ele evoluiu, ficou sabendo de coisas que o deixava de fora e agora ele faz parte do clone club. #Bonnie&Clyde

Helena voltou e junto dela também aquele plot maravilhoso dos proletariados e não é que me surpreendeu, me diverti muito, com o líder engravidando todas, isso vai dar um grande resultado, para não falar outra coisa, a parte que me surpreendeu foi eu ter gostado da Grace que antes eu queria morta, agora ela pode viver também gostei do moço que as ajudou a fugir. Helena é rainha da vingança nem Emily Thorne seria tão maravilhosa, aqui se faz aqui se paga, e ela fez.

O recalque nunca foi tão sentido por mim nesse episódio quanto o que veio de Rachel, o que dizer dessa tentativa de humanizar Rache? Nada a declarar por enquanto, mas desde episódio passado ela vem demonstrando um interesse em ser mãe, em comentários carregados de ironia, então não foi choque ver ela fingindo ser Sarah para roubar Kira, só mostrou mais uma vez que Taty é maravilhosa, o olhar tudo que a compõe como atriz esta nessas personagens e vai além, muitas palmas para ela.

GRITO UM: CARA DE PSICOPATA DE RAQUEL AO ASSISTIR VIDEO DE SUA INFANCIA, PALMAS LENTAS.

GRITO DOIS: MUITO PREOCUPADA COM FELIX, NÃO CONFIO EM NADA QUE RAQUEL ENFIE NAS PESSOAS.

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Rachel é a mega vilã, clone do mal sem piedade nem sentimentos. Paul faz falta,sim, ele embeleza a tela, rá,rá,rá! Minha clone favorita é a Helena, a super sestra, quando ela vira bicho,saiam da frente!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe