Orange Is The New Black 2x06: You Also Have a Pizza

sexta-feira, junho 27, 2014


Muitas metáforas, muito amor e muito couro: a versão alternativa de A Culpa É Das Estrelas tá ótima.



Um dos grandes atrativos dessa temporada têm sido os novos flashbacks, e esse episódio nos mostra um pouquinho da vida de Poussey Washington., fazendo um paralelo excelente com o tema de "Dia dos Namorados". O que é amor? Se é The Smiths tocando "There Is A Light That Never Goes Out" ou se é Plain White T's com "Hey There Delilah" ao fundo, e se pizza realmente está envolvida no processo; não sei dizer, só sei que se surgir uma petição para transformar a Poussey em protagonista, assino. Os flashbacks não mostraram nenhum grade plot criminoso ou algo do gênero que pudesse nos levar a identificar porque ela está ali em Litchfield, porém optando por retratar um lado quase inexplorado - e, até alguns episódios, levemente imperceptivel - da personagem. Ficou perfeito.

Uma das coisas mais insuportáveis da série - porque, afinal de contas, não existe perfeição e a série tem que ter alguma coisa errada, mesmo que pequena - é todo esse plot do Larry. Sinceramente, quem raios se importa com ele se nem a Piper liga mais? Ele é a Lua e todos nós já estamos infinitamente entediados de tanto encará-la.

Red mandando o filho criar vergonha na cara é ótimo - porém não tão ótimo quanto ela tentando comprar a confiança da sua jovem minion Tegan (ou seria a Sara? Não sei) e sendo rejeitada. Adoro a Red, porém acho que ela só precisa de mais um pouquinho de sofrimento pra poder voltar com tudo.

Vee já deu, né? Com todo o esquema da muamba de tabaco já deu pra percebermos que ela não passa de uma manipuladora geniosa que usa as fraquezas alheias para conseguir poder - assim, subjugando e convencendo pobres mentes como a Crazy Eyes a entrarem no seu masterplan.

Outro mestre da muamba é Peeta Bennett (ou John Waters, como preferirem), o menino-manco que encontrou uma utilidade extra para a prótese, levando uns agradinhos aqui e ali para a sogra não dedurar nem nada. Daya tá um saco e a culpa não é dos hormônios nem das estrelas, é dos roteiristas mesmo que deixaram a trama toda embolorar, mas acredito que ainda há muito que poderia ser explorado no pseudo-relacionamento dos dois.

Gostaria de deixar aqui apenas uma imagem como consideração final:


Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe