Fotossíntese: "Tava Sumida, Hein?" (Finding Carter)

segunda-feira, julho 14, 2014

Achados e perdidos.

Finding Carter é a nova aposta da MTV que tem toda a cara de ABC Family. Se os roteiristas não perdem tempo com formalidades no episódio piloto, nós também não deveríamos nos preocupar muito com isso, o que institui para a fotossíntese um esquema muito mais ligeirinho, tanto na parte das fotos, quanto na parte da síntese.


Carter (Kathryn Prescott) é uma mina mutcho loki, revolts, sem limites mesmo, que invade parques de diversão (?) com os colegas, mas vive um legítimo comercial de margarina no relacionamento com a mãe, Nazaré (Milena Govich), que parece ser no máximo dez anos mais velha que a filha. Isso por si só já devia nos dar uma pista de que tem algo errado nessa parada.


Pois bem, depois de praticar esse ato de vandalismo e rebeldia que foi invadir um carrossel pra flertar com o ex-namorado, agora P.A. Cabelo (Alex Saxon), Carter vai em cana e descobre, graças a um aplicativo suuuper moderno de reconhecimento facial e de orelhas, que foi sequestrada quanto tinha 3 anos de idade. Logo de início, Carter tá nem aí se mamãe é uma criminosa, mas tem que engolir o choro e encarar sua nova realidade familiar, que é basicamente essa aqui:


O pai (Alexis Denisof) é um puta gostoso que tá sempre olhando pra recém-encontrada filha com cara de tensão sexual, o que incomoda muito o telespectador, mas parece passar despercebido pelo pessoal da série. Além disso, o cara faz o tipo “pareço bonzinho, mas gravo as sessões de terapia de família pra ficar RYKAH com a sequência da minha saga literária sobre o sumiço e retorno dessa vagabunda, chupa Stephenie Meyer, você não é 10% do escritor que eu sou”. E todo mundo acredita que ele é bonzinho mesmo.


A mãe (Cynthia Watros) é um robô-detetivona obcecada por encontrar e prender Nazaré, o que não a ajuda muito na sua missão de ser miguxa de Carter. A atriz obviamente ainda não superou a morte ridícula em Lost, fez um procedimento cirúrgico que deu muito errado e cultivou fundas assustadoras na cara. Não bastasse tudo isso, Mãe-Robô tem um caso com o culega da polícia e tava prestes a largar o Paivertido pra ficar com ele, mas agora precisa manter sua família unida e feliz, awn.


A irmã gêmea songamonga (Anna Jacoby-Heron) também é um robô, cozinha pra família inteira, tira boas notas e paga lanche – sério, literalmente. É xonadinha por Cabelo2 (Jesse Henderson), um cara bizarro que obviamente só anda com ela pra comer frozen yogurt de graça e que fica instantaneamente com a genitália em chamas por Carter, para o desespero de Songamonga. Cabelo2 também é filho do policial que tem caso com a Mãe-Robô, só pra esmerdalhar mais a bagaça.


O irmão mais novo (Zac Pullam), a quem vamos apelidar carinhosamente de Jacaré porque ele mesmo se descreve assim, é o único membro da família minimamente suportável, mesmo com todo o ar de criança-prodígio. Ele faz um mimimi interminável sobre como é sempre ignorado e esquecido por conta do resto dos dramas da galera ser mais interessante, e em resposta a isso, os pais fazem questão de ignorá-lo e esquecê-lo mais ainda, o que é estranhamente divertido de ver.


Temos ainda Vovô e Vovó, que aparecem só pra dar as boas-vindas e, no caso de Vovô, trazer uma sensação de conforto e reconhecimento para Carter, que pelo visto só simpatiza com os machos da família.

Com esse circo armado, o que acontece a partir daqui é só isso:


– Carter dá piti porque quer voltar para os braços de Nazaré, faz campanha de divulgação em massa nas redes sociais pra anunciar sua localização. Mãe-Robô fica puta e as duas brigam.




– Nazaré engana a polícia e faz uma visitinha pra filha no trabalho pra dizer “te amo pra sempre, te amo demais, até daqui a pouco, até nunca mais”, fugindo antes que a eficiente polícia dê conta da prisão. Mãe-Robô fica puta e as duas brigam.





– Carter pira o cabeção numa festinha, atiçando ainda mais a afliceta de Cabelo2 por ela. Songamonga decide afogar as mágoas na cachaça e acaba segurando vela, desacordada, da irmã e do cara pra quem pagou lanche a vida toda. As duas irmãs ficam putas e brigam.


– Paivertido dá altos balões na família manipulando todo mundo pra escrever seu livro e dar risadas de vilão com o agente, escondido de todo mundo. Ninguém fica puto e nem briga com ele. Bom trabalho, Paivertido!


– Jacaré rouba a mochila de Carter porque é um fofo e não quer que ela vá embora. Carter fica puta, briga com Mãe-Robô e vai pra balada com Cabelo2 e outros marginais do culégio, tomando ácido direto na veia, beijando Cabelo2 e tendo uma convulsão, para o desespero de Cabelo e Songamonga. Antes da convulsão, Songamonga fica puta e briga com ela.

– No hospital, Mãe-Robô dá um elefantinho de pelúcia pra Carter. As duas não brigam, para o choque de todos.

– Jacaré se sente culpado, devolve a mochila e sugere que Carter fuja para as colinas. You go, girl!


Basicamente, "Tava Sumida, Hein?" é uma série de gente chata sendo chata, com atuações extremamente questionáveis, mas pasmem, até que é bem intrigante. O problema maior no conflito de Carter com a Mãe-Robô é que não existe aquela sensação de “ninguém está certo e nem errado”, só que as duas estão erradas, mas isso se acerta com o tempo.

O mistério sobre a relação de Nazaré com a família que prejudicou e porque levou Carter pra criar é sólido, mas não pode ser alongado por muito tempo, o que me deixa na dúvida de como a série pode sobreviver além dele, mas por enquanto dá pra encarar.


E vocês, vão continuar encontrando Carter ou querem que ela desapareça de novo o quanto antes?

Talvez Você Curta

5 comentários

  1. A cada temporada é um novo desaparecido. Me chamem quando for Finding Nemo...

    ResponderExcluir
  2. O que o Henry tá fazendo aí?

    ResponderExcluir
  3. Geeente, que serie ruim! Parabens primeiramente por ter conseguido ver o episodio inteiro, e ainda ter feito uma fotossintese! 👏

    ResponderExcluir
  4. Eu li a sinopse da série e pensei: e daí? não me importo com nada disso...
    Sério, não me despertou o menor interesse, e olha que assisto algumas séries da ABC Family (e da MTV) que pessoas normais nem passam perto!
    Mas não verei isso aí não... boa sorte pra quem vai ver! Creio que precisarão.
    Fotonssitese muito bem feita ahahahahaha

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe