S.A.Leatório #45 - Intercâmbios e Idiossincrasias Internacionais

domingo, fevereiro 15, 2015


Um pocket cast muito diferente na história do S.A. (especialmente por não ser pocket coisa nenhuma). Num papo a dois, viaje nas especificidades de experiências de intercâmbio no exterior, com exemplos práticos e particularidades de Sydney (Austrália) e Vancouver (Canadá).

Acompanhe o relato detalhado de vários aspectos dessa jornada: a escolha de um destino (e as armadilhas e presentes do destino), a experiência com agências de viagem, os trâmites com visto, percalços durante as muitas horas de voo, os tipos de moradia, os choques culturais, as gafes idiomáticas e claro, muito abacate no sushi, milho doce, carne de veado e vinho de caixa.

Para ouvir os episódios antigos, visite o nosso portal para conhecer todo o cardápio de podcasts.

 
Nosso e-mail: seriadores@gmail.com
Assine o podcast: Feed / iTunes

Participantes
Leo Oliveira
Lu Vaz

Links
Misadventures Down Under - Blog de Devaneios do Leo na Austrália
S.A.Divã - Envie sua Barra

Trilha sonora
OneRepublic - Good Life
Skank - Tão Seu
Men At Work - Down Under
Jeff Buckley - Vancouver
Adriana Calcanhoto & Papas da Língua - Sorte
Andrew Belle - Make It Without You
Gin Blossoms - Follow You Down
David Archuleta - Elevator
Foo Fighters - Next Year
Don Henley - Taking You Home
Yellowcard - Empty Apartment
Herbert Viana & Fernanda Abreu - Um Amor, Um Lugar
Jackson Waters - Center of Attention
Keane - Everybody's Changing
Cee Lo Green Johan Hugo Mix - What Part Of Forever
Sia - I'm In Here
La Rocca - Non Believer
Howie Day - Longest Night
Usher Ft. Pitbull - DJ Got Us Falling In Love Again
Taio Cruz - Dynamite
Rex Goudie - Run
Sugarland - Stuck Like Glue
Freddie Stroma - Knockin'
Nickelback - Far Away
Moska - Pensando em Você
Taio Cruz Ft. Ludacris - Heartbreaker
Lee DeWyze - Beautiful Day
Powderfinger - Drifting Further Away
Royal Wood - A Mirror Without
Skylar Grey - Coming Home, Pt. II
Gomez -  Little Pieces
Switchfoot - Dare You To Move
Chris Martin feat. Michael Stipe - In the Sun
Avril Lavigne - Wish You Were Here
Cary Brothers - Ride
Roz Bell - Yesterday Man (I'm So Lonely)
Butch Walker - Mixtape
Bryan Adams & Mel C - When You're Gone
Sharon Corr - Goodbye

Talvez Você Curta

24 comentários

  1. Gostosa sensação de ouvir esse podcast. Um aleatório bem aleatório, gosto assim.

    Adoro ser vouyer (????) de ouvir histórias de vidas de outra pessoas.

    Façam mais. sdds ouvir a YouLu <3

    "Da um outro caxxxt" (YouLu, 2015)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostosa sensação de cunhar o voyeurismo de histórias de vida. Depois das histórias de escola, barras de Orkut (que você lembra bem :D) e agora isso aqui, estamos prontos pra fazer um talk show sobre as vidas da moderação do SA -Q

      Excluir
  2. Gangue do S.A. saindo do modus operandi de proporcionar gargalhadas em seus ouvintes, e ainda sim não perdendo sua essência. Gostei da variada. Também foi oportuno o tema pra mim, porque quero fazer intercâmbio no Canadá, ou por um programa da Universidade ou pelo ciências sem fronteiras, só não sei se vou pela graduação ou pela pós. A YouLu (ctrl+c+ctrl+v do comentário acima) é uma boa adição ao elenco do S.A., ela contrapõe sua fofura com o humor ácido/delicioso do combo Léo e Camis, espero mais participações especiais. Só uma dúvida, posso considerar a YouLu ET? assim como o Luciano to tentando pegar suas piadas internas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. YouLu é a própria definição de ET! O forte dela é regular nosso grau de acidez com doçura mesmo, por mim ela participaria de todos, mas concordamos que, com a baixa das séries, ela volta em temas oportunos, hahaha. Que bom que o tema foi oportuno pra você, como eu disse no cast, não pensava assim na época, mas acho pra lá de válido fazer algo do tipo durante a faculdade!

      Excluir
    2. Q bom q o tema foi apropriado pra vc! Tomara q seus planos de viagem dêem certo :D

      E q lindooo esse Leozio me definindo ha- <3

      Excluir
  3. Só duas pessoas? Se lamentando pela falta do Brasil? Do feijão, guaraná? Que conseguiram com sorte ficar próximos de outros brasileiros e diminuir as saudades?

    Sério, estava preparado pra um podcast torturante.

    Foi um dos melhores que escutei, parabéns a uLoo pela volta vitoriosa, excelente contribuição.

    Na verdade obrigado aos dois pela diversão, comentários pertinentes, fiquei com vontade de me aventurar mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ri alto da introdução do comentário, hahahaha. Realmente não esperava que falaríamos tanto, embora seja um tema recorrente nas minhas conversas com a Lu... Podcast a dois era novidade pra mim também e já tava preparado pra um pocket de meia hora, daí a piadinha no post, mas nos empolgamos além da conta e decidi não cortar muita coisa porque no fim das contas percebemos até que tinha mais assunto.

      Obrigadíssimo pelo comentário, Alpardo, assim a gente vai se encorajando pra se aventurar também, nos podcasts e fora!

      Excluir
    2. Realmente a gente falou muitooooo e melhor ainda que vc não achou torturante, Alpardo :D

      Na vdd, Leozio é mto bom de dupla...daí fica fácil pra qq um tb :D

      Excluir
    3. Pior que comecei a escutar o cast super pensando que ia ser uma merda. Ainda bem que me enganei. :)

      Excluir
  4. Adorei esse pod, foi muito bom ouvir as experiências de vcs.
    A YouLu é fofa demais, o jeito como ela se refere ao casal é gostoso de ouvir.
    Quando ela voltar já quero outro pod. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como bem observado pelo Márcio no comentário lá em cima..."Da um outro caxxxt" (YouLu, 2015) Quem sabe Leozio e eu não nos aventurando novamente?

      Valeu pelo comentário :D

      Excluir
  5. http://www.meudownload.com - Baixe filme, series, musicas, jogos e muito mais. Tudo por link direto e na velocidade máxima, aproveite! Atualizações diárias do lançamento de series e filmes. http://www.meudownload.com - 50 Tons de Cinza - DUBLADO - JA DISPONIVEL PARA DOWNLOAD...

    ResponderExcluir
  6. Ótimo caxxxt. Acho que o tema poderia inclusive ser expandido. Embora vocês tenham saído pra intercâmbio, essa coisa de se conhecer melhor e encarar a necessidade de enfrentar medos também vale pra galera que decide construir a vida em um lugar diferente.

    Morei no Rio a vida toda e agora, aos 38 anos, vim morar em Brasília depois de uma oferta de emprego. Me sentia estagnado no Rio, mudar de cidade me deu um novo gás, e pela primeira vez estar sozinho mesmo, começando do zero quase que literalmente foi uma experiência engrandecedora. Sair da zona de conforto é muito libertador.

    Falando em Brasília, senhor Leo Oliveira e Senhora You Loo, como você pode ter se espantado com as pessoas tomando sol no parque em Sidney ou em Vancouver? Gente, meu maior estranhamento aqui em BSB foi ir caminhar no parque da cidade e ver gente correndo de sunga, jogando vôlei de areia usando sunga e biquini e tomando sol no gramado. Fiquei meio WTF?! Mas, já me acostumei e estou me apaixonando por Brasília. O único problema é o que vocês disseram, é a maior cidade de interior do Brasil. Ou melhor, é uma cidade grande que pensa que é de interior ainda.

    Esperando pela parte 2 do caxxxt.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza vale a expansão do tema pra diversos outros aspectos, eu particularmente adoro esses caxxxts filosóficosocioculturais, hahaha. O Parque da Cidade é um caso à parte em Brasília, quase um organismo vivo, pessoal trata como praia mesmo. Mas é diferente de ver o pessoal estendendo uma toalha no gramado em qualquer lugar pra tomar sol, no meio da correria da cidade grande.

      Excluir
  7. muito bom esse cast, coincidentemente estou no momento em processo para um intercambio no Canada. otima hora pra ouvir.

    ps: vlw pela dica de não dar sinal no ponto de onibus. rs

    ResponderExcluir
  8. Que podcast maravilhoso, só pelo tema e de ter youLu e Leo já imagina que só podia sair coisa boa =D
    Já torcendo por mais podcasts com youLu!!!

    ResponderExcluir
  9. Adorei o podcast. Acho que todos que viveram fora do país passaram por algumas das situações.

    Difícil falar sobre intercâmbio em poucas palavras. Tantas histórias, tantas coisas.

    Eu morei em Londres durante 6 meses. Escolhi o Reino Unido porque queria viajar pela Europa. Viajei pra Escócia, França (gostei de Paris, não dos parisienses), Bélgica, Portugal (LINDO! Sério, muito subestimado) e Holanda. Não viajei mais porque não deu tempo. Este ano devo viajar para a Itália e estou tentando um curso universitário em Berlim (em inglês, rs). Eu adoro a Europa. Mesmo.

    Morei em uma residência com várias pessoas e muita rotatividade. Dividi quarto com um marroquino e não recomendo. Se você está lendo esse texto e vai pra fora em breve, CUIDADO, não tope dividir quarto com africanos e árabes. Não me julguem, não falo isso por motivos de cor, falo porque a higiene deles é terrível. Depois mudei de quarto e dividi com um italiano meio punk, mas super vaidoso (dava trabalho manter o estilo). Higiene não era problema com ele. Era um cara muito gente boa e que trabalhava bastante, portanto, eu tinha privacidade uma boa parte do dia. Na casa haviam 5 quartos e 11 ou 12 pessoas por vez. Brasileiros, espanhóis, marroquinos, italianos e argelinos passaram pela casa na minha época. Sobre os brasileiros: gostei apenas de três garotas, o resto era lixo. A maioria dos brasileiros que conheci eram medíocres. Não tinham nada a acrescentar. A maioria estava lá porque papai e mamãe mandou e não queria saber de nada além de beber. Conheci alguns e logo me afastei. As maiores amizades que fiz: uma coreana com quem falo semanalmente até hoje, uma mexicana e uma garota do Irã.

    Sobre rapazes: adorei todos, rs. Dan, um britânico filho de brasileiros, mas que não falava português. Era meio moreno, alto, tinha pegada. Depois conheci o Jussi, um finlandês que passava 15 dias do mês em Londres e os outros 15 em Helsinque. Por último, um britânico maravilhoso chamado Hugh, descendente de italianos e escoceses que, coincidentemente, estava aprendendo a falar português antes de me conhecer. Ensinei algumas palavras pra ele. Fui em várias baladas também, principalmente a Heaven, que é a mais popular e reúne caras do mundo todo. Fazíamos competição na casa onde morava. Beijar valia 1 ponto, sexo valia 10, beijo em indiano menos 50, haha. Indiano não, né? Da América Latina eu nem dava corda. O negócio era europeu e australiano. Conheci um super sardento, Jon, e surfista. Cliché, eu sei, mas ele era. Vi fotos dele no mar. Ele que me ensinou a palavra aussie.

    O sotaque britânico é lindo, mas difícil no início. Conseguia entender melhor os britânicos do norte de Londres. No leste, onde morava, o sotaque era bem mais pesado. O tempo era sempre nublado. Peguei sol apenas no início. Vi neve duas vezes. Transporte público muito eficiente e ônibus 24 horas. Seguro, apesar de alguns furtos. Tinha que ficar de olho nas mochilas, pois sumiam coisas do nada. As pessoas eram educadas. A comida era ruim. Muita comida indiana e cheia de pimenta. Na minha sala havia apenas eu de brasileiro e eu adorava. Tive muita sorte, pois não havia como alguém falar em pt comigo. Meus colegas ouviam o meu português e diziam que o idioma lembra o francês. Talvez pra quem desconheça o idioma totalmente realmente pareça um pouco o francês.

    Conhecer pessoas de outros países é uma experiência sensacional. Recomendo vivamente que façam um intercâmbio. FUJAM dos brasileiros, não fiquem ligando para os pais diariamente (se libertem dessa dependência) e não tenham medo de explorar.

    ResponderExcluir
  10. Passando só para dizer que esse foi um dos Salzinhos que mais gostei e que ouviria um de seis horas. Nunca fiz intercâmbio, mas amo ouvir sobre as aventuras e experiências de quem fez.
    Nem acredito que já vai fazer cinco anos que ouvi o S.A. Cast e meu coração parou com a bomba que foi a revelação de que Leozio não estaria entre nós, mas na Austrália. Lembro como se fosse hoje. Inclusive, stalker que sou, me recordo de ter acessado o blog do Leo sobre a viagem algumas vezes.
    Foi ótimo matar a saudade de YouLu que continua super ET e por mim assinaria um contrato vitalício garantindo participação em todos os SAD e S.A.Ls da vida.
    No aguardo desde já pela edição sobre viagens com participação da Erika.
    Beijo n̶a̶ ̶a̶l̶m̶a̶ no lugar que vocês quiserem ;)

    ResponderExcluir
  11. Oi Camila,

    Valeu pela força, esse tb foi um dos casts q mais gostei de gravar...e quem sabe a duração dos proximos cast não passa a ser de 6 horas? OIQ-? hahahaha

    Obrigada pelo comentário, viu? E saiba q eu vivo na ilusão de ter um contrato vitalício com o SA...só o tempo dirá se estou certa ou não rs

    bjoss

    ResponderExcluir
  12. Gente! Vcs arrasam! Meus favs.
    Façam mais intercâmbios para terem mais casta assim #etbilu

    ResponderExcluir
  13. Curti demais o podcast. Adorei todas histórias e fiquei com muita vontade de largar tudo e viajar hahahah.
    Só não entendi esse lance de ficar se chamando de "nem" kkkk

    ResponderExcluir
  14. Duas palavras: TIM TAM! <3

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe