S.A.Maratonas #24 - Gilmore Girls: Um Ano Para Recordar (Inverno)

domingo, janeiro 29, 2017


Foram mais de dois meses para tirar a neve dos fones e reunir a gangue na town meeting, mas as garotas Gilmore estão de volta também ao Seriadores Anônimos. Compartilhe conosco as experiências de assistir várias vezes esse incrível revival, nos elogios derretidos e nas críticas de fã chato, porque a gente está aqui para repercutir as trajetórias de Emily, Lorelai e Gillie Rory por muitas estações.



Nosso e-mail: seriadores@gmail.com
Grupos no Telegram: Seriadores Anônimos | SAD
Nas redes sociais: Twitter / Página no Facebook / Grupo no Facebook
Assine o podcast: iTunes | Feed RSS 
Links
Gilmore Girls Brasil: Site Fanpage no Facebook
S.A.Maratonas #13 - Gilmore Girls, 1ª Temporada
S.A.Maratonas #14 - Gilmore Girls, 2ª Temporada
S.A.Maratonas #15 - Gilmore Girls, 3ª Temporada
S.A.Maratonas #18 - Gilmore Girls, 4ª Temporada
S.A.Maratonas #19 - Gilmore Girls, 5ª Temporada
S.A.Maratonas #20 - Gilmore Girls, 6ª Temporada
S.A.Maratonas #21 - Gilmore Girls, 7ª Temporada
#FirstWorldProblems - Gilmore Girls explained by a guy who only saw the first episode of the new Netflix show

Trilha Sonora
Barbra Streisand - Where You Lead
Tim Maia - Primavera
Sandy & Júnior - As Quatro Estações
Djavan - Um Dia Frio
Sam Phillips - How To Dream / I Need Love
Roberto Carlos - Quero Que Vá Tudo Pro Inferno
Fountains of Wayne - Valley Winter Song
Shonen Knife - Top of the World
Grant Lee Phillips - Winterglow
Dolly Parton - Here You Come Again
Tom Tom Club - Genius of Love

Talvez Você Curta

10 comentários

  1. Agradeço por criarem um espaço seguro para as pessoas falarem tranquilamente sobre o que acharam do revival. Eu amei. Mas primeiro vou citar as coisas que não gostei, porque fica mais rápido do que falar das coisas que gostei.
    Até que achei engraçada a passagem de tempo ser meio porca e confusa, como no caso da consulta da Emily e da Lorelai e da Rory ter viagens na velocidade da luz, deve ter sido intencional cagarem pra ter esse fator nonsense engraçado. Só me atrapalhou no sentido de não saber quando é que a Gilli pega o ursinho de star wars pra ver se tem sentido mesmo galera achar plausível considerar esse cara como um dos candidatos a filho da criança de Gilli.
    A primeira vez da piada com Paul me fez rir, mais pelo Luke e pela Lorelai participarem dela, mas depois foi arrastado em termos de comédia e foi bem babaca da parte de Rori. Por outro lado serviu como elemento dramático pra destruir essa imagem de boa moça que a Rori sempre tem, isso e o caso com o Logan, não só por ela saber que ele tá comprometido, mas por ela se colocar nessa situação de novo em que ela sempre se machuca no final.
    Odiei a brigada, comento mais no programa do último episódio.
    Nossa, os 30 segundos da Sookie foi tão injusto.
    Odiei a peça.
    No mais, acho que as críticas de vocês foram bem compreensíveis, especialmente assistindo mais vezes, e concordo com o Leo que algumas coisas dependem da pessoa mesmo, eu ri da parte do Luke não sabendo o que é uma mãe de aluguel, só que por causa da Lorelai mesmo e depois da Paris. Adendo, que atrizes fodas, sabem fazer comédia, sabem fazer drama, cada uma da maneira que os personagens pedem. Cada vez que os olhos de Lauren Graham se enchem de água eu choro copiosamente, fico triste por ela não ter tanto destaque na tv ou no cinema.
    Adorei a trama de Emily, de ela ainda se amargurar com a Lorelai sobre fatos do passado. Pra mim, é muito real você ter evoluído sobre alguns assuntos mas não totalmente. Um exemplo é a Ray de My mad fat diary, o crescimento dela não é linear, ela tem recaídas e isso trás verossimilhança para as obras.
    No mais adorei tudo, a nostalgia bateu forte e tive aquela sensação de ansiedade pra ver o próximo episódio. Deu pra perceber que os roteiristas, tirando algumas incongruências, tem domínio daquele universo de Gilmore Girls.
    Queria a opinião de vocês sobre a seguinte situação: no série maniacos teve uma garota que fez toda uma análise sobre os namorados de Rory, e me chamou atenção sobre o que ela fala sobre o Dean, ela diz mais ou menos que ele é um machistinha que não suportava o crescimento da Rori, sempre puxava ela pra baixo, além de ser um babacão por trair a mulher grávida (disso eu lembro). Eu realmente recomendo vocês verem lá, acho que ela comenta isso no último episódio. E eu pergunto isso porque faz muito tempo que vi essa parte do Dean na série, e revendo um episódio qualquer percebi uma fala muito machista do Luke e outra da Lorelai que me incomodaram muito. Eu sei que a série passou há muito tempo, mas sei lá, mesmo a gente amando alguns personagens essas coisas irritam.
    Ri muito da briga das irmãs Barbieri, por mais plots assim.
    E gente, o cara do vídeo perde tempo gravando, fazendo roteiro, editando um vídeo sobre uma série que ele viu um episódio de revival? Que patético, mas ainda é engraçado, ri numas partes. Muita coisa comparada com a guerra da Síria será #firstworldproblem, inclusive essa birra desse moço.
    Cami, Leo, Guto e Evandro, vocês não têm obrigação nenhuma de, em plenas férias fazerem esses podcast, e cês ainda fazem, valeu mesmo, que haja muito boxes em suas vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário maravilhoso, obrigadíssimo!!!
      Confesso que eu ri, e não foi pouco, do vídeo do cara que nunca viu a série, acho que a pegada do canal dele é essa mesmo, dá um pouco de raiva, mas consegui entrar na zoeira.
      Não concordo que o Dean seja isso tudo de ruim, não. Ele era bem machista e controlador sim, mas muitos na série também eram, inclusive as Gilmore em algumas atitudes. Também não lembro de a mulher dele estar grávida em nenhum momento da série, rolou isso? Não que amenize a traição, claro, ele foi bem escroto nesse momento, mas há de se lembrar que a Amy mudou totalmente a personalidade do Dean na segunda temporada para o Jess se sobressair. Antes ele lia, era viajado, inteligente, e depois se tornou o cara simplão de Stars Hollow que não queria nada mais da vida, e nessa impedia mesmo a Rory de ir atrás do crescimento dela, mas pra mim foi uma das muitas imaturidades dos Palladino na hora de desenvolver a história, podiam ter mantido a essência do personagem e mesmo assim fazer o Jess brilhar. Destruir um pro outro ser mais interessante é uma saída muito fácil.
      Vem ni mim, mais briga de Camis e Alê, pra garantir temporada completa de Barbieri Girls!

      Excluir
  2. Nossa, Rory apodreceu sim, concordo com a Camis. Parece que ela sofreu uma benjamin buttonização de personalidade. era uma adolescente com a cabeça no lugar, tranquila, vivia uma vida tão normal, raramente fazia algo errado. era até perfeita demais pra "vida real", isso incomodava um pouco. aí chega na idade adulta e a coisa radicaliza: ela fica com atitudes de adolescente mimada. oi? (vide a questão do relacionamento com o Paul). Um grande exemplo disso é que no jornal de Chilton ela conseguia fazer matérias incríveis com qualquer pauta merda que a Paris designava pra ela, tipo fazer cobertura do asfaltamento de um estacionamento. Aí quando aparece chance de EMPREGO com pauta sobre filas (que é muito mais normal que estacionamento) fica de mimimi... Mas a verdade é que desde que ela conheceu o Logan ela não é mais a Rory de Stars Hollow mesmo. Engraçado q vc percebe a frustração de Lorelai nessa fase, quando ela quer se aproximar cada vez mais do ambiente e estilo de vida que Lorelai fugiu justamente pra que Rory não tivesse que conviver com aquilo. Acho meio triste isso, a cena que a Lorelai fala "eu lutei para que você tivesse o que eu não tive" quando ela fala que vai largar Yale na s05 é bem pesada. É meio péssimo o que acontece com a Rory desde que ela começa a sair com o Logan, mas as vezes a culpa nem é dele, o deslumbramento parte dela mesmo. Talvez se a Rory da s01-s04 fosse menos perfeitinha eu seria menos impactado pela mudança brusca de personalidade, não sei. Também entendo que o fato de ela ser muito protegida no mundo perfeitinho de Stars Hollow também contribui com a ruptura brusca. E tudo bem que pessoas mudam, mas pra mim muitas atitudes que ela teve enquanto adolescente eram muito mais sensatas e maduras do que na vida adulta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado esse plot do asfaltamento, ela extraía leite de pedra com qualquer tema bobinho e agora tá nessa. Até acho bem realista, que as pessoas ficam vaidosas e começam a não dar tanto de si com o tempo, mas é triste que ela tenha perdido esse lado!

      Excluir
  3. Eu não acho tão radical a mudança da Rory na questão dos relacionamentos amorosos dela ela nunca soube lidar com eles de maneira sensata, o que ela fez com o Dean na terceira temporada por exemplo, ele mesmo teve que terminar com ela pq por ela nunca aconteceria ficaria naquele chove não molha da porra.Deve ser herança genética pq Lorelai tbm sacaneou bonito com o Max Medina na segunda temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha pensado por esse lado, Rory sempre teve dificuldade de finalizar as coisas, com Dean era essa enrolação, com Jess ela ficava correndo dele e com o Logan ficava naquela de "te perdoo, mas sou passivo-agressiva", e só deu a primeira afastada real quando recusou o pedido de casamento.

      Excluir
  4. Assisti só alguns episódios aleatórios de Gilmore Girls nas saudosas manhãs de domingo no SBT há muito, muito tempo. Mas ouvirei o papo de vocês.

    ResponderExcluir
  5. Não quero a Sookie no revival. Detestei, peguei antipatia. Era melhor não ter ido do que ter feito aquele papelzinho. Anyway, Rory pior pessoa ever, mimada, chata, perdida, sem noção.
    Lorelai a gente ama, mesmo quando ela quanto ela pisa na bola.
    E Emily Gilmore foi mesmo a melhor personagem do revival, a melhor evolução. Muito amor por ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sookie desnecessária mesmo, fiquei feliz quando soube que ela faria, mas decepcionado com a cena que só tinha emoção na parte da Lorelai e era Melissa que tava ali. Emily <3

      Excluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe