S.A.D. #60 | Uma Pequena Crush, Um Par de Jarros Exóticos e o Bichão

quinta-feira, setembro 07, 2017


Cê senta? Tentamos responder essa pergunta e algumas outras numa sessão repleta de possibilidades para coito, elementos químicos, OTPs virtuais, culpa cristã, dormência pezal e belíssimos enfeites de borracha. Um podcast para escutar sentindo a dormência vir, mas por favor: sem esfregar o bichão em ninguém.




DOWNLOAD
Assine o SAD: iTunes / Feed RSS 
Outros produtos SA: iTunes / Feed RSS
SA nas redes sociaisTwitter / Página no Facebook / Grupo no Facebook

Nessa sessão:

Grupo das Pequenas Crushes"
Meninas no mínimo bi, todas muito legais e divertidas, agitam grupo formando OTPs e casais A3. Uma só vai ficar com a namorada daqui a 6 anos e no meio tempo pode se casar virtualmente, outra gosta das pessoas como uma pequena crush e a que está de fora do grupo é clara e é vidente, quer dizer, evidente. Todas moram em estados diferentes, claro.

Bateu a Química"
Relacionamento entre um gás e um halogênio se torna abusivo quando um deles perde o emprego e o outro começa a apelar para insultos, traições, ameaças financeiras e emocionais. Será Cobalto, o metal de transição, salvador dessa seara?

“Jarros de Jorro"
No armário para os pais, embora dê mais pinta que drag da RuPaul, paciente investe em ducas higiênicas que são encontradas enquanto ele está no cusinho e confundidas com jarros exóticos (ou eróticos?) em exibição para todas as visitas. Anúncio do produto é um show à parte e ainda tem boquinha de brinde. Mas e o bebê?

“Virge, e Agora?"
Escorpiana virgem lamenta não ter vivido uma experiência humana tão básica e pensa que deveria simplesmente transar com qualquer pessoa e superar isso logo, mas tem medo de me arrepender. Nem na terapia teve coragem de abrir sobre o assunto, admitindo apenas na anonimidade do formulário.

“Eu Nem Sinto Meus Pés no Chão"
Cagada de lei durante o expediente causa problemas quando, após as putarias do Chatroulette, o paciente coloca o bichão em contato com o brother. Como o RH vai reagir a tudo isso?

SAgraDecimento pela língua de Lexie no Insta Stories ao acordar

Participantes
Alessandra 'Lexie' Barbieri
Eduardo 'Starcer'
Leo 'InstaBeard' Oliveira

Trilha Sonora
Cariúcha - No Funk Ninguém Dança Mais Do Que As Bichas
TeraBrite - Look What You Made Me Do
Chiquititas - Berlinda
Kéfera - Essa Fadona, Essa Fada
Bebe Rexha - Comfortable (feat. Kranium)
Brava - Sei Lá
Sam Tsui - Jar Of Hearts
Banda Calypso - Como Uma Virgem
Jennifer Paige - Crush (Goshfather  Jinco X JayKode Edition) (Feat. Lauryn Vyce)
Vince Kidd - Like A Virgin
Gian e Giovani - Convite de Casamento
Banda Calypso - Como Uma Virgem
Raul Seixas - Carimbador Maluco
Avril Lavigne - 4 Real

Talvez Você Curta

20 comentários

  1. Primeiro de tudo, saudades casal America ainda mais que já ficamos sabendo que Erika senta. Melhoras para America.
    A Alê deveria gravar um video de react do namorado dela escutando o podcast.
    Leo, espero que você encontre logo um propósito.
    Excelente podcast...manda mais que a gente gosta.
    Bjs e um bichão bem grande para vocês!

    ResponderExcluir
  2. Fui trocado por uma brusinha?
    #MeSentindoDesprestigiado
    Mas se foi pra a Alê dar close no Caribe, então eu perdoo.
    Alê, sua linda, ainda realizo meu sonho de estar numa mesma gravação com você.

    Quanto aos casos, só queria falar pra a moça do "“Virge, e Agora?"" que ela pode ser Assexual ou estar no espectro da assexualidade (Demissexual, quem sabe). É uma possibilidade. Pois muitos assexuais relatam mesmo que, durante muito tempo, se sentem pressionados socialmente a cumprir papeis sexuais que não lhe são confortáveis, justamente porque a gente vive numa cultura que supervaloriza o sexo. Bem, uma coisa que eu aprendi conversando com a galera é que o sexo só precisa ter a importância que a gente quiser dar a ele nos nossos relacionamentos. Então, não se pressione, talvez você só curta beijar mesmo, e tudo bem. Não há nada errado nisso. Errado mesmo é a gente se forçar a fazer coisas só pra cumprir expectativas que, na maioria das vezes, nem são nossas, são exteriores a nós. Enfim, força e serenidade pra você.

    Aos doutores que compareceram, beijos e beijas.

    PS: Léo, não se abale, seu propósito é botar essa bagaça pra frente e deixar ela linda como tá. Adoro o S.A.D. porque percebo que tem muito de você nesse projeto, sou seu fã. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moreco, voltei e fiz até furacones em punta cana
      quero muito um dia ter a honra de poder gravar contigo
      xoxo

      Excluir
  3. Gente, amo quando a Alê é convidada.
    Passado com a história da duchinha kkkkkk.
    Me deu uma "bad" com a história do Arsênio/Argônio. Pior que casos assim acontecem muito.

    ResponderExcluir
  4. Quero o Edu Sacer no elenco fixo do S.A.D Brasil!!!!

    ResponderExcluir
  5. Esse SAD foi muito divertido, volte sempre Alê.

    ResponderExcluir
  6. não era amor . . . . não era amor . . . era um jarrinho de ducha

    ResponderExcluir
  7. Venho aqui p/ representar a maior família da internet, a família Anônimo da Silva. Genty, a Alê tem cara que senta, heim! E agora que está de boy novo, deve tá sentando eventualmente dia sim, outro tb. Fiquei bem #chocado com esse caso dos jarros eróticos. Não sabia que chuqueiras poderiam ser objetos de decoração kkkkk. MAs achei sacanagem os pais encontrarem justamente quando estava no cusinho, digo cursinho kkkkkk. Mas até agora quero saber mesmo é do Bebê.

    E o caso do boy fmz achei com requintes de mentira, onde ja se viu um HT no Chateroleta? Todo mundo sabe que ali só tem rola na nossa cara. Esfregar o bichão no bróder é coisa de HT, fazia isso sempre.

    Leo, seu propósito e umidificar os leitores! Vc é a cura HT.

    Adoooooooro vcs. BEIJUNDAS!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. queria eu sentar naquele home maravilhoso que é meu boy dia sim dia tb
      fica aí de projeto futuro né mores

      bjo more

      Excluir
  8. A camiseta da Brigada Socialista do Amor Livre sai quando?

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe