S.A.D. 85 | É Preciso Viver com Coragem

sexta-feira, abril 05, 2019


Alerta de gatilho emocional: esse programa trata de assuntos como tendência à automutilação e desejos de suicídio, portanto pode desencadear reações latentes em pessoas que já passaram ou estão passando por situações similares.

Abrimos o SAD e o coração para um episódio muito desafiador e especial. Com a presença VIP de uma paciente convertida em doutora, reservamos a primeira hora da sessão para a zoeira e o esculacho de sempre, e a segunda para um papo realmente sério, que pode ser não ser 100% benéfico para todo mundo. Se você, por qualquer motivo, se perceber sensível aos assuntos comentados, não ignore os avisos, tanto nessa postagem quanto durante o podcast. Para quem tiver interesse nos canais de ajuda citados, fiquem de olho nos links ao final do nosso post!



Siga o SAD como um verdadeiro stalker: iTunes | Android | Spotify | Grupo no Telegram

Quer nos ajudar a produzir cada vez mais e melhor? Seja nosso PADRIM.


Envie SUAS HISTÓRIAS anonimamente pelo formulário para os próximos programas.

Nessa sessão:

Fica aí sozinho, OTÁRIO”
Professora recém-chegada, Lara se viu muito próxima do Jorel por serem os únicos no corpo docente que ainda não morreram por dentro. Entre uma elaboração de texto e cronograma para a festinha de fim de ano, uma playlist e umas cervejinhas, eles acabaram se pegando bem gostoso. O problema: ele estava casado com uma mulher linda, simpática com jeito de rica e carinha de quem nunca pegou um ônibus. Mas agora tudo pode mudar.

Bate-Volta
Pierrita, do caso “Mulé Arreta o Cara” (SAD 82)

“Não Basta Ser Terapeuta, Tem Que Participar”
Com depressão e ansiedade desde a adolescência, Lu Havái interrompeu o tratamento psicológico e psiquiátrico para realizar o sonho de fazer intercâmbio, mas entrou em outra crise grave e, com a intervenção da chefe, conseguiu lugar com um psicólogo com quem já está há 8 meses sem sentir nenhum progresso. A falta de cuidado do profissional em guardar coisas mínimas sobre ele está fazendo com que saia da sessão pior do que entrou.

“Pegadas da Moon”
Em crise no relacionamento e com pensamentos e sentimentos cada vez mais recorrentes de desânimo, Moon relata que já tentou de tudo para se salvar, e, ainda assim, continua imersa na escuridão e tristeza de sua alma. A gente tem esperanças de que há ainda há muito para se fazer e tentar :)
 
Participantes
Amanda 'Nudes' Aguiar
AleR 'Lexie' Barbieri
Erika 'Troll' Ribeiro
Leo 'InstaBeard' Oliveira
Nina Ribeiro, a Drª. Coragem
Taylor 'Battlefield' A. Rocha

Links
CVV | Centro de Valorização da Vida
Psicólogos Online | Oriente-Me - Fale com um terapeuta online 
#EuEstou - Comunidade no Facebook
#EuEstou - Perfil no Instagram
Instagram oferece apoio para quem sofre de ansiedade; veja como usar
Braincast 286 - Suicídio; Papo Reto
Estamos Bem?: #17 - Aquele Sobre Terapia

Trilha Sonora
Pato Fu - Canção Pra Você Viver Mais
Paulinha Gonçalves - Se eu não fosse casado Part. Kleo Dibah
Ed Motta - Colombina
Los Hermanos - Pierrot
Katinguele - Lua Vai
Titâs - Enquanto Houver Sol
Lulu Santos - Tempos Modernos
Luciana Mello - Simples Desejo

Talvez Você Curta

26 comentários

  1. Só queria dizer obrigado pessoal ❤
    Que cast maravilhoso mesmo !E que ajude muito as pessoas que precisam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou maratonando no spotify há pelo menos 15 dias. Adoro as sessões. Tenho uma SADuvida. Dra. Troll e dra. Amandanudes estão juntas ou separadas? Fico muito confuso escutando porque não estou ouvindo em ordem cronológica e tem episódio juntas e episódio separadas. Por favor, me ajudem.

      Excluir
  2. ALERTA TEXTÃO!
    Ah gente! Vcs tavam querendo me fazer chorar, né? Mas aquele choro bom de amor que transborda do coração. Obrigada por isso <3
    Achei linda a participação da Nina. A maturidade e a coragem dela de superar todos esses obstáculos que o mundo ainda coloca na frente de quem só quer ficar bem. Todo meu amor pra vc tb, Nina <3
    Eu acho, de verdade, que vcs do SAD são aquelas raras pessoas que já podem dizer "fiz a diferença na vida de alguém". E esse "alguém" aí, são centenas de milhares de pessoas que vcs alcançam com os conselhos fofos, pé na porta e muita verdade que ninguém fala, mas que faz toda a diferença.
    Lembro de vários pacientes que vcs apoiaram em situações bem difíceis. Uma das que mais gosto é a da moça que pegou o marido com a irmã (dela) na cama. Além disso, por muito tempo, qdo eu tinha aquele impulso de fazer merda, ouvia o Leo falando "não seja sapatão!" e voltava à realidade.
    Vcs fazem companhia nos momentos difíceis e naqueles ociosos (de deslocamento, de faxina, de lavar a louça, na esteira) impedindo que a gente sofra de excesso dessa realidade aí que a gente anda vivendo. Qdo o Sidney diz "vamos gravar SAD todo dia" eu sempre abro um sorriso, pq é isso mesmo. SAD todo dia faz um bem enorme pra gente. Mas ok, nada que várias maratonas não resolvam..rs.

    Sobre os casos, a delusionalidade da Lara e da Pierrita? Falo nada. Érika dando os melhores conselhos. Aliás, a medida de segurança que ela sugeriu, de criar um rumor na escola pra se prevenir, me abriu os olhos que já passei por isso, só que do outro lado. O cara, na minha história, é que quis que as pessoas achassem que eu era a maníaca obsessiva. Mas deu tão errado, chamou tanto a atenção pra ele e ninguém significativo acreditou, que ele acabou saindo do emprego. Então, cuidado aí (#ficaadica).
    O amiguinho do gatinho e do terapeuta sem empatia. Cara, tem profissional ruim em todo lugar. E, por incrível que pareça, tem opções mais acessíveis em vários lugares. Se não estiver conseguindo encontrar sozinho, pede ajuda de um amigo do bem. Às vezes a gente não consegue nem ver o que tá na nossa frente nessas horas. Mas, principalmente, não se sinta culpado por buscar o que é melhor pra vc. Cuidar da gente tb é bom pro mundo, em especial pra quem convive conosco. A gente pode dar uma pessoa melhor, mais feliz, mais saudável pros outros. Olha que presentão! Fora que abrir a vaga pra esse cara atender outra pessoa pode ser melhor mesmo, pode ser que outra pessoa se entenda com ele...todos ganham.
    Moon, tenho certeza que todo o amor desse podcast teve um senhor efeito positivo em vc. O que eu poderia dizer, de quem já viveu algumas décadas de vida, é que a cada situação difícil a gente acha que não vai dar conta, que é pesado demais, e, qdo passa (pq passa), a gente vê que sempre sobrevive. Sentir as coisas ruins serve pra gente aprender que pode dar conta sim. E o crescimento incomoda, dói, mas daí sai uma pessoa melhor, mais forte e mais amorosa consigo mesma. Cerque-se de coisas e pessoas que te fazem bem e corte sem dó (ao menos por um tempo) o que não faz bem (eu cortei a tv aqui de casa, saí de um monte de grupos, deixei de seguir ou silenciei várias pessoas no instagram). A gente não precisa ser forte o tempo inteiro; não tem que provar nada pra ninguém. Espero o bate-volta com boas notícias tb <3

    Beijos no coração :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cortei TV, só vejo quando tem algum problemão pq ai tenho de me informar. Já basta as tristezas das redes sociais.

      Obrigada pelo huge comentário. Assim é mais legal! 😊

      Excluir
  3. Eu imagino que quando vocês criaram o SAD na zoeira há alguns anos atrás, vocês não imaginavam que iam conseguir ajudar tanta gente real oficial mesmo. Quer seja ajuda direta através dos conselhos ou indireta através de um episódio na hora certa. Eu já fui ajudado das duas formas, mandei alguns casos e mesmo sendo zoado nos conselhos de vocês eu consegui tirar muita coisa boa que me ajudou mesmo, também em momentos que eu não estava tão bem vocês me alegraram com os episódios. Vocês sabem que sou ouvinte antigo dos podcasts S.A. e eu sempre lembro de como os S.A. Casts foram importantes e me ajudaram quando passei por um momento difícil e delicado em minha vida.

    Eu faço terapia em serviço de uma faculdade aqui da cidade, dei a sorte de até o momento passar por 3 profissionais que me ajudaram e tem me ajudado bastante. Mas infelizmente sei que não é todo mundo que encontra logo um psicólogo bom. Toda vez que escuto uma história de alguém que encontrou um psicólogo com atitudes escrotas eu fico bem triste com essas atitudes desses "profissionais" porque terapia é tão importante e já existe tanto preconceito a respeito disso que eles só fazem as pessoas desacreditarem cada vez mais do processo terapêutico.

    Eu escutei o episódio e escrevo esse comentário bem emocionado por ver que além de mim muitas pessoas tem sido ajudadas pelo trabalho de vocês e conseguem se apegar a alegria que vocês nos trazem.

    Aconselho o pessoal que ainda não fez a entrar nos grupos do telegram da holding pois mesmo que role muita putaria, na hora de ajudar um ao outro o pessoal chega junto também.

    Ahhh e a Nina é maravilhosa. Adorei ela no cast.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço de coração as suas palavras, Levi.
      Vc realmente, tá ai com nozes a um tempão e é muito bom ver que continua gostando.
      Abraço

      Excluir
  4. Mais um programa excelente, esse com temas mais pesados, mas acho que conseguiram lidar muito bem com esse assunto e passar a mensagem que sempre temos algo que valha a pena viver mais um dia, mesmo nos dias mais escuros.
    Espero mesmo que as pessoas tenham encontrado a ajuda que necessitavam, vocês fazem um trabalho muito importante aqui, espero que sempre continuem...
    Beijos, F.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado por esse programa maravilhoso. O mundo tá tão louco e esse país de cabeça pra baixo, as coisas não vão dando certo.... qualquer um pode cair. Tenho meus momentos de querer desistir também, mas tento me prender em algo, principalmente na minha família e em pequenas coisas. Acredito que quem passar por esses momentos deve buscar sim ajuda profissional, mas também jamais se isolar (por mais que tudo esteja uma !@#$). Falei com uma amiga psicóloga e falou que é bom ter um momento que a gente coloque tudo pra fora, só que não deve fazer isso sempre.
    Não sou uma pessoa muito boa com conselhos, mas assim... se apoiar em algo e não depender de alguém pra isso é essencial, pense naqueles para quem vc é importante, naqueles que você não conhece mas que vivem numa situação pior (tente fazer algo por eles) - às vezes me pego numa situação de ajudar um estranho, paro e me sinto tão bem depois -. Apesar do que for vale a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ajudar faz bem mesmo.
      Se cuide e continue a ajudar quem puder.
      Valeu, Neto.

      Excluir
  6. Muito lindo e importante esse SAD. Procurar um psicólogo deveria ser mais falado. Eu sempre digo: "se todo mundo fosse ao psicólogo pelo menos uma vez na vida, o mundo era um lugar melhor". E é importante amar a si mesmo e não deixar a nossa felicidade na mão dos outros. E valorizar as coisas pequenas é um ótimo conselho, vamo fazendo e quando você vê, já fez muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu o comentário, Marcelo.
      E as coisas pequenas são muito importantes, a vida é um monte delas, se a gente aproveita várias vira algo grande 😊

      Excluir
  7. Que podcast crocante e suculento!! Fiquei xocado com o shade com a Camis... Já quero um podcast com as irmãs Barbieri lutando no gel!!

    ResponderExcluir
  8. Mais uma frase icônica proporcionada por esse podcast maravilhoso: “eu tô bem mas tô uma bosta”. Tão eu. Ah já quero esse live action “a dama e a vagabunda” c Alerxandra Barbieri e Mandy Nudes (não disse qual interpretará qual).

    ResponderExcluir
  9. Ainda não terminei de ouvir, por enquanto o que eu tenho a dizer é: PAREM DE INTERROMPER ALERRRR!

    ResponderExcluir
  10. Leo, sua voz é linda. Você é parente do Anderson Vieira do youtube? Mesma voz deliciosa. Ele entende tanto de música quanto você. Adoro a trilha sonora dos episódios. Parabéns. Não dá para ser padrim porque já assino netflix amazon prime e crunchyroll. Vi o vídeou no youtube um dia desses e me apaixonei pelo Luciano. Se cancelar algum streaming patrocino. Parabéns a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menine, não conhecia o moço Anderson não, mas até onde eu sei zero parentesco, hehehehe. Muito obrigado pelos elogios à trilha, não sei dizer se posso ser considerado realmente alguém que "entende de música", mas eu procuro varias bastante e, principalmente no SAD, resgatar e encontrar coisas que combinem com o momento.

      Excluir
  11. Não achei o formulário para mandar meu caso, onde encontro? Não quero mandar e-mail para erikamedeuocu@gmail.com pois preciso manter a reputação ilibada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta em destaque no nesse post. Em rosa choque 🙃

      Excluir
    2. https://1316572.survey.fm/s-a-div%C3%A3-envie-sua-barra-de-vida

      Excluir
  12. Ai, mores, depois de ouvir esse cast eu me toquei que vcs têm q ter uma sensibilidade enorme pra lidar com certos casos, e é uma puta responsabilidade. Fico feliz de ver tanta gente que vcs ajudaram e ajudam só com a galhofa, mas também com bons conselhos. Acho que pro programa de hoje eu só tenho gratidão, também pela convidada que se dispôs a falar de si, e pelo trabalho que vcs fazem. Um beijo na alma e no coração <3
    P.S.: Tive um deja vu enquanto escrevia esse comentário, será q estou vivendo em looping???

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe