S.A.D. 184 | Sendo a Erika

2.3.24

Desde as colônias de férias em que os pais ficavam bebendo e as crianças corriam livres pelo cemitério, passando por desventuras jurídicas subindo e descendo escadas e com um diagnóstico que mudou a sua maneira de se perceber e se apresentar ao mundo, nossa troll do amor, Erika Ribeiro, conta um pouco do que a faz ser ela e de como nem todos estão abertos ao diferente.


 

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Amei saber mais sobre a Erika e a grande novidade do episódio foi descobrir q ela nasceu antes da cesareana ser inventada. Gostaria d sugerir alguns temas:
    1. Experiências d escola: como vcs eram (populares, nerds, etc), aflicetas, o q gostavam, o q odiavam;
    2. Sonhos d infância: tipo aquelas brincadeiras d "se o Leo hj não fosse banqueiro seria psicólogo", e se vcs acham q concretizaram algo do q planejaram;
    3. Casos sobrenaturais, estranhos, mediúnicos, sem explicação, etc.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe