Grey’s Anatomy 8x06: Poker Face

segunda-feira, outubro 24, 2011


Grandes series precisam saber como enrolar e divertir ao mesmo tempo. Grey’s Anatomy sabe.
Toda temporada de Grey’s Anatomy tem um momento de baixa, em que Shonda dá uma certa enroladinha e nada de muito empolgante acontecesse para que depois ela nos brinde com grandes histórias. Isto acontece em praticamente todas as séries (ou quase todas) que nos apresentam mais de 20 episódios por ano, não tem como uma hora acontece. Pensa bem, não é nada fácil ocupar os personagens durante tanto tempo sem ao menos dar um momento para eles respirarem. Este momento é importante para deixar a série mais verossímil e para não desgastar tramas e personagens. Nem toda série precisa ser Vampires Diaries e nos apresentar um grande plot twist por semana. Assim, com este episódio, Shondinha nos enrolou mas não esqueceu de fazer um bom trabalho, o que sempre mascara a enrolação. Mantendo o ótimo nível da temporada, “Poker Face” não se preocupou em correr muito com as tramas e conseguiu resgatar o destaque para bons casos médicos sem apelar para mortes e tragédias fáceis (nossa, faz tempo que não morre alguém no Seatle Grace Mercy of Death). Dessa forma, mesmo com um episódio meio comum e sem grande importância, comemoro o fato do momento ruim da temporada ainda não ter chegado e espero que nem chegue.    

Um dos maiores méritos desta temporada foi o resgate da protagonista, semana após semana Meredith vem ganhando o seu merecido destaque. Foi muito legal ver a personagem driblando as conseqüências de seu erro da temporada passado, com o objetivo de ajudar a mulher com tumor e dar inspiração para seu marido. Em outras palavras, Meredith se muito esforçou para ocupar Derek e ver se ele pára de encher o saco.  E fala sério, foi engraçado demais ver a Cristina com vergonha da amiga, que andou se dedicando ao nacimento de crianças com a sua roupinha rosa. 

Outro destaque constante desta oitava temporada vem sendo Kepner, que aos poucos (bem aos poucos mesmo) está conseguindo se tornar uma boa líder em seu trabalho e mais relaxada em suas relações pessoais. Adorei vê-la tentando intimidar Meredith e Cristina, recebendo gargalhadas como resposta e depois se impondo e alterando o tom de voz. Sem dizer acena final dela colocando Avery, Lexie e Karev em seus lugares para que ela possa ficar bebendo e paquerando no bar. A relação entre ela e o Karev está sendo algo interessante de se acompanhar, mas torço muito para que tudo não caia num grande clichê e eles se não apaixonem. 

Lexie finalmente voltou a aparecer, porém muito apagadinha. Não sei, mas tenho um pouco de medo ao pensar que talvez os roteiristas não sabem mais o que fazer com a personagem. Ela anda muito sem rumo desde a metade da sétima temporada. E para ser bem sincero, tudo que eu menos quero é ver suas idas e vindas com o Sloan. Acredito que a personagem precise de um conflito completamente diferente para que volte a se destacar de forma interessante e quem sabe voltar a ser uma das queridinhas do público.
Os residentes com medo de arriscar para não receber uma má avaliação foi bem legal, assim como o caso do menino com problema no pescoço e o da mãe com tumor na cabeça. Já a obsessão sexual de Cristina e Owen me pareceu um pouco forçada demais, apesar de ter sido bem fundamentada. É legal ver Yang fazendo de tudo para evitar uma conversa com seu marido, mas tudo aquilo foi exagerado demais, principalmente porque não me parece coisa que o Hunt toparia fazer. E finalmente o Chief (ou seria Richard agora?) está legal e bem carismático, sendo um ótimo alívio cômico para a série.

A historinha envolvendo o clã “3 solteirões e 1 Bebê” até que foi divertida e conseguiu a proeza de não me irritar como de costume. Já a implicância da Bailey com a Meredith conseguiu. É bom ver a Bailey fazendo alguma coisa para variar um pouco, mas acho que ela está exagerando demais pegando tanto no pé da protagonista e eu não consigo comprar que ela realmente pensa tudo aquilo e considera Meredith mais arrogante do que a Cristina ou o Karev.

Assim, enrolando ou não, Grey’s continua nos divertindo bastante e vem provando que tem condições sim de ser renovada para mais uma ou quem sabe duas temporadas. Com as péssimas estréias de drama da ABC nesta Fall Season, fica muito difícil a série não ganhar renovação por mais um bom tempo.
   

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Gostei do episodio,mas achei meio um salto no episodio anterior merder tavam estranhos ainda, ai nesse episodio já tavam so amor, e bjinhos, estranho. Hunt achei forçado, ainda mais agora q ele e chief ele nao faria essas cenas de sexo sem nem trancar a porta ne
    E a bailey eu acho q ela reagiria assim mesmo, pq para ela a Mer fodeu o Chief Richard que era tipo o idolo dela ne, acho q ela ia ficar com essa antipatia pela meredith por um tempo, in my opinion, pelo menos.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe