Pan Am 1x03: Ich Bin Ein Berliner

quinta-feira, outubro 13, 2011


Berlim trazendo o melhor de Pan Am.

Depois de resolver logo no segundo episódio as principais tramas apresentadas no piloto, Pan Am essa semana apresentou novas possibilidades para a série e seus personagens, e entregou o melhor e mais emocionante episódio da série até aqui.

O episódio foi focado na tentativa desesperada de Maggie para conhecer o presidente John F. Kennedy em Berlim, durante seu famoso discurso “Ich Bin Ein Berliner”. Christina Ricci é muito carismática e faz de Maggie uma personagem adorável, e foi ótimo vê-la finalmente tendo um espaço maior na trama. Só acho que Maggie ainda precisa de uma história, afinal ela representa a luta pela independência feminina, e tem um grande potencial a ser desenvolvido.

E depois de duas missões bem “bobinhas”, Kate finalmente enfrentou uma tarefa com um clima real de perigo. Tudo bem que ela foi um pouco ingênua ao confiar na agente alemã a ponto de segui-la e acabar envolvida em seus problemas com a polícia secreta, mas pelo menos isso serviu para dar ao plot da espionagem a tensão que ele precisava para se destacar na história.

O lado dramático do episódio ficou por conta da história de Colette e sua infância durante a Segunda Guerra Mundial. É bem difícil uma série ou filme conseguir emocionar o público com uma história que já não tem um grande impacto atualmente, uma vez que a grande maioria daqueles que viveram esse momento já não estão mais vivos. Porém, Pan Am conseguiu me emocionar, principalmente pela atuação inspirada de Karine Vanasse, em cenas como o ataque de pânico na escadaria e a entoação do hino da Alemanha. O diálogo final com Kate também mostrou bem os sentimentos de Colette e a dificuldade dela de perdoar os alemães mesmo depois do discurso de Kennedy.

Já Dean, Laura e Ted não tiveram grande participação no episódio. Enquanto Dean teve alguns diálogos com Colette, Ted serviu apenas para dar em cima de Laura e levar um fora. Eu torço por um romance entre Dean e Colette, mas não entre Ted e Laura, apesar de estar simpatizando um pouco mais com o co-piloto agora.

Mas o principal problema de Pan Am é a queda da audiência. Quero muito que os números da série se estabilizem, para que possamos ter pelo menos uma temporada completa desse que é o único drama dessa temporada que eu estou gostando de acompanhar.

Talvez Você Curta

4 comentários

  1. Concordo com tudo.
    Colette (ñ sei o nome da atriz) estava impecável cantando o Hino Alemão.

    ResponderExcluir
  2. É incrível como Pan Am mostra cenas patéticas e sem sentido e mesmo assim consegue arrancar cenas ótimas que apagam todo o lado ruim. Adoro Christina Ricci, mas ela tá péssima. Nunca a vi atuando tão mal, só balançando a cabeça e arregalando os olhos. E sua personagem não ajuda, mesmo se mostrando mais relevante nesse episódio. Já Colette me cativou no piloto e me ganhou completamente nesse último episódio. Dá pra acreditar que até chorei? E não foi de vergonha alheia...

    ResponderExcluir
  3. teve uma hora que fiquei com medo da Christina Ricci e seus olhos de peixe.kkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Também torço muito por uma temporada completa de Pan Am, a série mais bacana que estreou nessa fall season até agora. Emocionante a trama envolvendo Coltte, até chorei...

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe