Blue Bloods 2x04/05 – Innocence / A Night on the town

domingo, dezembro 11, 2011



A família Reagan sempre cuida dos seus.



A família Reagan lidou com verdades terríveis em “Innocence”, como a perda da inocência tornou-se um tema em suas vidas.

Danny não conseguir tirar da cabeça os dois rapazes e a garota que foram mortos a sangue frio. Ele queria uma razão. Ele queria que um deles tivesse feito algo que poderia explicar esta tragédia. 

O fato triste foi que não havia uma boa razão. Eram apenas pessoas no lugar errado na hora errada quando um monstro delirante tomou duas vidas. Como Jackie disse, às vezes, coisas ruins acontecem a pessoas boas e isso é verdadeiramente assustador. 

Assim como Danny, Erin ficou preocupada ao deixar a filha andar sozinha de metrô para sair com seus amigos. Eu gostei que Erin decidiu deixá-la ir, mesmo que a tenha seguido juntamente com Danny. Alguns podem chamar isso de superproteção, mas eu chamo isso de ser pai. Não há nada errado em ficar de olho nas atividades de seu filho. 

Danny ter verificado os antecedentes de todos os amigos de NIk, achei engraçado. Pode até não ser correto em vistas da lei mas com certeza é bom saber quando as pessoas se importam conosco. 

E o olhar no rosto de Erin, quando ela descobriu que Danny e Frank haviam seguido ela em seu primeiro encontro foi impagável. Danny sabia de todos os detalhes até quando Benny havia tentado beijá-la. Ok, isso foi um pouco estranho, mas ainda assim muito engraçado. 

A família Reagan sempre cuida dos seus.

No jantar da família, Frank parecia assombrado pelo caso, claro que não era inteiramente culpa sua. A vítima de estupro traumatizada identificou o homem errado. E demorou 18 anos para que evidência de DNA inocentasse Miles. Ele passou 18 anos na prisão por um crime que não cometeu. 

Além disso, há o outro lado. O estuprador real tinha se livrado todo esse tempo e o estatuto de limitações tornava impossível processá-lo por seu crime. Erin e apesar de seus esforços de Frank, eles não conseguiram encontrar uma maneira de pegar o bastardo pelos estupros. Apesar de saber que ele havia cometido, não podiam provar. 

Eu adorei como Frank aceitou o que ele não podia fazer, mas ainda não iria desistir como disse a Justin que ele e os 35 mil policiais que trabalharam para ele estariam de olho nele. 

Mas a minha parte favorita ocorreu no final. Quando Miles foi libertado da prisão e Frank estava lá para olhá-lo nos olhos. Certamente não é uma coisa fácil de fazer, mas foi a coisa certa a se fazer e que podemos sempre contar com Frank Reagan para fazer a coisa certa. Existem poucos personagens sobrando na TV para os quais isso pode ser dito.


"A Night on the Town" acabou sendo um dos episódios mais engraçados de Blue Bloods nessa temporada até agora.

Danny e Linda fazem um ótimo casal, eles agem como um casal casado de verdade com as crianças, uma casa, uma hipoteca e stress. Mas esses dois se amam e conseguem levar se levar a loucura, mas eles nunca esquecem que se amam.

Tenho pena de Linda, ela é esposa de um policial linha dura, mas ela conhece as rotinas de trabalho dele. Mas o que ela gostaria é que de vez em quando ele desse maia atenção para ela do que para o trabalho, mas com certeza não vai ser agora, com um fim de semana romântico planejado tinha que acontecer algo para estragar o fim de semana deles.

Apesar disso, Linda não estava tão irritada e sim mais desapontada como disse. Ele até compreendo, jovem morreu e ele merecia justiça. Assim, o romance teria que esperar - mas quando chegou o momento, ambos fizeram o seu melhor.

Enquanto isso, Frank e Henry estavam cuidando dos meninos. A qual poderia ser uma das cenas mais engraçadas de toda a série, o avô e o bisavô deram conselhos para a vida de Jack e Sean.

Suas sábias instruções consistiam em:
  •  Não coloque maionese no salame e;
  • O que para fazer uma garota para jantar (linguini com alho e azeite com salada e um bom pão).
Além disso, Henry quase levou os meninos para ver “The Book of Mormon”* tive que parar o episódio pois tava rindo demais. Erin não estava brincando quando disse que ele tinha se esquivado da bala. Linda teria matado ele.

O plot de Jamie finalmente teve movimentação com a apresentação dele a família de Noble Santino, rapaz que ele havia salvado no início da temporada de ter uma overdose.

Adorei quando Noble disse para Jamie: “Não queira o que não pode ter”, quando ele apresentou-o para sua irmã, Bianca.

Que o aviso foi claro, isso foi. Infelizmente, acho que já tarde demais.

Jamie estava definitivamente atraído por ela, agora é saber se vai ser recíproco.

Não houve o tradicional jantar de domingo mais ótimas cenas compensaram por ele, até mesmo pelo caso da semana que era bem chatinho, mais o restante compensou.

Mais algumas instruções de Frank:

  • Você pode pedir lagosta em uma churrascaria, mas nunca peça bife em um restaurante japonês. 
  • Você não será pobre, mas terá que pagar tudo que costumava ser de graça. 
  • Se em algum mês você só puder pagar o aluguel ou a prestação do carro, pague o carro pois você pode sempre dormir no carro mais não pode dirigir a casa.

* The Book Of Mormom é um show da Broadway produzido pelos mesmos produtores de South Park (Trey park, Matt Stone e Robert Lopez), o musical segue o mesma linha do seriado fazendo sátiras religiosa, ganhador do Tony em 2011.  

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe