The Good Wife 3x09 – Whiskey Tango Foxtrot

domingo, dezembro 11, 2011


O choque da derrota.

Se fosse necessário definir sucintamente fosse Whiskey Tango Foxtrot, escolheria a palavra ‘derrota’. Essa palavra, tão rara no vocabulário dos advogados da Lockhart/Gardner, assombrou os personagens durante toda a duração desse nono episódio.

Um dos casos tratados no episódio é de uma jovem sargento acusada pela morte de doze civis. Uma das características que mais aprecio em The Good Wife é a sua capacidade de abordar assuntos complexos — o que se torna ainda mais admirável já que se trata de uma série de TV aberta —, como discutir a moralidade dos ataques americanos a alvos terroristas ao custo da vida de civis.

Em meio à abordagem de um assunto complexo, o roteiro ainda é eficiente em mostrar o lado humano dos pilotos. A idade de Elkins, as pílulas para permanecer acordada, a tensão de uma guerra, todos são elementos que contribuem para humanizar os personagens em um tempo limitado.

A conclusão do caso é um fechamento excelente para uma ótima história, principalmente por que a situação, como de hábito, aparentava estar ganha para Alicia. Melhor do que simplesmente surpreender com um resultado inesperado, os roteiristas ainda decidem finalizar o episódio com um choque de realidade para a protagonista, que na maioria dos casos defende tão apaixonadamente seus clientes, que é incapaz de perceber quando esta errada, ignorando o ponto de vista do adversário.

Eli também perdeu. Perdeu um cliente e sua autoconfiança. É bom ver que os roteiristas se preocupam com o desenvolvimento desse personagem, que não tinha a principio razão alguma para permanecer como um personagem fixo já que Peter não esta mais em campanha. As possibilidades apresentadas por essa derrota de Eli ao perder um cliente são interessantes, já que sempre o vimos vencendo, tudo sempre dava certo para ele.

A investigação de promotoria — agora representada por Wendy Scott-Carr — ainda é uma trama incipiente, entretanto já rendeu uma boa cena: Wendy tentando convencer Diane a se virar contra Will. Cheia de detalhes em seu texto, com várias interpretações possíveis escondidas sob os sorrisos educados das duas, se essa conversa for de alguma forma um prenuncio da qualidade da trama que se desenrolará a partir dessa investigação, teremos episódios excelentes no futuro.  

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe