Boardwalk Empire 2x06/07/08: The Age Of Reason / Peg of Gold / Two Boats and a Lifeguard

sábado, dezembro 10, 2011


Oh Peggy!



Depois de dois episódios extremamente impressionantes e emocionantes, Boardwalk Empire abrandou as coisas um pouco com “The Age of Reason”. Mas apesar de não haver muita violência ou suspense emocional, o episódio realmente ajudou a construir uma narrativa em direção ao clímax final: um confronto entre Nucky e Jimmy. É o que todos nós temos estado à espera, e eu acho que Jimmy está finalmente se tornando um adversário à altura de Nucky. 

Apesar de sempre parecendo um personagem forte e independente, Jimmy tem sido geralmente dependente de suas conexões, tanto familiar e de negócios, para manter sua posição e para adicionar um pouco de força para seus esforços. No entanto, agora ele está se movendo para além da ajuda de sua mãe e seu pai, tendo o verdadeiro conselho sobre como ser um líder bem-sucedido. 

As manobras de Nucky para tentar que seu caso fosse transferido para a esfera federal dão certo, porém ele não contava com a intervenção de um velho inimigo, o Senador Walter Edge vivido por Geoff Pierson (Tom Matthews de Dexter), que acaba “convencendo” o procurador geral que Nucky deve sim ser processado, o futuro não parece muito promissor, mais como sabemos que Nucky sempre tem um plano reserva, vamos como ele vai sair dessa. 

O catolicismo sempre fez boa televisão. Em parte, a cerimônia de torna muito fácil de comunicar-se visualmente, enquanto a dinâmica central do pecado e redenção é material excelente para o drama. Ele se encaixou perfeitamente com o gênero gângster americano, particularmente das variantes irlandeses e italianos, e assim uma cena com um sacerdote ou um rosário tornaram-se parte da gramática visual da imagem gangster. 

Há muitas almas atormentadas em Boardwalk, não menos importante de todos Van Alden Nelson. Apesar de não ser católico, ele é certamente o mais propenso à mania religiosa, como o infeliz Agente Sebso pôde testemunhar. 

Van Alden é um homem confuso e desesperado, e suas duas vidas se cruzam dramaticamente. O momento em que somos levados a esperar que ele esteja sendo chamado para ver Lucy na maternidade, apenas para tê-lo mostrando com o “frito” agente Clarkson é clichê, mas é pelo menos eficaz em demonstrar como as coisas têm tendência a se tornarem absolutamente confusas. Depois de fazer uma confissão, quase tensa, tanto a sua esposa e seu chefe, torna-se claro o quanto ele está sob pressão. 

Quando o episódio chega ao fim e nós, como ele, descobre que sua esposa conheceu Lucy e o bebê recém-nascido, quase como um alívio. 

Ainda no final deste episódio, a nova geração de Luciano e Lansky começa a reconhecer seu próprio potencial, ao invés de simplesmente uma simples bravura juvenil. É Jimmy quem é mostra-lhes o caminho. 



Nos anais do crime organizado de ficção, o vínculo de sangue é apresentado como a pedra angular da rede criminosa. Pensem nos problemas que Vito Corleone teve para estabelecer de uma sucessão sólida, e como ele falhou. E Tony Soprano desfrutando de todas as agonias da paternidade suburbana enquanto tenta manter seu "sobrinho" ao seu lado. E mesmo em EastEnders, com a voz rouca sussurrando pelo clã Mitchell e sua insistência de fazer as coisas pela família. 

Relações de sangue podem ser tão dramáticas ou tão mundanas como qualquer conexão humana, mas são invariavelmente tingidas com dramas adicionais. Neste episódio de Boardwalk Empire, Peg Of Old, o poder dos relacionamentos familiares assumiu a posição de liderança. 

A luta de Jimmy com a decisão de assassinar Nucky foi mais um daqueles momentos que me lembraram do porquê que gosto tanto de Jimmy. Ele não é um bandido cruel, um empresário de intrigas, ou um psicopata limitado (como seus companheiros de negócios recém-adquiridos). Jimmy avalia a situação com cuidado, pesando tanto no negócio e do lado pessoal dessa escolha. Ele não se importa se suas escolhas estão certas ou erradas, contanto que seja ele que as tome, é o que o leva a alertar Nucky com sua mensagem aparentemente enigmática. 

As cenas de Jimmy foram excelentemente desempenhadas, mostrando tanto a turbulência emocional de sua decisão, juntamente com a compostura de seguir em frente. Jimmy quase nunca parece desequilibrado, apesar de sabermos que ele está lutando contra alguns demônios. Quando Jimmy rapidamente faz sua saída após Nucky ser baleado, testemunhamos um momento revelador. 

Ao ouvir que Nucky ainda estava vivo, seu rosto registrou um breve momento de alívio. Ele sabe que não quer Nucky morto, mas eu não tenho certeza se ele realmente sabe como ele quer lidar com sua figura de pai. 

É fantástico ver Nucky e Van Alden enfrentando novamente, Nucky descaradamente oferecendo ao agente uma bebida e botando as cartas na mesa fazendo com que Van Alden fique contra a parede, já que como ele sustentará a filha que teve com Lucy e ainda sustentar a mulher, Nucky oferece “ajuda” para que em troca ele fique informado dos movimentos da incansável senhorita Randolphum. Van Alden parece estar jogando para ambos os lados, também parece ter tomado um pouco de conselho Nucky, visto que escolheu um nome bíblico, para sua filha. 

Finalmente conhecemos a família de Margaret. Seu irmão e irmãs estão indo bem sozinhos, modestamente, mas honestamente. O contraste entre eles e sua irmã, que chega de carro com motorista, não poderia ser mais gritante. Estavam, talvez, esperando uma pessoa diferente. 

Ainda a chamam de "Peggy", ao invés de Margaret, seu relacionamento com suas irmãs é compreensivelmente difícil, pois mal lembram dela, mas com seu irmão, Eamonn, a tensão é evidente. Uma vez que as circunstâncias de sua partida foram difíceis, sendo solteira, grávida. Eamonn é muito parecido com Van Alden, não conseguindo distinguir entre a coisa certa e ser obediente. 

Margaret abortou na ida para Nova York e tendo dois filhos subsequentes, do alemão Hans Schroeder. Parte da preocupação de seu irmão é que ela tem se afastado e não apenas de sua família, mas de suas origens. E Quando ela termina nos braços de Owen Sleater, algo premeditado a vários episódios é quase como se ela buscasse uma conexão com a terra natal, já que Owen é um patriota, algo desconhecido para Margaret. Eu acredito que ela esteja, finalmente, abraçando seu pecador interior. 

A cena onde Owen mata o “traidor” proporcionou uma das melhores cenas de morte ultimamente na TV, trazendo a ação para um episódio mais parado, e mais do que isso uma cena sensacional, digna de Martin Scorsese. 


O que eu mais amo Boardwalk Empire é sua capacidade de constantemente contrariar nossas expectativas. O show não só mantém em um nível consistente de qualidade, mas também permite que a história e os personagens cresçam.
Após o término violento do episódio anterior, eu esperava que Nucky reagisse, como ele sempre fez no passado, de forma rápida e cruel. No entanto, em "Two Boats And A Lifeguard”, Nucky exibe sua qualidade mais valiosa: a paciência.

Parecendo seguir os conselhos de Margaret (ou Rothstein?), Nucky evitando a vingança com o pretexto de se aposentar. Ao falar com o Jimmy e o Comodoro, ele lembra-lhes como a vida é curta e afirma que ele só quer desfrutar de sua vida (e riqueza) com a mulher que ele ama. Na verdade, ele abraçou sua vida familiar, até mesmo pedindo às crianças para chamá-lo de pai. Para a maioria das pessoas, a aposentadoria Nucky foi um passo lógico e necessário.

MAS Eli está correto quando ele avisa Jimmy para não subestimar Nucky. É verdade, Eli nem sempre foi o melhor aliado para Jimmy, mas seria sábio para Jimmy escutá-lo agora. Nucky não é de desistir tão facilmente. Jimmy, Luciano e Lansky cometeram um erro ao supor sua vitória apenas porque seus patrões são mais velhos e devem estar mais “lento”, subestimando a verdadeira força destes experientes gangsters.
Foi emocionante assistir os patrões da cidade se reunirem para discutir sobre seus soldados. Torrio e Rothstein perceberam que o ataque a Nucky poderia ter consequências para eles também. Como Nucky mesmo disse: "os filhotes têm crescido suas presas, senhores". O que aconteceu com Nucky poderia facilmente acontecer com Torrio e/ou Rothstein. 

Gostei muito desta cena na maior parte por causa da presença de Rothstein. Ele está geralmente às margens da série, mas é sempre um personagem legal de se assistir. Rothstein é inteligente, cruel, e hábil no comando, o que faz dele um perfeito jogador e chefe.

É provavelmente por isso que Nucky acaba seguindo o conselho dele, e não o de Margaret. À espera de um momento oportuno que servirá Nucky muito melhor do que agora, quando seus recursos são os mais baixos.

Ele já estabeleceu uma série de coisas em movimento antes mesmo de seus inimigos terminem de celebrar. Por um lado, atacando o novo tesoureiro, o sempre-bajulador Neery, aconselhando Chalky a incitar sua comunidade para uma greve. E o outro plano não está tão claro, inicialmente, mas definitivamente envolve seu amigo nacionalista irlandês, o Sr. McGarrigle.

Eu estava definitivamente preocupado que Nucky estivesse suspeito, sobre caso de Margaret e Owen, quando ele começou a questionar Owen (Nucky é muito perspicaz e bem informado), mas eu (e Owen, tenho certeza) suspirei de alívio quando a conversa mudou para John McGarrigle.

É claro Nucky tem algum tipo de acordo para oferecer, mas o quê?

Fiquei feliz em confirmar que Jimmy não queria realmente a morte de Nucky. Apesar de trabalhar duro, às vezes Jimmy se deixe ser influenciado pelos outros, principalmente por sua mãe, mesmo que não concordasse com o plano de ataque a Nucky, sob a pressão ele acabou cedendo. 

O empurrão que ele dá em Mickey pode ter sido uma tentativa de mostrar sua força como chefe para que ninguém tente ficar no seu caminho. Porém, as ações dele até o momento mostram que ele não está capacitado para herdar o poder que ele tem no momento.

A verdadeira questão é: Quanto tempo para que o reinado de Jimmy termine?

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe