Boardwalk Empire 2x11 - Under God's Power She Flourishes

segunda-feira, dezembro 12, 2011



Quando me propus a iniciar essa review pensei: “Caraca, por onde vou começar”. 

Esse episódio foi incrivelmente foda (com o perdão da palavra) e conseguiu aumentar as nossas expectativas para a série ... de novo. Minha única reclamação seria que aconteceu tanta coisa que não consigo imaginar o que sobrou para a season finale. 

Obs: Ainda não vi a season finale, e assim que postar a review vou ver, para que não solte nenhum spoiler para quem vai esperar a legenda. 

Eu acho que é melhor começar com o enredo mais atraente e inquietante do episódio. Boardwalk Empire usou-se de flashbacks ​​para levar essa relação Jimmy-Gillian a novos níveis de perturbação (para não dizer nojo!). A maior parte do tempo Jimmy situava-se no passado, o que fez um contraste entre o seu eu mais jovem idealista e a versão (apenas um pouco mais velha) atual evidentemente abalado pelo trágico acontecimento. 

Parecia que Jimmy estava fazendo o seu melhor para lembrar-se de Ângela, que o assombrava repetidamente dizendo: "Jimmy, eu tenho que sair." Mas o foco principal nestes flashbacks era Gillian, da época em que Jimmy estava em Princeton, muito parecida com o seu homólogo presente, sempre precisando ser o centro do mundo do seu filho. Tendo sua imagem ofuscada por Ângela na festa, ela flerta excessivamente com o professor Jimmy, para que ele notasse e depois se transformando na “damsel-in-distress” para retomar a atenção de Jimmy. Mas o drama da família de Jimmy não é apenas que ela se comporte como uma prostituta, como o professor Pearson aponta, mas é também edipiano. 

Em uma cena que eu acho que todos nós achamos que uma hora aconteceria, Jimmy ajuda a sua mãe bêbada na cama... e então ela o beija. Apesar de suas afirmações que não havia "que não havia nada errado ali", Gillian abandona seu filho na manhã seguinte e ele foge para se juntar ao exército, provavelmente na esperança de encontrar algum tipo de esquecimento na guerra, ou quem sabe morrer por lá.



E o drama não termina aí. 

Ouvir Gillian friamente descartar Ângela cega à dor óbvia de seu filho, foi difícil de assistir. Tudo se tornou demasiado para Jimmy quando Gillian sugeriu Tommy logo esqueceria sua mãe. Sua resposta violenta (provavelmente pretendia apenas fazê-la calar a boca) leva à morte de seu pai. 

Jimmy teve suas dificuldades nesta série e sua sequência um tanto autodestrutiva nunca fez muito sentido para mim até agora. Ele está sofrendo de sérios problemas psicológicos e, como eu já suspeitava, Gillian é a causa. Qualquer que seja a simpatia que eu sentia por ela, ou a versão mais jovem que foi estuprada pelo Comodoro, desapareceu quando eu a vi arruinar qualquer chance de seu filho tinha de construir um futuro para si ou ter um relacionamento bem sucedido e amoroso com uma mulher. Gillian fez Jimmy o homem que ele é hoje, e isso não é algo para se orgulhar. 

Enquanto relacionamento de Jimmy com sua mãe começa a degenerar, um processo semelhante está em andamento com Nucky e Margaret. O crescente abismo entre eles era perfeitamente representado por sua discussão sobre a parábola do céu e do inferno. As parábolas de Nucky são todas sobre autopreservação e ajudar a nós mesmos. Mas Margaret se concentra em ajudar os outros, um claro sinal do traço religioso. 

No entanto, não podemos esquecer que todas as doações de caridade Margaret e o desejo repentino de fazer a coisa certa são baseados em apenas uma coisa: culpa. Ela vê todos os terríveis acontecimentos ao seu redor, como punição por ela mentir, enganar e roubar (e trair), o que é realmente muito algo egoísta de sua parte. Não só isso, ela ainda não consegue se confessar sobre o caso com Owen. 

Mesmo que ela esteja tentando fazer a escolha moral sobre a intimação, o que não significa que ela está fazendo o certo. Seu testemunho não vai levá-la a punição e responsabilização que ela deseja, ela só vai prejudicar Nucky e seus filhos, em longo prazo. Eu gosto de Margaret, ela é uma personagem complicada e Kelly MacDonald faz um trabalho brilhante interpretando, fazendo de Margareth imperfeita, porém simpática. 

Vocês acham que Margaret irá responder sua intimação, apesar da ameaça Nucky? 

E Van Alden impagável sua corrida no desespero de ser preso... 

Comentem suas opiniões! Isso é claro se não virão a season finale! 

Vou indo que quero ver a season finale que promete!

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe