Doctor Who 7x00: The Doctor, The Widow and The Wardrobe

terça-feira, dezembro 27, 2011

Não estava botando fé nessse especial de natal não, mas até que um mash-up de Crônicas de Narnia e Transformers foi satisfatória.
Muitas pessoas ansiosas por um novo especial de Doctor Who. Bom, eu não, terminei a sexta temporada esses tempos, é como se fosse um pequeno hiatus. Como eu imaginava, foi um pouco fraquinho, mas superior ao especial de natal “Voyage of the Damned” (aquela maldita idéia do Titanic ser uma nave). Eu não sei porque fazem esses especiais aleatórios da temporada, tipo nada a ver, acho que os únicos (dos natais) aproveitados foram o “Christmas Invasion” e o “Runaway Bride”, mas enfim.

Não curti a atuação dos atores (principalmente OS atores), e Matt Smith tentou se esforçar ao máximo, fazendo muitas brincadeiras. Fiquei encomodado com o grau dos óculos do menino Cyril, realmente parecia aqueles olhos gigantes das Meninas Super-poderosas. A menina Lily então, nada a reclamar, bandida e linda, mas um pouco infantil. O episódio demorou DEMAIS pra andar, vamos combinar que lá pelos 35 min que começou a ficar legal. O sono que eu não tava na hora acabei ganhando. Quando finalmente surgiu alguém de interessante, os três astronautas do futuro, nem chegaram a ser tão importantes.

Se teve uma parte previsível, foi quando a Madge mãe adotiva dos moleques falou pro Doctor “Ai eu não posso falar pros meus filhos que o pai deles morreu na guerra e mimimi”, eu sabiiiia que esse seria o ponto tocante do episódio, pra fazer qualquer pessoa chorar. Eu chorei? Óbvio que não rs. 

Moffat falou que teria pouca coisa a ver com Crônicas de Nárnia, pior que foi verdade, só aquela passagem para o outro mundo mesmo. Achei que aqueles pinheiros cobertos de neve iriam andar, falar e massacrar, ou sei lá, ajudar na grande aventuras deles e bancar aquelas árvores do Senhor dos Anéis. 

Achei interessante quando o Cyril encontrou aqueles seres de madeira, que poderiam ser assustadores, ou sei lá, uma segunda versão dos Weeping Angels. Daí inventaram ser de madeira só pelo clássico ponto fraco da sonic screwdiver, a super chave de fenda multiuso do Doctor que não funciona com madeira. 

Depois que os seres de madeira foi testando em cada um dos filhos um espécie auréola de ouro, e especialmente o Doctor estava confuso que um era forte pra usar e outro era fraco, sabia que tinha uma coisa no meio, e a parte “The Widow” no título não era a toa, a mãe tinha uma função. Ela que era a mais forte, ela tinha que guiar a nave e voltar pro mundo deles, mas principalmente, os seres de madeira nem queriam machucar. Parece que eles queriam dar uma segunda chance para Madge, sendo a luz que guiou o avião na neblina, salvar seu marido. E EU NÃO FALEI QUE SERIA O MAIOR MIMIMI? Se bem que foi melhor do que esperava, foi emocionante sim. Gostei quando os garotos ficaram sabendo que o pai morreu na guerra.

A parte do guarda-roupa, óbvio que era TARDIS, mas sei lá, nem apareceu tanto. O título devia ser “The Doctor, The Widow and the Box”, porque né, em Crônicas de Narnia quem deu a passagem foi o guarda-roupa, e no especial foi uma caixa de presente.

Amy e Rory awnt, por mais que apareceram rapidinho, amei. Foi comédia demais o Doctor e Amy esperando um ou outro para ser abraçados, haha. E poxa, 2  anos sem se ver? Acho que a única coisa que estragou esse final, foi eles saberem que o Doctor estava vivo. Sinceramente, a River não devia ter contado.

Nota do Especial: 7.7
E Mais:
- A parte Transformers bem fail, em que Madge pega uma máquina do futuro e acha as crianças e o doctáh.
- Sinto que I Am The Doctor salvou demais esse especial, hehe.

Quando Doctor Who retorna? A primeira parte da 7° Temporada em Setembro/2012, e eu não sei se está confirmado, mas terá um especial de páscoa em abril. Pra quem estava esperando um trailer da Season 7 se deu mal, eles nem começaram a gravar, e ninguém sabe ainda informações da nova companion/partner. Rory e Amy participarão de alguns episódios da sétima, e Moffat promete uma despedida incrível, melhor do que em “The God Complex”.

Até lá!

@ipcs_ 

Talvez Você Curta

17 comentários

  1. Eu adorei. Mais pelo fato de estar há bastante tempo sem Doctor Who mesmo, ver a cara do Matt Smith foi algo que fez meu dia. E a parte que ele chora, também. "Happiness crying... So human." Enfim, não sei se vocês já sabem, mas os Pond não vão voltar na próxima temporada. O que eu achei meio confuso, já que terá bastante foco no passado da River. De todo modo, foi bom ver Amy, Rory e Doctor juntos pela última vez. <3

    ResponderExcluir
  2. Os especiais de Natal são alheios ao resto da temporada porque as famílias britânicas aderiram à rotina de ver DW no dia de Natal, junto ou após ceias e etc. Não quer dizer que são fãs, então nada de incluir tramas mais pesadas. É só uma tradição anual de ver uma história com tema natalino e "mágico" - apesar disso, Voyage of the Damned e The Next Doctor tentaram algo super caótico e apocalíptico, o que os fez serem os piores especiais para mim.
    Os especiais atraem cerca de 10 milhões ou mais overnight e mais ainda por DVR nos números consolidados, além do BBC iPlayer que atrai alguns milhões extras. A temporada normal atrai mais ou menos 5-6 milhões overnight e os números consolidados adicionam mais uns 2 milhões, e daí tem o iPlayer que não é oficialmente contabilizado, mas adiciona mais um milhão ou algo assim.

    ResponderExcluir
  3. Esse episódio pra BBC é considerado 7x00 ou 6x14?

    ResponderExcluir
  4. bom, no IMDB é o 7x00, todos os especiais de natal são episódios 'zero' da temporada.

    ResponderExcluir
  5. Ta aí, foi oq falei, muitos q terminaram a sexta faz tempos devem estar morrendo de saudades, eu já nem tanto, a não ser pela espera da sétima agora. E foi lindo aquele final <3. O Moffat falou q Amy e Rory ainda vao aparecer e ainda antes da nova companion chegar, talvez eles ainda se interagem sei lá, terá uma despedida linda. AVIIIIII MARIA a season 6 ja foi escrita na cara RIVER SONG.. HUAUSAHU.

    ResponderExcluir
  6. Hmm, obrigado pela informação de que 'para que servem os especiais' AHYSHUAUHA.

    ResponderExcluir
  7. Não sei se foi o descontentamento com a sexta temporada ou os comentários negativos de todo mundo, mas EU GOSTI desse especial. Não chega nem aos pés do anterior, que foi inteligente, lindo, tocante, etc. etc. Mas esse me emocionou bastante também, principalmente no salvamento do marido e do final de engolir em seco do Doutor chorando de alegria ao rever os Pond.

    ResponderExcluir
  8. as cenas finais foram emocionantes; nunca tinha visto Doctor chorar!

    ResponderExcluir
  9. Achei que o episódio cumpriu o seu papel de especial de natal.

    ResponderExcluir
  10. A depressão pós maratona de série mais forte que enfrentei até hoje foi a de Doctor Who. Passei dias sem conseguir ver outra série... E ver o Matt e a abertura foi totalmente reconfortante. Mais reconfortante ainda foi ouvir I am the Doctor no fim. Era uma sensação de estar novamente em casa. O especial não foi tão lindo e mágico como o anterior, mas eu amei também. A beleza e magia desse foi diferente, diferente... Amy e Doctor no fim super fofos...e aquelas lágrimas dele, tão doces... tão humanas... tão 'natal'... Valeu pra matar a saudade mas, com tantos episódios fodásticos que essa série tem, ele não entra pra os meus top10... Doctor Who não consegue ser ruim...Mesmo algumas pessoas dizendo o contrário...

    ResponderExcluir
  11. aaaaaaaah eu achei morno, e demorou demais pra ficar legal. Claaaaaro o Christmas Carol foi perfect e me surpreendeu pra caramba. Foooi linds o doctor chorando ownt

    ResponderExcluir
  12. queee teve um natal sim, mas basicamente nada de interessante rs =/

    ResponderExcluir
  13. Assim tipo, por mais q eu to desde setembro fazendo maratonas de Doctor Who e amando a série, eu to sempre assistindo várias ao mesmo tempo, e enquanto isso só aumentando a watchlist, entao n teeem como eu parar o meu vício de seriados só por causa de UMA, por mais que eu goste tanto. Como eu falei, a emoção pra ver esse especial n foi tão grande, já que terminei a sexta ainda nesse mês. O final com os Ponds foi liindo *-*. E com certeza, esse episódio nao chega nem aos pés do meu top 10 tbm HUASHUAHU

    ResponderExcluir
  14. Acho que quem deveria se despedir da série é Moffat. A sexta temporada foi simplesmente decepcionante .

    ResponderExcluir
  15. aaaaaaaa n fala assim, euuu amei e foi mil vezes superior a Season 5. Só uns 3 ou 4 episodios da sexta foram ruins ><

    ResponderExcluir
  16. Acho Moffat um excelente roteirista e tal, mas eu simplesmente não consigo me sentir a vontade com a season 5 e 6 , conseguindo achar a season 6 muito mais desentusiasmante que a 5. Aparentemente Moffat se preocupa mais em fazer plots complexos que ninguém irá realmente entender , ao realmente aproveitar a mitologia das temporadas anteriores e montar uma finale onde toda a temporada faça sentido. Acho Amy, Rory e 11th Doctor fantásticos, mas ( como fã da era Clássica e da era RTD ) me sinto decepcionada com as ultimas temporadas

    ResponderExcluir
  17. Aiin eu gostei mais da 6 do q da 5, q taaaaanta gente falava bem =SS É verdade tudo isso q vc falo do Moffat, tem episodios bem complexos.. ee vc é fã da era classica? Eu aindaa preciso de muiiita coragem pra ver 26 temporadas UHAHSAUHA.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe