Life's Too Short 1X04: Episode #1.4

sábado, dezembro 24, 2011



"I'm just some cool dude with short arms and deep pockets".

Nesse episódio vemos Life's Too Short atingindo seu limite de vergonha alheia. A cena da compra da casa com aquela sequência de situações bizarras que não teve como assistir só uma vez, junta isso com Warwick escalando a estante pegar o seu prêmio, mais a embaraçosa situação dos votos e você pensa: pior do que está, impossível de ficar!

Um episódio que já começa com Cheryl esbanjando todo seu entendimento sobre negociações imobiliárias, só podemos imaginar que o nível será daí pra baixo... Sem dúvidas um dos melhores diálogos até agora na série foi o das mulheres da playboy e Cheryl fazendo Warwick pagar de tarado. Isso seguido pela cena em que Warwick não alcançava a porta e Cheryl dando instruções de ambientação interna (uma pista de corrida para Warwick e seus coleguinhas), tudo muito bom mesmo! E para fechar ainda temos a cena de Warwick tentando chamar a atenção de Cheryl para abrir a porta do banheiro, sendo surpreendido pela mesma sem suas calças! Épico!

Na sequência temos Eric esbanjando todo o seu talento para mediador de divórcios, e somos agraciados com uma parte da história do futuro do pretérito do personagem. O melhor do contador de Warwick é o seu ar de fanfarrão deixando sempre o clima de desconforto entre as pessoas que o rodeiam. Voltando para a outra funcionária competentíssima de Warwick, vimos Cheryl deixar nosso caro protagonista sofrer bullying sem mover uma palha para ajudar, sério... Tive que rir Deu pena do Warwick, que de quebra foi parar no Youtube.


A segunda parte do episódio trás as celebridades para a mesa, mais precisamente para a videoconferência, e vemos que nem só de Warwick é feita uma bela cena de vergonha alheia cheia de poker faces. Apesar de parecer tudo muito forçado, não teve como não rir das caras e bocas de Steve Carell e Rick Gervais, e a estranha conversa sobre as participações em The Office US... E Warwick ainda me solta um "I'm a big fan", muito hilário! O melhor foi ele falando mal do Rick Gervais e da Extras, e o comediante com aquela poker face para ele... constrangedor.

A outra aparição de celebridade (dessa vez de segunda classe) ficou por conta do núcleo nanítico da série. Quando os rapazes do Right Said Fred só no bagaço estavam entrando na sala eu já estava no chão rolando de rir do discurso "I'm too sexy for this, I'm too sexy for that"! E sinceramente não consigo enxergar outra música que defina melhor Warwick do que essa. O chato é que nem a contratação do primeiro grupo britânico à liderar as paradas depois dos Beatles fez com que Warwick ganhasse a eleição... Uma lástima!

Porém convenhamos que nada mesmo no episódio foi melhor que os ataques de ciúmes de Warwick e sua escalada para salvar o que restava de sua honra. A observação do chinelo, ele convidando o advogado para se retirar com ele, as caras que ele fazia era tudo muito bom, mas nada chegou aos pés de Warwick revoltado tentando escalar sua estante para pegar o seu prêmio. E é com essa cena que ficamos em mente, mostrando à quais níveis de vergonha alheia Life's Too Short é capaz de chegar!

Talvez Você Curta

5 comentários

  1. Assisti esse episódio 3 vezes e ria cada vez mais, a série nos faz ter pena do Warwick em algumas situações, mas depois ele é tão canalha que nos faz perceber que às vezes ele merece uma situação dessas. A Cheryl deve ser um alien, não é possível que ela seja tão tapada.

    ResponderExcluir
  2. Life's too short é uma das coisas mais engraçadas no ar atualmente.
    Mal posso esperar por um encontro épico entre Warwick e Karl.
    Ricky Gervais é vida.

    ResponderExcluir
  3. O legal é justamente não saber se ela é tapada ou se ela é extremamente irônica. ela só ferra o Warwick. Eu passo mal de rir toda vez que ele tenta passar uma idéia de que tem a agenda lotada e ela quebra as pernas dele.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe