The X Factor US 1x25/26: Final

sexta-feira, dezembro 23, 2011


E, finalmente, chegamos a grande final do The X Factor USA.

Bom, antes de falar sobre a final em si, quero fazer um catado geral sobre como foi essa primeira temporada do X Factor americano.

O programa começou bem fraco, a edição era fraca, algumas vezes até porcas. Os jurados não tinham química e Nicole e LA não sabiam direito o que fazer, ainda bem que Simon e Paula já fizeram escola de como ser jurados desse tipo de programa e fizeram uma grande diferença na bancada.

No bootcamp as coisas melhoraram um pouco e na Judges House um pouco mais, inclusive já na Judges House já perdemos vários ‘acts’ queridos. Mas foi nas apresentações ao vivo que o programa mostrou a que veio, pudemos ver grandes produções e um cenário grandioso, tudo digno do prêmio nunca antes dado na televisão, um contrato de 5 milhões de dólares. Mas também foi nessa fase que vimos o quanto o apresentador Steve Jones estava despreparado, cortava os jurados, as vezes não sabia o que falar, ficava perdido, enfim, deu uma aula de como não apresentar um reality show.

Vimos ótimas e péssimas apresentações e um por um perdemos InTENsity, The Stereo Hoggz, Stacy Francis, Lakoda Rayne (<3), Leroy Bell, Astro, Drew (<3), Rachel Crow (<3) e Marcus Canty. Ficando apenas Chris Rene, Josh Krajcik (<3) e Melanie Amaro (<3).
Os três que sobraram deram suas vidas e se apresentaram como nunca ter a única chance de ganhar o programa e agora vamos falar de cada uma.



Josh Krajcik & Alanis Morisset - Uninvited 1 2 3 [4] 5
Todo meu amor para a Alanis Morrisette, sério, que voz incrível essa mulher tem. Uma pena Josh ter recuado um pouco, mas não fez da apresentação menos incrível.



Chris Rene & Avril Lavigne - Complicated 1 2 3 [4] 5
Chris começou desafinando, achei que não iria melhorar, daquilo que estava. Mas melhorou, Avril Lavigne entrou, ele se soltou, mandou muito bem na parte do rap e fez uma apresentação super divertida.



Melanie Amaro & R. Kelly – I Believe I Can Fly 1 2 [3] 4 5
Não sei se a escolha foi perfeita para Melanie, mas ela fez o que pode e fez bonito, mas a música realmente se encaixa para um tipo de voz diferente (vide Jabob Lusk do AI). Ps: perceberam de onde vem a loucura da Melanie, o que foi aqueles dois pastores gritando loucamente?



Josh Krajcik - At Last 1 2 3 4 [5]
E Josh fez uma noite perfeita, sem deslizes, com um vocal incrível e voltando as origens fez uma das melhores apresentações da noite.



Chris Rene - Young Homie 1 2 3 4 [5]
Todo mundo aqui sabe que eu nunca fui o maior fã do Chris, mas essa apresentação realmente foi incrível. Se Chris acabar ganhando (o que acho que vai acontecer), vai ser por merecer, por mais que alguns não aceitem essa idéia.



Melanie Amaro – Listen 1 2 3 4 [10]
Eu já estava arrepiado antes de Melanie começar a cantar, essa música nas audições tinha sido incrível e de tirar o fôlego e deva vez não foi diferente, Melanie foi incrível, me emocionou e me deixou arrepiado durante toda a apresentação, são apresentações como essas que me mostram porque Melanie sempre foi uma de minhas favoritas e o porque dela merecer os 5 milhões.

Depois dessa primeira parte tivemos a grande final.

O programa começou com uma apresentação incrível da música The Edge of Glory cantada por todo o top 12, o interessante foi que os ‘acts’ entraram na ordem em que saíram, achei super legal.

Depois disso os finalistas entraram cantando cada um uma música de natal, Melanie cantou All I Want For Christmas lindamente, já Chris Rene e Josh não cantaram tão bem assim suas músicas, mas é final, a gente releva. Essa parte também foi bastante carregada de choro já que no fim de cada performance os ‘acts’ assistiram depoimentos de parentes e amigos.

O primeiro convidado a se apresentar foi Justin Bieber, ele cantou duas músicas, uma delas, inclusive, com o incrível Stevie Wonder e no final rolou uma participação da fofíssima e super emocionada, Drew.

E então veio o primeiro grande momento de tensão. Pra quem dizia que o programa era comprado e Chris Rene iria ganhar teve pagar a língua, Chris Rene ficou em terceiro lugar e o Top 2 não ficou nada mais do que perfeito.

Depois disso tivemos uma maravilhosa apresentação de Leona Lewis com direito a uma retrospectiva no telão, inclusive a apresentação foi anunciada pela querida Rachel Crow, que depois dessa deveria pegar o lugar de Steve Jones. Também tivemos uma apresentação do 50 Cent com direito a participação do Astro. Não posso esquecer de comentar a impagável competição de quem chorou mais e a ótima apresentação de Pitbull e Ne-yo (tirando, claro, a participação de Marcus).

E então veio o fim, era Josh ou Melanie, uma final perfeita dentro da competição, mas só um poderia ganhar e em minha opinião, muito merecidamente, a vencedora do The X Factor USA foi a maravilhosa e incrível Melanie Amaro, a cantora que vai pra sempre me arrepiar cantando Listen.

Então é isso pessoal, obrigado de verdade por me acompanharem durante essa temporada, obrigado por toda a paciência com os atrasos e obrigado por estarem ao meu lado comentando cada episódio.

Nos vemos logo logo em American Idol e um pouco mais pra frente na segunda temporada do X Factor americano. Grande abraço!

Talvez Você Curta

7 comentários

  1. Já!!!??? Que rapidez!!!

    Ponto alto do programa pra mim: chamada de Once Upon A Time na Sony

    Parabéns pela rapidez

    ResponderExcluir
  2. Acabei de assistir e adorei!
    Muito merecido!
    Pq será que nossos realitys não são tão bons assim?
    No limite não chega aos pés de Survivors, Ídolos esbanja mediocridade enquanto America reina!

    ResponderExcluir
  3. kkkk Foi ridículo. Final com cara de qualquer Live Show... Mas foi bom que a Melanie tenha ganho, mas nem teve winner single...

    Parabéns pela rapidez [2]

    ResponderExcluir
  4. Melanie ganhou por causa de todos os votos das outras participantes femininas que foram embora. Sem contar que ela cantou a mesma música duas vezes, aliás, três vezes. Sabia que o Chris não ia ganhar.... Só espero que ele não dê uma recaida e volte para as drogas. kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Eu também dei pulos de alegria!!! Sinal que a série está com tudo

    ResponderExcluir
  6. Olha, não acho que o X Factor melhorou tanto assim ao longo do programa. Espero sinceramente que eles façam coisas melhores em 2012.
    Porque eu acho que The X Factor ainda come poeira do American Idol:
    1- Jurados que não julgam (pra não falar da competição ridículas entre eles)
    2- A repetição de músicas - não sei se eles pensam que a audiência não percebe, mas SIM, PERCEBEMOS. E não gostamos.
    3- Não explorar o dia-a-dia dos candidatos durante o programa - senti muita falta disso. Toda semana eram só aqueles flashes dos ensaios e ninguém dizia de verdade quais foram os desafios do candidatos, e dessa forma ficou realmente difícil criar uma ligação com os participantes.
    4- Finale que parecia um festival - sério, com 236 convidados musicais os participantes viraram participação especial e ficou estranho. Queria todos os acts de novo, mesmo que fosse juntos com os já famosos.
    5- Host - Ryan Seacrest >>>>>>>>>>>> Steve Jones

    Queria que o Josh ganhasse e acho que ele merecia mais, mas a Melanie canta direitinho e os EUA parecem gostar de música gospel. Não a acho tão perfeita assim não, quem foi perfeita mesmo foi a Pia, do AI 10. Aquela sim não desafinou uma única vez, ainda que eu não goste do estilo que ela canta. Sem falar que a Melanie sempre ia cantar num carro alegórico, todo aquele tecido e cabelo (peruca) davam pra ela um 15 anos a mais que ela não tinha.

    Agora é esperar o American Idol mostrar com quantos paus se faz uma canoa, e depois conferir se o X Factor finalmente aprendeu.

    Ps: Alguém viu que a Nicole antes de ser jurada de última hora, ia ser co-host?

    ResponderExcluir
  7. Fiquei feliz com o resultado final, torcia pra Melanie ou pro Josh ganhar. Espero que o Josh faça muito sucesso, ele merece.
    Achei muito fofa o momento da Drew com o Justin Bieber. Já passei da idade de ser fã do pivetinho, mas acho ele talentoso e carismatico, vai... Vendo ela toda nervosa e emocionada, conhecendo seu maior idolo foi emocionante pra mim. Lembrei de quando eu tinha 13/14 anos e era apaixonada pelos Hanson, e, sinceramente, acho que hoje, quase 15 anos depois, se eu encontrase o Taylor Hanson eu iria chorar hahaha. Ridiculo eu sei.
    Acho (e espero) que vamos ver muito a Drew, a Rachel e a Melanie fazendo sucesso.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe