Californication 5×05: The Ride Along

sexta-feira, fevereiro 10, 2012


Se o Santa Monica Cop for metade do que foi esse episódio, eu assistiria com certeza!

Californication nos surpreende essa semana com um episódio muito bom, provavelmente o mais divertido dessa temporada até agora. Senti que esse episódio deu um novo rumo para a temporada, mostrando uma evolução nos plots do “Santa Monica Cop” e da surra do Tyler.

Achei muito interessante a Kali deixar o Samurai Apocalypse. Tenho que confessar que não acreditava que ela o deixaria antes do final da temporada. No começo achei que fosse por causa do Hank, mas depois percebi que era porque ela achava o Samurai Apocalypse louco. Ver o Hank com medo de que o Samurai Apocalypse pudesse descobrir que ele estava saindo com ela foi muito engraçado. Ele ficava reforçando ideias de que ele deveria deixar ela livre, acredito eu como esperança de que ele não ficasse tão bravo se acabasse descobrindo que ele estava saindo com ela. Não tenho ideia do que ele fará com o Hank se ele realmente acabar descobrindo. 

Todas as partes da noite deles como policiais foram muito interessantes e divertidas. Achei que foi muito legal eles esperando uma noite de aventuras com o policial e depois vendo que em uma visão realista não era nada do que estavam esperando. Tudo muda de figura quando o policial sofre um derrame e eles pegam a viatura e caem noite a dentro fingindo que eram policiais. Achei muito interessante o Charlie no começo meio receoso, mas depois resolvendo curtir com Hank e o Samurai Apocalypse.

A Kali realmente não deu sorte quando foi descoberta em um encontro por um amigo do Samurai Apocalypse em um clube. Não tinha dúvidas que ele iria querer fazer algo a respeito na hora e que iria aproveitar o disfarce de policial para fazer alguma besteira. O Hank foi muito esperto em conversar com a Kali enquanto que o Samurai Apocalypse estava com o cara que ela estava saindo. Gostei da prensa que a Kali deu nele.

O Charlie realmente tem um dom para se meter em problemas. Fiquei surpreso quando ele quis ajudar à prostituta e a convidou para entrar na viatura. Quando ele começou a mentir para ela tive certeza que ia acontecer algo bem bizarro. Foi muito engraçado quando ele descobriu que “ela” era na verdade “ele”. Ver o Charlie chorando e sendo motivo de piada para os dois no final foi simplesmente hilário.

Tenho que confessar que não esperava ver Becca, Tyler, Karen ou mesmo Bates nesse episódio. Fiquei contente em ver que apesar de curta a parte que eles aparecem, foi bem engraçada. Achei uma sacanagem do Tyler fazer o Bates ficar bêbado só para ver ele ficar doido. Bates dessa vez fica peladão no meio de um restaurante e sai depois para correr na rua. Achei super legal o Hank querer ajudar ele mesmo achando graça da situação.

Foi interessante o Tyler ter identificado o Samurai Apocalypse como um dos caras que bateu nele e que ele é amigo do Hank. Foi muito legal o Samurai Apocalypse ter falado que o Hank não fez nada, mas que ele cuidou porque era importante para o Hank. Não acredito que isso vá acabar bem para o Hank de qualquer forma.

Destaques memoráveis do episódio:

- Hank e o Charlie quando chegam à delegacia de policia e o Samurai Apocalypse os surpreende lá fora.

- Hank Charlie e o Samurai Apocalypse brincando na viatura de polícia depois que levaram o policial para o hospital.

- Charlie chorando depois de ter percebido que a prostituta era na verdade homem.

- Bates ficando peladão novamente, só que dessa vez em um restaurante.

E você, o que achou desse episódio? Não deixe de comentar.

@dncavalcanti

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe