Once Upon a Time 1x14: Dreamy

terça-feira, março 06, 2012


Apenas sonhando...

Acho que será difícil expressar em palavras tudo o que este belíssimo episódio de Once Upon a Time me fez sentir, foi uma grande mistura de felicidade, alegria, esperança, tristeza... Milhares de emoções vieram a mim durante estes ótimos 40 minutos que simplesmente me fizeram viajar em meus sentimentos e amar cada segundo do que via...

Acho que o grande mérito do episódio foi o fato de abordar algo que todos temos, alguns mais que os outros, os sonhos. Admito que sou sim um sonhador e como já disse John Lennon “Mas não sou o único...”, a história de Dreamy (Sonhador) foi linda e honesta, mesmo o ator não tendo um carisma tão grande ou sendo um ator bom – ele é no mínimo, razoável – foi algo que realmente me tocou de uma forma muito pessoal.

Acho que esse foi o principal fato para eu ter gostando tanto do episódio, me identifiquei pessoalmente com a História de Dreamy e Nova, o amor impossível deles foi algo belíssimo, fofo e trágico, ambos se amavam porém por razões maiores não puderam ficar juntos, ele era um anão, incapaz de amar mesmo a amando mais que tudo, e ela tinha um grande futuro pela frente e ficar junto do anão sem duvidas seria algo que a faria feliz, mas não extraordinária.

Deixando as partes mais pessoais de lado, devo dizer que amei ver mundinho das fadas com nuvens rosas feitas de algodão-doce e pózinho de pirimplimplim, que não saia das tetas, mas sim de diamantes extraídos pelos anões. Outra adorável peculiaridade do episódio foi que os anões – que tem estatura de uma pessoa de baixo porte – vem, literalmente, de chocadeiras, saindo de dentro de ovos e já adultos! Ri alto quando vi a cena em que Sonhador sai todo alegrinho de dentro do ovo, já questionando tudo e querendo saber da moça de seus sonhos, simplesmente adorável.

Confesso que senti meus olhinhos marejarem com eles não ficando juntos no final, e achei a cena em que ele quebra sua picareta e recebe outra algo bem forte e simbólico, Sonhador teve seus sonhos destruídos, assim se revoltou contra o mundo e tornou-se Zangado, a criatura resmungona que aprendemos a adorar quando crianças vendo o bonitinho filme da Disney que era reprisado todo sábado.

Já em Storybrooke a coisa não pode ser melhor, Leroy, ou Dreamy/Grumpy, era o bêbado da cidade, implicante e resmungão, inimigo de seus antigos amigos e com a constante raiva do mundo, achei ótima a referencia com o fato de Astrid derrubar glitter encima dele, assim como quando ela derrubou pozinho nele quando ainda um ovinho. A trama não foi original, mas o carisma de Amy Acker (Buffy e Dollhouse) estava incrível, ela era dócil, ingênua e adorável.

E enquanto era mostrada a história de ambos, no fundo vimos Mary Margaret lutar contra a rejeição do resto da cidade, confesso que minha raiva era grande porque, afinal o que o povo tem a ver com a vida dela? Está certo que é uma cidade pequena, e gostei de ver que no final ela começou a ser “re-aceita” por Vovózinha. Já James no entanto não parece ter levado tanta sorte, Regininha puxou os palitinhos e deve ter colocado aquela ligação de James no meio, agora vamos ver como o moço vai sair dessa, porque já li alguns spoilers sobre o que vai acontecer e posso dizer que as coisas vão dar uma volta muuuito boa!

Vale ressaltar que foi lindo ver Bela novamente, explicando para Dreamy o que era o amor, fiquei sorrindo o tempo todo na cena... E lembre-se de que o Próximo episódio é de Red, vai se chamar Red-Handed, e como foco teremos Ruby como Red, que na verdade é Chapeuzinho Vermelho!

Talvez Você Curta

8 comentários

  1. Ownnnnnnnnn!!!
    Aquele começo com as fadinhas foi tão... conto de fadas! huahauhaua Amei ver esses seres sendo um pouco mais que figurantes.
    Gostei do episódio, mesmo com as suas esquisitices (Anão nascendo de ovos??!! :O).
    Ótima review, Leozito!!

    ResponderExcluir
  2. finalmente uma review positiva sobre o epi!
    adorei as picaretas e o plotzinhos das velas/vagalumes
    ficou claro q a rixa do Rumple com as fadas vai ser explicada ainda (ele explodiu a fada madrinha e queria encontrar a fada azul)
    só achei a Emma muito apagada no episódio, ela deveria receber mais atenção q um personagem completamente coadjuvante como o Zangado

    ResponderExcluir
  3. Nossa adorei sua review, antes de assistir o episódio eu li várias reviews em diversos blogs, que só criticavam a história dessa semana, por isso fui assistir receoso, mas felizmente OUAT fez de novo.
    Adorei as adaptações, ri dos ovos e achei linda a história do anão e da fada. kkkk

    ResponderExcluir
  4. Ok bonitinho e tal mas..... anões nascem vestidos?? Oi??

    ResponderExcluir
  5. Ah detalhe!
    Quando eles começam a assoviar "eu vou, eu vou, pra casa agora eu vou..." achei fofo!

    Mas juro que tinha esperança de ouvir o "tchulim-tchulim-tchum-fly" dos anões do Chapolim Colorado kkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. A série é da ABC, anão pelado só na HBO!

    ResponderExcluir
  7. Como já disseram, eu já tinha lido umas 5 críticas antes dessa e essa foi a primeira que não falou mal do episódio. Não amei, mas também não achei ruim como o povo tem falado por aí.

    ResponderExcluir
  8. É isso ai uma review positiva, episódio bom eu n me importo que eles nasçam de ovos ou de uteros rs acho engraçado e diferente eu n comparo as coisas eu viajo no que OUAT propõe.

    Achei legal ver a Bela de novo e gostei da participação da Amy Acker, cada vez vejo mais que em far far away a vida deles tbm n é fácil n tem só finais felizes é triste como no mundo real, para que voltar para um lugar igual? Aqui tem internet eles deveriam ficar aqui mesmo rs

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe