Shameles 2X10/2X11: A Great Cause/Just Like the Pilgrims Intended

sexta-feira, março 30, 2012


Está passada Fiona? Virada no Jiraya? Paul Abbott sambou na sua cara novamente? Liga não, que agente está na mesma! 


Como? Como que depois de uma temporada tão inconstante, Shameless consegue dar a volta por cima e nos entregar dois episódios tão bem montados e adstringentes? Mas eu sei qual é o nome disso... Chama-se Webb & Macy! Sério, a química desses dois é coisa de outro universo! Já havíamos presenciado isso nos episódios em que Monica apareceu na primeira temporada, mas agora muito mais evidente por que eles estão juntos.

Eles funcionam de todos os jeitos, como amantes, como parceiros de crime, beberrões festeiros, confidentes, é muito incrível de observar a química do casal que praticamente rouba a cena, principalmente nesse décimo episódio. "A grande causa" era ver a felicidade dos filhos e baseada nesse pré-suposto Monica não mediu esforços! Nessa brincadeira até o famigerado "Squirrel Found Money" que os Gallaghers passaram o verão todo juntando foi embora. Sério, quando eu vi Monica achando a latinha chega me deu um aperto no coração, fiquei agonizando o episódio todo para ver se alguém descobria antes que ela gastasse tudo. Mas como bem Lip disse a primeira regra da casa é: "You hide the Goddamn money!" Agente até tenta simpatizar pelo casal de beberrões, mas eles pisam muito na bola.

Apesar de já saber que Monica era bipolar e que tinha sérios problemas, até esse episódio eu não fazia idéia do desequilíbrio mental dessa mulher, mas desde o início do episódio ela já começou a dar sinais de alteração de comportamento. Me admiro de Fiona não ter notado... Me admiro não! Aliás essa foi uma linha conduzida muito bem pelos autores... Fiona não enxergou, porque simplesmente não quis ver. Ela viu na recuperação de Monica uma chance para si mesma, de reconstruir sua vida, terminar os estudos, investir em uma carreira... Até o plot cretino de maratonista do incio da temporada foi recuperado. 


Não creio que Emmy Rossun seja a melhor atriz da série, mas sem dúvidas é a que tem o melhor material para trabalhar. Fiona é a personagem mais carregada da série, seus anseios, dúvidas, medos, são sempre encaixados em segundo plano, não aparecem nos diálogos, mas sim nas atitudes da personagem. É de tirar o chapéu para os roteiristas da série quando vemos um episódio não alegre e sutil, e que carrega tanta carga emocional no background. Preparando tudo para o culminar da segunda temporada.

Os outros plots eu não preciso nem comentar né? Ian mais perdido que cego em tiroteio, o coitado do menino não ganha um plot decente, e o da Mandy foi pior ainda. Kev e V, não vou falar mais mal porque já estou cansado de gastar saliva e o plot do resgate do brasileiro... Por favor né? Acho que foi só para desviar a atenção de Karen mesmo para poder fazer a tão grande passagem de tempo que os roteiristas queriam fazer para o 11º  episódio. Não acabou! Não se preocupem que não cometerei o erro de esquecer de Sheila de novo... O que foi ela querendo fazer eutanásia com o outro moribundo também? Ela se supera, e sem dúvidas tem sido o nosso alívio cômico essa temporada. "A Great Cause" foi um ótimo episódio e levantou a bola da série lá em cima para "Just Like the Pilgrims Intended" cortar com tudo.


Assim como os peregrinos tomaram conta da América, os Gallaghers vieram para tomar conta de nossos corações com um dos episódios mais geniais e crocantes de toda a série. Começamos com o claro destaque para a bipolaridade de Monica, que neste episódio ao invés de feliz encontra-se em profuda depressão pelo resultado de suas atitudes impensadas no outro episódio. O que dá raiva porque nem brigar com a mulher pode, que reflete a cara de agonia que a Fiona fez quando foi tirar ela da cama no outro episódio. E aqui todos fazem a sua tentativa, até que chega a vez de Frank que arma mais uma de suas tramoias, claramente, só para animar a esposa.

Aliás novamente destaque para o casal e para a química entre Webb & Macy que não deixam a peteca cair em momento algum. E finalmente enxergamos que apesar de ser um covarde, Frank realmente dedica todo o seu amor a alguém. É lindo ver todo o cuidado que ele dedica a ela, e a cena deles dois debaixo da escada então, foi perfeita. Quando ele vê ela toda cortada e simplesmente entra em pânico ou até mesmo quando realiza que ela tem que voltar aos seus medicamentos e invade a casa de Sheila para pegar, presenciando a cena da bolsa estourada de Karen... O que nos leva ao outro arco do episódio...


Confesso que todo esse arco da gravidez de Karen vinha cansando um pouco desde o início, a menina sendo uma Bitch a troco de nada, toda a bipolaridade e discussões dela com Lip já estavam cansando. Mas os autores souberam dar dignidade ao arco e investiram pesado no desfecho da história, com toda a cretinice na escolha dos pais da criança, direito a muito xingamento na hora do parto e uma sambada na cara de Lip ao descobrir que não era o pai da criança. Eu imaginei que seria negro, mas asiático com down também está valendo (altamente irônico).

No mas é isso... Os outros personagens permaneceram basicamente de pano de fundo. Carl e todo o seu talento para o crime, como sempre acompanhamos; o desfecho para a história dos brasileiros na série (que agente não poderia se importar menos); Kev e V que não fizeram nada e já foi uma ótima contribuição para o andamento do episódio; Ian que agora ao que tudo indica vai virar michê de luxo e pegar os véio nas balada top (o que ainda não é um plot nada relevante, mas agente agradece!); e o retorno de Fiona e Steve que agora é Jimmy de vez e largou sua identidade do crime.

Agora, claro que não podíamos deixar de lado a contribuidora das cenas mais cretinas e memoráveis do episódio. Senhora Sheila Jackson sambou trocentas vezes na nossa cara esse episódio. Que mulher cretina! Não bastasse se livrar do moribundo no último episódio, pagou de cachorra abandonada para Frank e ainda se fez de sonsa quando confrontada pela filha se estava pegando o ex dela, que inclusive levou junto para a maternidade. Não sei se vocês perceberam, mas a maior sambada de todas foi ver Sheila, no meio de toda essa confusão, na maternidade (ou seja, fora de casa), e depois, claro, fugindo do hospital com o neto, para viver sua aventura com seu indígena de pau grande Jody pelas estradas americanas, em sua moto! Como não amar? Eike Loucura! Sheila manda um beijo no ombro para todos vocês!


Ficamos no aguardo pelo desfecho da temporada que pelo visto será todo focado na melhor personagem da série, Fiona. Já prevejo "Lots of Drama" e retomada de todos os plots que ficaram em aberto em "A Great Cause". Até semana que vem!

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. to largando shameless depois desse episodio

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkk espera até o season finale... de repente melhora

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe