Blue Bloods 2x18/19: No Questions Asked / Some Kind of Hero

segunda-feira, abril 09, 2012


"É o que você faz em seguida que conta!"


Blue Bloods trouxe, seguidamente, dois episódios muito interessantes e com a sua marca registrada em ambas, ou seja, a família Reagan com conflitos e entre o que é o certo e o que é errado. 

“No Question Asked” era o nome do programa da NYPD com o objetivo recuperar armas em troca de dinheiro, mas, como senão fosse muito óbvio, havia ocorrido mais cedo um assalto numa farmácia onde um homem acaba levando um tiro e no mesmo dia há a troca da arma pelo dinheiro. 

Algumas coisas ficaram muito obvias nesse plot, primeiramente o cara que tentou desarmar um dos assaltantes era um completo idiota, até por que havia mais dois assaltantes no local e ele era apenas um. 

Segundo, a intenção do episódio era mais mostrar que algumas pessoas podem mudar e outras nem tanto. 



Entendo porque a policial Perez tirou aquela foto. Como um policial, seu primeiro instinto é prender os bandidos, e um instinto difícil de combater. Fiquei ainda mais impressionado com a maneira sorrateira ela tirou a foto e, em seguida, mudou-se para seu lixo quando o reverendo Potter a confrontou. 

A menina foi rápida, essa aí tem futuro. 

Apesar disso, achei interessante como Frank lidou com toda a situação e contornando a favor da NYPD e de certa forma da própria policial que não havia feito nada que ele mesmo não teria feito na sua época de policial, como ele mesmo disse a Danny. 

Esse foi outro que “manipulou” as regras do jogo para que pudesse conseguir o que queria, e como eu já havia dito aqui até Frank já está preocupado que uma hora a sorte de Danny vai acabar e talvez ele não possa fazer nada para ajudá-lo. 


Em uma historinha bem sem graça de Nicky tivemos mais uma experiencia ruim sobre os jovens americanos que não medem consequência para seus atos muitas vezes. 

Estranho mesmo foi ver Jamie apoiando a garota, ainda bem mesmo que ele não contou para a mãe dela, a qual, eu tenho certeza, oporia-se aos atos das garotas.


“Some Kind of Hero” foi diferentemente interessante, pois no início do episódio achei que seria o episódio inteiro sobre Jamie, mas parece que os herois estão aparecendo igual à pipoca na NYPD.

Mas apesar disso Jamie foi, sem dúvida, o centro das atenções, apesar de sinceramente eu inicialmente eu nçao entender o porquê do problema.

Não sei o que houve comigo que acabei deixando toda a história dos sanfinos para trás, até porque Jamie nunca havia deixado de trabalhar mesmo quando estava trabalhando como agente secreto.

Enquanto isso, Danny ficou com uma batata quente nas mãos, mas, que se tornou uma boa notícia, pelo menos para o menino que já havia perdido o pai.

Para mim não foi um dos melhores episódios que Blue Bloods apresentou até hoje, foi mais interessante pela mensagem que ficou meio no ar de que há mais casos para se lidar do que detetives neles investigando, exceto para Danny que fecha todos os seus.

E já com a notícia de sua renovação para a 3ª temporada, o que nos trás a pergunta ainda há fôlego para essa série procedural, em minha opinião tem sim, mas nada impede que os escritores balancem um pouco as coisas, para que a série se mantenha como líder de audiência na sua timeslot.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe