The Voice UK 1X03: Blind Auditions 3

terça-feira, abril 17, 2012


The Voice UK é cara da realeza britânica!

Chegamos a terceira semana do reality na terra da rainha e ao que parece aquele velho complexo do superestimado funciona como uma luva aqui. Quero pedir desculpas a todos os leitores por ter colocado a versão britânica do reality tão lá em cima... No fim das contas não era nada disso. Eis que a fórmula já vem dando grandes sinais de desgaste e não vejo a horas de acabarem os "Blind Auditions" para pularmos logo para os "Battles". Não que eu ache que será melhor, por que não consegui me apegar a quase nenhum personagem que não fosse do primeiro dia. Tudo o que espero é que essa ultima "Blind Auditions" seja um mínimo superior a esses dois últimos programas... Por que o que temos visto, sinceramente não dá!

Mais uma vez a briga Edição X Jurados permanece e isso está me irritando profundamente! Tivemos dois combos de candidatos aprovados e espaços imensos para candidatos que não foram selecionados pelo juri. Faz sentido para vocês? Por que pra mim não faz... Mas não é só nisso que o programa tem se cansado, algumas fórmulas vem se repetindo programa após programa, a parte da "volta dos que não foram", todo o programa tem um, nesse foram dois, incluindo a incrível voz de Allyson Brown que foi disperdiçada pelos jurados. Estes que novamente para calar a minha boca vêem surpreendendo e a cada semana que passa mudam um pouco a dinâmica e a coisa está realmente interessante de se ver, como a nova rincha entre Jessie J e Danny, Will I Am se consagrando como o vilão do programa, colocando as pessoas umas contra as outras... Muito bom! Os jurados, assim como os hosters tem surpreendido! Palmas para eles!

Sem mais delongas, os candidatos:

 

Começamos com Joelle Moses que veio e fez o basicão. Cantou Adele, tem uma voz decente, mas acho que houve uma superestimação por parte dos jurados, a cantora não é isso tudo, mas se fizer direitinho a coisa pode ir segura pros "Live Shows". Como não é boba nem nada no meio de tantas opções ela optou pelo candidato que se propôs produzi-la depois do programa... Quero saber até quando essa conversa do Will I Am vai colar e se ele realmente vai fazer tudo o que promete.


O segundo candidato foi Jay Norton que só pela escolha da música já havia me conquistado! "I Need a Dollar" do Aloe Blacc é incrível e representa como nenhuma outra a vida de um artista recém chegado a cidade grande, que tem super a ver com a história do participante, além de claro ser a abertura de uma das minhas séries favoritas e mais hipster do universo. Jay Norton foi coerente, dentro do que faz mostrou que sabe fazer e já garantiu Will I Am como seu produtor... Já está virando piada isso!


Não sei o porquê mas está ficando muito claro pra mim o perfil do #TEAMJONES apesar dele não ter como olhar os seus candidatos todos se parecem muito... Ou diria todas. É quase que um #TEAMXTINA versão britânica! São mulheres com grandes vozes, pouco apelo comercial e que realmente preenchem o critério do The Voice. E quando Leanne Mitchell subiu ao palco e cantou Beyoncé agente já sabia para qual time ela estava predestinada.


Cassius Henry se juntou à Allyson Brown no time da volta dos que não foram do dia e com um pouco de sorte a mais que a moça conseguiu que dois treinadores virassem para ele, e ficou com Jessie J. O rapaz não é isso tudo mas também não fez feio, nos apresentou uma versão bem melody e agradável de "Closer" e mereceu o seu lugarzinho nas "Battles".


Tivemos então o primeiro combo de aprovados. A primeira foi Denise Morgan, mas uma que era a cara do #TEAMJONES e não podia dar outra... Foi para o time do cantor. Na sequência tivemos Murray Hockridge que na realidade não achei que canta bem não, afinal é muito fácil cantar as músicas do Morrison sem fazer os falsetes do rapaz... Mas como ele foi pro #TEAMDANNY que é fraco por natureza não vai se diferenciar muito dos outros candidatos por lá.

  

Continuando no #TEAMDANNY tivemos duas aquisições que prometem dar um "Up" no time do cantor. A primeira foi Hannah Berney de vinte ano,s que é cheerleader na faculdade aonde estuda e fez uma ótima versão de "You and I". Aliás arrisco dizer que todas as versões que tem aparecido nesses realities da música ficaram melhor do que a própria "Mama Monster" cantando, o que não é muito difícil.


Depois, também no #TEAMDANNY, tivemos ele que foi a melhor apresentação da noite junto com Bo. Bill Downs apareceu com toda aquela historinha da noiva, sou apaixonado, etc... "couldn't care less..." Mas na hora H provou que sabe dar conta do recado. Fez uma ótima versão de "She Said", inclusive melhor que o próprio Ben Drew, com agudos incríveis e ótimos falsetes. Bill entra na competição como um dos melhores candidatos e servindo de reforço para o #TEAMDANNY que estava fraquinho.


Depois tivemos uma chochinha versão de "True Colors" de Kate Read e aquele mimimi de estou cantando para minha mã porque amo ela... Enfim...Não sei se gostei da cantora... Foi pro time do Will I Am que está bem estranho, com alguns ótimos candidatos e outros nem tão bons assim.


Tivemos então o segundo combo de aprovados, ambas para o #TEAMJESSIE que a essa altura já estava desesperada por mulheres em seu time igual Danny. A primeira foi a back vocal Kirsten Joy, que me desculpem a ignorância mas não consegui identificar a música... Mas ela até que canta bem. Mas na sequência tivemos o #FAIL da noite: Ruth-Ann St Luce começou tentando fazer um lirico de "Run", depois oitavou a música do Snow Patrol, depois desafinou uma nota atras da outra e por fim fechou fazendo uns runs que não tem nada a ver com a música, mas Jessie J já tinha escolhido não tinha como voltar atrás... Foi muito engraçado ver Sr. Jones comentando sobre o #FAIL com Danny e Will I Am dando sua risada maquiavélica. Épico!


Tivemos depois duas apresentações na íntegra de dois participantes que não foram selecionados, mais um combo de Edição X Jurados, com a mãe de família Allys Williams que apesar de boa cantora fez o Adele basicão que todos já estavam cansado de ouvir, e o roqueiro Nathan James que nos entregou não só uma ótima voz como uma perfeita performance de "Livin' on a Prayer", um desperdício.


E ainda como se não bastassem dispensarem candidatos tão bons, Will I Am me vira para o amigo da Amy Winehouse, que apesar da ótima escolha de música canta bem mal e detonou "Sitting on the Dock of the Bay"... Ninguém me convence que não foi pistolão. Nem os falsetes dele convenceram.



E para fechar com chave de ouro e ouro real tivemos a linda e perfeita Lady Catherine Anna Brudenell-Bruce'... Bo Bruce pros íntimos reais... Tadinha só quer ser mais uma na multidão e ser reconhecida pelo talento dela, e que talento! Fui ver umas coisas da menina na internet e que voz magnífica! Bo Bruce conseguiu fazer uma versão intimista de uma música do David Guetta! Só ai eu já tiro o chapéu! Mas a voz dela é muito mais do que isso tem umas fragilidades e ela faz umas quebradas de nota, nossa! Incrível! Fechou o cansativo terceiro episódio com chave de ouro.

Trabalhos findos vamos ver como ficaram os times...

#TEAMJONES: 6 Candidatos... Samuel Buttery, Aundreia Nyle, Adam Isaac, Denice Person, Barbara Bryceland, Leanne Mitchell, Denise Morgan e a dupla Matt e Sueleen.

#TEAMJESSIE: 8 Candidatos... Jessica Hammond, Ben Kelly, Toni Warne, David Faulkner, Kirsten Joy, Ruth-Ann St Luce e Vince Kidd.

#TEAMDANNY: 8 Candidatos... Bo Bruce, Hannah Berney, Aleks Josh, David Julien, Vince Freeman, Murray Hockridge, Bill Downs e Max Milner.

#TEAMWILL: 7 Candidatos... Heshima Thompson, Frances Wood,  Joelle Moses, J Marie, Kate Read e Jay Norton. 

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. Concordo com o quase tudo e principalmente pela parte do #teamjones

    ResponderExcluir
  2. Gente, como é que pode ninguém ter apertado o botão pra Allison? Onde é que esses jurados estão com a cabeça?

    ResponderExcluir
  3. To gostando mesmo é dos jurados, morro de rir com a Jessie J ela é o Cee Lo UK na parte comica.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe