Two and a Half Men 9x22: Why We Gave Up Women

quarta-feira, maio 02, 2012


Bem vindo de volta Charlie...

Two and a Half Men nos apresenta essa semana mais um episódio bem divertido e engraçado. Com esses últimos episódios exibidos tenho a impressão que a série tenha finalmente se ajustado. Em minha opinião, os episódios iniciais da temporada estavam muito irregulares, apresentando episódios muito bons ou muito ruins, em sua grande maioria ruins. Felizmente, não consigo mais perceber esse cenário atualmente. Com isso, começo a torcer novamente que a série seja renovada para uma próxima temporada.

O começo do episódio foi fantástico em minha opinião. Foi hilário o Walden ensaiando para falar com a Zoey que queria ela e a filha fora da casa dele, mesmo amando ela. Um sentimento bem contraditório, porém, perfeitamente compreensível tendo em vista toda a sua insatisfação. Pelo visto não demorou muito para ele querer parar de brincar de casinha. Foi muito engraçado o apelo emocional da Ava e Zoey, fazendo com isso que ele desistisse de falar com elas a respeito do assunto.

Foi mais hilário ainda quando o Alan aparece de surpresa na casa do Walden já pronto para a mudança. A indignação e desespero dele com o Walden foi muito engraçado. Confesso que fiquei realmente em dúvida se ele estava realmente fingindo um ataque cardíaco, ou não. Confesso que fiquei surpreso de certa forma no hospital por ter visto era real. A indignação da Zoey com toda aquela situação era perfeitamente compreensível.

O ponto alto do episódio foi quando o fantasma de Charlie Harper (interpretado por Kathy Bates) veio visitar seu irmão Alan em sonho para lhe dar uma lição de moral, propondo que ele desse um jeito em sua vida. Achei perfeitamente compreensível que o Alan desconfiasse da visita surpresa do seu falecido irmão. Em minha opinião, achei que o Alan "incorporando" o Charlie em um episódio passado foi muito mais divertido.

Gostei bastante de ver que o Alan teve forças, pelo menos no começo, para promover mudanças em sua vida. Vemos que ele realmente é capaz, embora aparentemente não queira. Aquele apartamento que ele conseguiu era realmente um buraco. Se tivéssemos que confrontar a casa do Walden com aquele buraco, vejo que seria perfeitamente compreensível ter segundos pensamentos e dúvidas a respeito da mudança. 

Achei fantástico que no final das contas era tudo uma grande sacanagem do fantasma de Charlie, que tinha como objetivo apenas infernizar o seu irmão e conseguir tirá-lo da casa dele, mesmo tendo que sair do inferno para isso. Confesso que estava achando realmente muito estranho aquele comportamento dele de querer ajudar o irmão. Aparentemente não deu muito certo no final.

Jake ao que parece está realmente seguindo os passos de “parasita” do seu pai. Achei um absurdo ele aparecer na casa do Walden mesmo sabendo de toda a situação do seu pai. Não tiro a razão do fantasma do Charlie de ter desistido de conversar com o Jake e voltado para o inferno. Colocando nessa perspectiva, acredito que o inferno não seria algo tão ruim.

Pontos altos do episódio:
Colaboração: InSUBs.

Walden falando sozinho: “Zoey, você sabe que eu te amo, e quero morar com você para sempre. Mas temos que nos livrar da criança. Melhor não. Já pensou em um internato na Suíça?”

Evelyn conversando com o Walden: “Não sei o que eu faria se algo acontecesse com ele. Já perdi o meu filho bom!”

Alan: “Responda essa... Quais são as 5 melhores palavras de se ouvir de uma mulher?”
Fantasma do Charlie: “‘Não posso passar a noite’.”

E você, o que achou desse episódio? Não deixe de comentar.

@dncavalcanti

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe