The Voice UK 1X11/12: Live Shows/Results Week 3

quarta-feira, maio 16, 2012

 

"A cara da vitória (parte 2)" ou "The Voice who? Só liguei a TV pra ver o Scissor Sisters


Em uma semana de apresentações previsíveis e resultados mais ainda, só mesmo os cavalos do Scissor Sisters para não adivinharem quem seriam os semifinalistas. Quem já era forte se consolidou e os mais fracos cederam a competição. Contrariando a primeira semana dos "Live Shows", nem todos trouxeram o seu "A Game" e acabaram sucumbindo aos grandes "headlines" da competição e Tyler.


Leanne Mitchell foi a primeira a se apresentar, e parece que foi a única de todos os candidatos que entendeu o fato que apenas dois passariam para a próxima etapa. Ao invés da ousadia da semana passada ela escolheu uma música que tinha completo domínio, matou no peito e fez o seu melhor lance! Acredito que vai ser muito difícil a cantora superar a sua performance desta noite. Não era a Nina Simone mas parecia tão mágico quanto! Que harmonia, que voz encorpada, que agudos... Incrível!


Na sequência tivemos Frances Wood que parece que desaprendeu e regrediu tudo o que tinha aprendido até aqui. Todo aquele espírito de lutadora que ela trouxe nas "Battles" e no primeiro "Live Show"... Não consegui ver nada disso. O que vi foi uma apresentação morna de uma música que tinha tudo para ser o ápice de suas apresentações (Tá! Sou fã! Não julguem!), e inclusive com alguns problemas de afinação.


Outros que não convenceram foram Matt and Sueleen. Semana após semana agente dando aquele voto de confiança, curiosos, dizendo que queríamos ver do que eles eram capazes, que queríamos ver mais da dupla, para chegar na hora "H" eles cagarem desse jeito! Concordo plenamente com Danny e Jessie quando disseram que a posição no palco não funcionou... Mas não foi só isso, a música teve que ser toda trabalhada em cima da voz de Sueleen que é a que menos gosto... E sério... A música que Sade fez cover gente?... Uó! Depois de tantas escolhas geniais de músicas é triste ver a dupla acabar assim.


Na sequência mais uma cagada, mas aqui completamente por motivos técnicos. Will I Am tinha que levar o seu pistolão para as semifinais, então tirou uma música de Celine Dion que tinha tudo a ver com a cantora para dar o popizinho chulo de Kelly Clarkson. Ela fez o que podia, tentou, mas claramente não é a vibe dela... sucumbiu a escolha musical de seu treinador, que sempre teve o poder na mão e sempre teve em mente a semifinal que queria.


Agora Sim! Aquele momento em que todos aguardam na competição! A apresentação de Ruth Brown! Eu acho que em nenhuma das edições americanas do The Voice teve algum candidato tão forte, tão favorito e tão superior aos outros. Com Ruth Brown é muito diferente, estávamos a quase um mês da final e já sabíamos que ela ia ganhar o programa. A escolha da música foi ótima. Gostei da pegada mais rocker na atitude dela de palco, achei bonitinho ela tocando bateria também... enfim! A cara da perfeição! #TEAMARROM



Todo mundo grita... "Eu já Sabia!" Mas na sinceridade... Achei que ia ficar muito mais indignado do que na realidade estou. Não sei se é por já vir me preparando psicologicamente ou porque Tyler James realmente vem dando conta do recado. Desde o primeiro "Live Show" que consigo enxergar o crescimento do cantor e nesse não foi diferente. A essa altura não digo que ele era melhor que Jolene Joelle Moses, mas acho que posso dizer tranquilamente que também merecia um lugar nessa semifinal.


Na sequência Adam Isaac continua com sua missão de acabar com todos os clássicos de todas as vertentes do rock! E essa semana a assassinada foi "High and Dry" do Radiohead (o que me deixou muito mais furioso, diga-se de passagem). Acho que os únicos momentos em que o cantor conseguiu acertar na música foram os seus falsetes, de resto ficou tudo muito fraco pra mim.


Aí por último vem Jaz e prova para todas vocês fãs histéricas de Tyler quem é que ainda manda no #TEAMWILL, Não bastasse fazer um Medley foda, com uma música superpop e um clássico, todo um ambiente emotivo em sua apresentação... Ainda tinha que cantar desse jeito? Dá vontade de ficar ouvindo o dia inteiro... E olha que nem gosto da música... Mas gruda igual chiclete! E na voz de Jaz Ellington quem se importa?! 


É chegada a hora tão previsível esperada do anúncio dos resultados! Que na realidade a única coisa de surpreendente que teve foi a incrível participação do Scissor Sisters! Melhor convidado do programa até agora! Dito isto, para sambar na cara dos infiéis que desacreditam que as melhores vozes vencem no final, Jaz Ellington e Ruth Brown foram escolhidos pelo público (e provavelmente estarão na final). Na sequência Tom Jones fez o sensato e levou Leanne Mitchel e Will I Am claro, levou o seu pistolão! 

No fim das contas ao invés de Will e Tom levarem para as semifinais candidatos de diferentes vertentes levaram candidatos muito semelhantes, é claro que não temos como comparar os segundos colocados com os primeiros, mas está bem mais do mesmo os dois times... Fiquem com um pouco mais de Scissor Sisters que nunca é demais!

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Concordo com 100% da review virgula por virgula, só reforçando que a questão do team TOM ter 2 semi-finalistas semelhantes é compreensível uma vez que ambas são melhores disparadas dos outros e são cantoras de um nível bem acima do programa Tem Will zzzzz, ele destruiu Jolene, Jolene,Jolene lalala

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe