True Blood 5x08/5x09: Somebody That I Used To Know/Everybody Wants to Rule the World

domingo, agosto 12, 2012


Quem diria que Eric Northman ser tornaria a bússola moral de True Blood?

Experiências religiosas influenciadas por substancias alucinógenas: com isso True Blood debochou mais uma vez de cultos religiosos e deu inicio a uma nova fase na trama da série assim como para Bill, que abandonou sua postura de nice vamp guy  e assumiu seu lado evil

Embora essa mudança pareça um pouco repentina — é fácil aceitar a mudança dos vampiros da Autoridade já que pouco conhecemos sobre o passado deles — Bill sempre andou no limite entre a sua tentativa de reencontrar sua humanidade ou se render aos instintos violentos tão comuns aos vampiros. Dessa forma, mostrar a alteração no comportamento do personagem é aceitável — apenas aceitável pois a maneira como é feita se mostra apressada — já que essa natureza dualística sempre esteve presente nele.

Com Bill modificado pela experiência religiosa/alucinógena, recaiu sobre Eric se tornar a voz da sensatez em vista de toda a insanidade daqueles que o cercam. Salome manipula a todos com o sangue (provavelmente de fada), Russell enxerga no golpe a possibilidade de realizar seu sonho de dominar o mundo e os outros vampiros estão ali apenas para ver o circo pegar fogo, restando apenas Eric para dizer que tudo aquilo é uma loucura.

Alias, ele é o personagem que menos mudou ao longo de cinco temporadas. Se mostrando sempre extremamente leal a alguns poucos (Godric, Pam e, mais tarde, sua irmã e Sookie) e principalmente a sua própria sobrevivência, ele jamais se altera diante das situações, apenas reagindo da forma que se espera dele naquele evento tornando-o assim, o mais coerente de todos os personagens da série.

A trama de Terry deu uma leve melhorada em sua conclusão (talvez por que ela finalmente acabou), a solução encontrada foi interessante, a idéia do confronto é boa, e felizmente resolvida logo, em apenas dois episódios.

Outras tramas parecem ter sido encerradas também, como (o cada vez mais chato desde que se afastou de Sookie) Alcide e a disputa pela liderança do bando. A busca pelos assassinos de supers terminou e funcionou muito bem como uma trama paralela, com um plot twist no final, mostrando o ex-cherife Bud como o responsável pelas mortes.

Sookie, embora esteja passando por uma situação que encontra paralelo nas disputas entre humanos e seres sobrenaturais, se desvia cada vez mais das outras narrativas abordadas na série. Exemplo claro disso é que, a poucos episódios do fim da temporada, somos apresentados ao vampiro que matou os pais dela e a um estranho conceito da conexão mental entre a fada e o recém-surgido vampiro.

Agora sobram duas tramas para a reta final da temporada e a série pode se beneficiar muito disso, tendo tempo para se concentrar nos seus personagens principais nesses últimos episódios.

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe